Óleo essencial de café: um aliado poderoso para sua saúde

Com potente ação antioxidante e hidratante, o óleo de café é um ótimo coadjuvante na perda de peso, no combate à celulite e aos sinais de idade

Escrito por Ana Kordelos

Foto: Getty Images

Assim como outros tipos de grãos, no momento em que ainda estão verdes, antes de passarem pelo procedimento de torra, os grãos de café são ricos em compostos conhecidos como óleos naturais. Para a extração destes óleos essenciais é necessário ocorrer um processo chamado de prensagem a frio.

A partir de então, este óleo, também conhecido como extrato de café verde, estará pronto para ser utilizado. Segundo a dermatologista Tarcila Taborda, este extrato é utilizado há vários anos na área da dermatologia pelos seus efeitos e benefícios na pele, onde grande variedade de produtos focados em tratamento de pele e cabelos o utilizam em sua composição. “Ele é rico em flavonoides e polifenóis, conhecidos pelos seus efeitos antioxidantes, mais potentes que a vitamina C e o chá verde, além de possuírem efeito clareador na pele”.

O café, fruto originário da região da Etiópia, teve seu uso difundido pela Arábia, seguindo para Egito, Síria e Turquia. Existem relatos e estudos de que a descoberta desse óleo seja datada da mesma época em que se descobriram outros óleos vegetais como linhaça, azeite de oliva e gergelim, por volta do ano 450 a. C.

Conforme Maria Vasconcelos, gastrônoma, pós-graduada em nutrição funcional e responsável pela Love2Cook, este óleo contém diversas propriedades benéficas à nossa saúde e estética, sendo o motivo principal de sua popularidade nos dias de hoje.

7 benefícios do óleo de café para a saúde

Foto: Getty Images

A gastrônoma explica que, dependendo do método de extração e onde o café foi cultivado, o óleo essencial de café pode ter até 800 compostos diferentes, bem como terpenos (substâncias naturais) e álcoois, sendo rico em diversos tipos de óleos essenciais.

Leia também: 10 dicas de como ficar com a pele bonita

Dentre seus compostos, Maria destaca a presença de ácido esteárico, um óleo muito usado por empresas na produção de cosméticos, o ácido oleico, mais conhecido como ômega-9, o ácido linoleico, o qual ajuda a selar a pele e torná-la impermeável à água, mantendo a umidade na pele durante o tempo seco, o ácido palmítico, o qual age como antioxidante, além do dihidrobenzofurano, o qual age sobre os receptores de serotonina no cérebro, tendo ação como um antipsicótico e antidepressivo e o 2,3-dimetilbenzofurano, composto responsável pelo perfume característico dos grãos de café e do óleo essencial do café.

Confira a seguir, alguns dos benefícios proporcionados pelo óleo de café à saúde e bem-estar segundo as profissionais:

1. Antidepressivo natural

Devido a presença do dihidrobenzofurano, ao inalar um pouco do aroma do óleo de café em um algodão, é possível estimular a produção de serotonina no cérebro, proporcionando uma sensação de bem-estar instantânea.

2. Melhora do aspecto da celulite

”Como um de seus compostos é a cafeína, esta age na pele aumentando a microcirculação, além de possuir um efeito antioxidante, possuindo uma boa resposta como coadjuvante no tratamento da celulite”, revela a dermatologista.

3. Previne o envelhecimento

A gastrônoma revela que devido a presença de do ácido clorogênico e vitamina E, o óleo de café é considerado um potente antioxidante, sendo essencial no combate aos radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e o surgimento de manchas na pele.

Leia também: Óleo de babaçu: 8 bons motivos para adotar este produto no seu dia a dia

4. Alto poder de hidratação

Devido a alta concentração da vitamina E, Tarcila explica que este óleo tem alto poder de hidratação, sendo muito indicado para o tratamento de rachaduras e ressecamento da pele. “Há uma história curiosa sobre a descoberta dos benefícios do café verde: observou-se que as mãos das pessoas que colhiam café no pé aparentavam menos idade do que o rosto. Isso se dá pelo efeito hidratante e rejuvenescedor da vitamina E”.

