Leite empedrado: conheça as causas e saiba como tratar o problema

Escrito por
Em 21.07.20

iStock

O leite empedrado é um dos problemas de amamentação enfrentados por muitas mães. Você sabe quais são as causas e como evitar essa condição? Conversamos com Deyse Carneiro (COREN: 000.618.683), enfermeira neonatologista e consultora em amamentação, para esclarecer o assunto. Confira:

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

Sintomas

O leite empedrado ou ingurgitamento mamário é o acúmulo de leite nos ductos. Os sintomas se apresentam com uma maior viscosidade do leite, endurecimento e pouca flexibilidade da mama e formação de edema. Percebe-se também a gelificação do leite, que sai do estado líquido para um estado mais sólido, causando muita dor.

Por que o leite fica empedrado?

Em resumo, o leite empedrado é causado por alguns fatores. A principal causa é o acúmulo de leite, na fase em que o bebê ainda não está mamando o suficiente. O problema pode ser causado também por atraso na amamentação, pegada errada do bebê, falta de esvaziamento, ausência de livre demanda, pressão na área mamária e outros.

Como tratar e evitar o leite empedrado?

iStock

Quer saber como evitar, manejar e tratar o leite empedrado? Deyse Carneiro dá ótimas dicas para lidar com esse problema. Acompanhe:

Livre demanda

Segundo a consultora, a amamentação em livre demanda feita com a técnica correta ajuda a evitar o ingurgitamento mamário, pois impede o acúmulo de leite nas mamas.

Massagem nos seios

A enfermeira afirma que massagear os seios, do centro para as extremidades, antes de todas as mamadas, é uma das formas de evitar e tratar o leite empedrado.

Ordenha manual

Uma dica é fazer a ordenha manual para evitar o acúmulo de leite, caso o bebê não esteja conseguindo mamar.

Pressão reversa

Se você estiver com o leite empedrado, uma dica recomendada por Deyse é fazer a técnica da pressão reversa.

Continua após o anúncio

Sustentação da mama

Evite usar sutiãs de alças finas. Opte por modelos de alças largas e tipoias para sustentar a mama.

Cuidado com as compressas

Deyse não recomenda o uso de compressas mornas ou frias sem supervisão de um profissional de saúde, pois isso pode causar um efeito rebote.

Medicação

Em caso de necessidade, consulte um médico para prescrição de anti-inflamatórios e analgésicos.

O problema de ingurgitamento mamário é bastante comum, então não se preocupe em excesso. Aproveite para conhecer mais sobre a importância do aleitamento materno e conferir dicas para que o processo seja mais leve e agradável.