Mulheres têm maior protagonismo no agronegócio nos últimos anos

A maior taxa de escolaridade entre o público feminino aumenta sua presença na gestão de propriedade rural

Publicado por                                
Em 18.04.22 às 17:42

Envato

Por
Em 18.04.22 às 17:42

A participação feminina na agricultura e no agronegócio não possui tanta representatividade, mas perfis como o de Aretuza Negri, agroinspiradora, leva a paixão desse mundo dos negócios a diversas pessoas na sua página no instagram Ela é do Agro. Depois de abandonar a carreira de assistente social, foi buscar seu sonho trabalhando em uma empresa de agronegócio.

Publicidade

Essa e outras histórias fazem refletir sobre o espaço e os desafios que as mulheres enfrentam em uma área muitas vezes vista como masculina. Embora as mulheres não sejam maioria, estudo do Ministério do Trabalho e Previdência (MTE) de 2020 informou o aumento do uso de tecnologias, como aplicativos no trabalho rural, e isso elevou a quantidade de mulheres envolvidas no ramo. Uma razão para isso é a maior taxa de escolaridade entre mulheres, que é superior à dos homens.

Segundo o Agroligadas, 66% das mulheres que encabeçam a gestão de propriedades rurais possuem acesso à tecnologia. Desde máquinas agrícolas, equipamentos de manejo, ferramentas de comunicação a aplicativos. Isso se deve ao fato de mulheres serem mais propensas a implementarem tecnologias no dia a dia do trabalho rural, de acordo com Associação Brasileira do Agronegócio (ABAG).

Com intuito de capacitar as mulheres que já estão atuando nesse mercado de trabalho, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Embrapa) oferece cursos como Produção de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs), criação de abelhas etc.

Essa iniciativa é uma fusão do Projeto Qualifica Mulher do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos com a Embrapa, que busca capacitar mulheres. Essa parceria possui recursos do Poder Público e também de instituições privadas.

Que tal conhecer mais mulheres empoderadas e presentes no mundo dos negócios? Leia a entrevista com Laís Conter, influenciadora digital, modelo e sócia da empresa Tela Preta.