5. Ajuda no controle da glicose

Ideal para a prevenção da diabetes tipo 2, este óleo possui ácido clorogênico, o qual irá atuar no controle da glicose, reduzindo a quantidade de açúcar no sangue.

6. Auxilia a perda de peso

Devido à presença de cafeína e teobromina, o extrato de café verde possui ação termogênica, onde há o aumento da temperatura corporal, necessitando que o metabolismo acelere para efetuar uma compensação, consumindo assim um número de calorias maior para atingir o equilíbrio.

7. Cabelos mais brilhosos e resistentes

”Quando usado nos cabelos ele aumento o brilho e a resistência dos fios por melhorar a coesão da queratina”, ensina a dermatologista.

Como usar o óleo de café

Foto: Getty Images

As formas de utilização de óleo são variadas. Seja em sua versão pura, para ser utilizado na aromaterapia ou ainda na fabricação de produtos cosméticos, este composto mostra-se um ingrediente versátil. Confira a seguir algumas possibilidades para o uso do óleo de café:

Leia também: 10 alimentos que podem ajudar a melhorar a aparência do seu cabelo

Aromaterapia: na aromaterapia é possível encontrá-lo em sua versão concentrada, a qual pode ser difundida ou utilizada em forma de vapor, buscando facilitar a inalação do composto. Outra opção é misturá-lo com outros óleos essenciais e realizar uma massagem com o produto.

Uso tópico: muito utilizado para a hidratação da pele e cabelos, a dermatologista orienta aplicá-lo na área desejada da pele em até 3 vezes na semana. No caso dos cabelos, é possível aplicá-lo nas madeixas antes de dormir, buscando evitar o contato com o couro cabeludo. Ao acordar, basta lavar o cabelo, retirando o excesso. Repita este processo a cada 15 dias.

Uso oral: existem ainda versões em cápsulas ou em sua forma pura, indicadas para o uso via oral. Para a indicação de posologia ideal, é recomendável o acompanhamento médico, buscando evitar possíveis problemas devido ao uso excessivo do mesmo.

Como fazer seu óleo de café caseiro?

Apesar de ser fácil adquirir o óleo de café através de lojas online ou locais especializados em revenda de produtos naturais, é possível produzir seu próprio óleo em casa. Confira abaixo o passo a passo deste processo indicado pela gastrônoma:

Efeitos colaterais e contraindicações

Foto: Getty Images

A dermatologista alerta que, mesmo se tratando se um produto de origem natural, este pode causar alguns efeitos indesejáveis. “Como a base do produto é o óleo, sua aplicação deve ser evitada nas regiões com propensão a acne, por exemplo na face, costas e colo de pessoas que possuam pele oleosa”, alerta. Esta orientação também deve ser seguida por pessoas com cabelos oleosos ou problemas como dermatite seborreica e caspas, pois seu uso pode agravar o quadro.

Outra questão é a presença da cafeína, conforme Maria frisa, algumas pessoas podem apresentar reações extremas à mesma, com sintomas como quadros de agitação, arritmia, nervosismo, ansiedade, insônia, e, em casos mais severos, diarreia, dor abdominal, dor de cabeça e mal estar.

”Crianças e mulheres grávidas devem evitar o óleo essencial de café ou fazer uso somente sob a orientação de um profissional de saúde, bem como pessoas que sofrem de hipertensão, agitação, hipertireoidismo, úlceras, gastrite, problemas hepáticos e reumáticos”, ressalta a gastrônoma.

Óleo essencial com potente ação antioxidante e hidratante, o óleo de café tem se mostrado um ótimo coadjuvante na perda de peso, no combate à celulite e aos sinais de idade. Versátil, ainda é utilizado em tratamentos alternativos, sendo muito famoso na aromaterapia. Comprove já sua eficácia!

Dicas pela Web