Conheça a alimentação plant based e os seus benefícios para o corpo

Escrito por
Em 14.01.21

iStock

Por                                
Em 14.01.21

Você já ouviu falar sobre plant based? Esse estilo de alimentação passou a ser muito procurado nos últimos tempos e por diversas razões, sendo a principal a busca por uma dieta mais saudável e rica em nutrientes. Por conta disso, apresentamos a você o que é e quais os benefícios de adotar esse tipo de alimentação.

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é plant based

iStock

Plant based ou à base de plantas, em uma tradução livre, é um estilo de alimentação cujo fundamento é que a base da sua alimentação venha da terra. Segundo a nutricionista e health coach, Fernanda Mello, a alimentação plant based basicamente consiste em centralizar a alimentação em alimentos in natura e de origem vegetal. Portanto, uma média de 3/4 do seu prato vir de fontes vegetais.

Um detalhe importante da alimentação plant based é que ela não necessariamente acaba com o consumo de proteína animal. Contudo, a questão está na proporcionalidade, onde a maior parte dos alimentos serão de origem vegetal. Desta maneira, os outros serão ou diminuídos, ou até mesmo não serão incluídos, mas isso depende de cada pessoa que adota essa alimentação.

Características do cardápio plant based

Tão simples quanto adotar um prato mais rico em vegetais, o plant based possui atributos que o tornam acessível a todos. Por isso, confira as principais características desse estilo de alimentação e veja como é fácil incluí-la no seu dia a dia.

Priorização de ingredientes de origem vegetal: o plant based é fundamentado em um prato em que a maior parte dos seus ingredientes venha da terra. Sendo assim, a prioridade está em alimentos como, frutas, legumes, verduras, sementes, nuts, grãos, leguminosas, etc. De acordo com a nutricionista Fernanda, o foco também deve estar em optar por alimentos de acordo com as estações e safras.

Alimentos de fonte animal com consciência: como esse tipo de alimentação não excluí ingredientes de fonte animal, deve ser observado a origem desse alimento. Sendo assim, sempre que possível optar por animais criados e tratados com ética. Preferindo por orgânicos, criados soltos e sem uso de antibióticos.

Possui variações: esse estilo de alimentação a base de plantas é flexível e possui variantes, algumas muito conhecidas como vegetariano em suas variações, vegano, flexitariano (consumo ocasional de alimentos de origem animal) e onívoro (quem consome alimentos de origem animal e vegetal).

O grande princípio da alimentação a base de plantas é dar prioridade àquilo que vem da terra, rico em nutrientes e condizente com um formato mais sustentável. Para Fernanda, devemos principalmente estar conscientes da conexão da fonte do nosso alimento e como irá nutrir nosso corpo e mente.

Publicidade

Benefícios da dieta plant based

iStock

A cada dia o nosso corpo tem exigido mais consciência no jeito em que nos alimentamos. De fato a rotina agitada e a falta de uma alimentação balanceada pode gerar problemas sérios de saúde. Por isso, adotar o plant based pode ser uma forma de equilibrar a nossa necessidade de nutrientes. Veja alguns dos benefícios dessa alimentação:

Abundância de vitaminas

Sendo uma alimentação que prioriza ingredientes que vêm da terra, há nesse cardápio muita riqueza de vitaminas, minerais, fibras e outros elementos. Sendo assim, você passa a nutrir melhor o corpo, o que gera mais saúde e energia.

Prevenção de doenças

De acordo com o que a Fernanda nos contou, a natureza é a farmácia mais moderna que existe na prevenção de doenças como diabetes, dislipidemias, câncer, entre outros. Logo, adotar uma alimentação plant based ajuda a prevenir diversas doenças, por conta de seu alto componente nutritivo e com a diminuição de alimentos processados.

Regulação do colesterol

Mais nutrientes e menos ingredientes industrializados levam a grandes benefícios, tal qual a melhora do colesterol. Apesar de haver gorduras na alimentação à base de plantas, essas gorduras são saudáveis e consumidas através de nuts, abacate, açaí, sementes (chia, linhaça, hemp, abóbora) e óleos (coco, gergelim, azeite, abacate).

Anti-oxidante e anti-inflamatório

A alimentação plant based pode incluir algas marinhas como folha nori, kombu, spirulina, arame. Segundo estudos, há relação positiva entre os seus componentes bioativos e funções antioxidantes, anti-inflamatórias, antimicrobianas, nos conta Fernanda.

Seja uma alimentação mais centrada nos vegetais ou mais variada, o importante é priorizar a saúde e o bem-estar. Para Fernanda, qualquer tipo de alimentação com que se identifique e se sinta bem irá pedir organização e consciência da nossa parte, e é aí que está o segredo para uma rotina alimentar saudável. Descubra, a seguir, como fazer uma boa higienização de alimentos para consumi-los de forma segura.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.