7 benefícios do pilates para gestantes que vão ajudar a futura mamãe

Escrito por
Em 02.11.21

iStock

Por                                
Em 02.11.21

Durante a gravidez é possível continuar se exercitando, porém, com foco em atividades que não prejudiquem a futura mamãe e o bebê. O pilates para gestantes pode ser uma boa opção e, para tirar todas as suas dúvidas, veja o que disse a fisioterapeuta Emanuelly de Moraes Zeni, sobre o assunto:

Publicidade

7 benefícios do pilates para gestantes que vão te convencer a fazer a prática

Emanuelly explicou que o pilates é um método seguro e eficaz que pode ser utilizado durante a gravidez. Confira os benefícios citados pela fisioterapeuta:

  • Alívio de dores: “como os exercícios alongam e fortalecem a musculatura, ajudam a aliviar as dores ao longo da gravidez.” Explicou a fisioterapeuta.
  • Melhora da circulação: Emanuelly comentou que “os exercícios estimulam a circulação sanguínea, o que pode ajudar no alívio de dores”.
  • Fortalecimento da musculatura pélvica: “o pilates traz benefícios no momento do parto, pois, o fortalecimento da musculatura pélvica proporciona maior controle e consciência corporal na contração dos músculos envolvidos na hora do parto normal.” Citou a fisioterapeuta.
  • Melhora a força dos músculos abdominais: “assim como acontece com a musculatura pélvica, os exercícios de pilates ajudam a fortalecer o abdômen, principalmente no segundo trimestre quando ocorre aumento da barriga e ganho de peso.” Comentou Emanuelly.
  • Melhora da postura: a fisioterapeuta comentou que no terceiro trimestre são mais notáveis a mudança da postura. “A futura mamãe pode se sentir mais confortável, evitando dores, com a prática de exercícios de pilates”.
  • Equilíbrio e coordenação: “o pilates aprimora o equilíbrio, assim, é possível prevenir lesões e melhorar a postura.” Explicou Emanuelly.
  • Mobilidade da coluna: segundo Emanuelly, “durante a gravidez, como ocorre o ganho de peso e o aumento da barriga, o método pilates contribui para a mobilidade da coluna, ajudando a suportar o peso do tronco.”

Após conhecer os benefícios do pilates para gestantes, continue a leitura para saber como funcionam as aulas em cada trimestre e se existem contraindicações.

Como funciona o pilates para gestantes em cada trimestre da gravidez

Segundo a fisioterapeuta, “as aulas são planejadas conforme a avaliação do fisioterapeuta com a gestante, sendo possível personalizar e readequar sempre que necessário.” Ela explicou como são os exercícios em cada trimestre:

1º trimestre

iStock

Emanuelly comentou que “se a gestante não praticava o método pilates antes da gravidez, é aconselhável que tenha liberação do médico obstetra para iniciar as aulas, e, por segurança, recomendo iniciar a prática a partir do terceiro mês de gestação. Caso a paciente seja liberada pelo médico, é essencial exercitar-se com cuidado e suavidade, sempre com orientação.”

2º trimestre

“Nesse período nota-se maior volume na barriga, o ganho de peso será mais perceptível, sente mais instabilidade nos ligamentos e articulações em torno da pelve, são necessários exercícios para manter os músculos do abdome fortalecidos para a sustentação do bebê.” Explicou a fisioterapeuta.

3º trimestre

iStock

No último trimestre, a fisioterapeuta citou que “a mudança na postura e na forma de caminhar estão mais evidentes, é encorajado exercícios de agachamento leves, exercícios metabólicos para melhora da retenção hídrica, sempre respeitando a condição clínica da paciente.”

Publicidade

Como você pode ver, cada trimestre é trabalhado com um foco diferente no pilates para gestantes. A fisioterapeuta complementou que “ao seguir as instruções e orientações de segurança para os exercícios, a futura mamãe extrairá benefícios da natureza suave do método pilates durante este momento especial que leva a chegada do seu bebê.” Continue a leitura para saber em que casos a prática não é recomendada.

Quando não é recomendável para a futura mamãe

Emanuelly citou três situações nas quais a prática pode não ser recomendada para a gestante. “Quando a gravidez for de risco, quando a mamãe apresenta hipertensão arterial descontrolada, e quando, porventura, a prática gera desconfortos para a mamãe e/ou bebê.”

Exercícios de pilates para a gestante fazer em casa

Confira quatro vídeos com exercícios de pilates para gestantes que podem ser feitos em casa. Antes de tudo, lembre-se de consultar seu obstetra e do conselho da fisioterapeuta: “evite exercícios que gerem impacto ou sobrecarga nas articulações, independente da fase da gestação. Além disso, respeite sempre o limite de repetições compatíveis com seu corpo.”

Aula de pilates para gestantes em todos os trimestres

Aula básica a intermediária para gestantes em todos os trimestres. Inclui exercícios com outros materiais, como a bola e o elástico, mas podem ser feitas apenas as posições nas quais a futura mamãe se sinta mais à vontade.

Pilates para o primeiro trimestre da gestação

Focado em exercícios para o primeiro trimestre da gravidez, apresenta os benefícios do método pilates e a importância de ter a autorização do médico obstetra. Há também exercícios de respiração, além dos que trabalham os músculos e o corpo.

5 exercícios fáceis com bola para gestantes

Indicado para quem possui a bola de pilates em casa. São exercícios que ajudam a alongar durante a gestação e vão contribuir para o momento do parto. Dá dicas de postura que ajudam a respiração e o posicionamento do bebê.

Exercícios de pilates para dor lombar na gestação

Publicidade

Os exercícios ajudam a prevenir e aliviar a dor lombar durante a gravidez. São bem detalhados e ensinam a trabalhar a respiração durante as repetições. Ideais para todos os trimestres da gestação.

O pilates na gestação pode ajudar bastante em todos os trimestres, tanto a futura mamãe quanto o bebê. Converse com seu obstetra sobre a prática dos exercícios. Agora, aproveite e confira também a matéria sobre pressão alta na gravidez.

Assuntos: Gravidez