Maskne: entenda como lidar com a acne causada pelo uso da máscara

Escrito por
Em 24.08.20

iStock

A máscara de proteção tornou-se um ítem de uso frequente com a pandemia de COVID-19. O surgimento de acne causado pelo uso das máscaras é conhecido como “maskne”. Já ouviu falar? Para saber tudo sobre e como evitar o problema, confira as informações que a dermatologista Julia Rocha (CRM: 52909289) deu para a gente!

Continua após o anúncio

O que é maskne

iStock

Maskne nada mais é do que lesões acneicas induzidas pelo uso da máscara. As lesões tendem a predominar na área coberta por ela, segundo a dermatologista.

O abafamento da região, assim como o atrito, estão relacionados ao desencadeamento do quadro. “Podemos classificar a maskne como uma acne oclusiva ou mecânica, em que o contato repetitivo com a vestimenta predispõe uma irritação local, seguida pelo surgimento das temidas lesões”, aponta Julia.

Como evitar a maskne

iStock

Mas, calma! A dermatologista Julia Rocha indicou algumas dicas que auxiliam na prevenção ou minimização do problema. Olha só quais são:

1. Escolha da máscara e cuidados com ela

Prefira máscaras 100% de algodão. Sempre que observar que ela ficou úmida, o ideal é que seja trocada. Além disso, é fundamental que a máscara de tecido seja lavada todas as vezes, já que o acúmulo de resíduos na região pode predispor ao quadro.

2. Mantenha uma boa rotina de higiene

Lavar o rosto duas vezes ao dia com um sabonete adequado para o seu tipo de pele auxilia na remoção das sujeiras e maquiagens. E certifique-se que a pele esteja limpa e seca antes de colocar a máscara.

3. Utilize hidratantes

Aplicar um hidratante próprio para o seu tipo de pele diariamente antes de colocar a máscara de proteção, auxiliará na barreira de proteção cutânea.

4. Evite o uso de maquiagem associado ao da máscara

A dermatologista indica que essa atitude é válida para não piorar o componente oclusivo.

Continua após o anúncio

5. Escolha do filtro solar

Para amenizar a maskne, Julia sugere filtros solares com texturas mais leves e secas.

6. Mantenha uma rotina de cuidados específicos

Se possível, mantenha ou inicie uma rotina de cuidados com a pele individualizada com seu dermatologista para a prevenção e tratamentos adequados.

7. Lembre-se que a acne não ocorre exclusivamente pelo uso da máscara

Alimentação inadequada e fatores emocionais também podem funcionar como gatilhos. “Nas situações de estresse, nosso organismo aumenta a secreção do hormônio cortisol, que pode piorar o quadro de acne”, afirma Julia. Vale a pena ficar de olho!

8. Não deixe de usar a máscara

A profissional aponta que a máscara não deve ser deixada de lado no caso de surgimento ou intensificação da acne, pois continua sendo aliada fundamental na sua proteção.

Com essas recomendações, fica mais fácil amenizar a maskne sem deixar de lado a prevenção. Para continuar se protegendo sem problemas, confira dicas para evitar as mãos ressecadas pelo álcool gel e cuide-se!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.