Tudo o que você precisa saber sobre a insônia para noites mais tranquilas

Escrito por
Em 08.02.21

iStock

Por                                
Em 08.02.21

Quem já passou noites em claro sabe que a insônia não é brincadeira! Pensando nisso, conversamos com a psicóloga Bruna Sander (CRP 08/22765) a fim de entender o problema e buscar alternativas que possam te ajudar a dormir melhor. Para saber mais, siga a leitura!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é insônia

iStock

A insônia é um distúrbio bastante popular que prejudica a capacidade de adormecer ou de se manter adormecido durante o período noturno. Bruna indica que sua consequência pode aparecer em manifestações de mau humor e cansaço físico e mental, além de problemas cognitivos como memória ruim, falta de criatividade e desatenção.

“Se associarmos a questões psicológicas, encontramos ligação com a ansiedade, estresse e depressão”, afirma a psicóloga. Ela ainda nos contou quais são as causas mais comuns. Confira:

  • Cansaço mental e físico: o esgotamento mental e o cansaço físico podem atrapalhar o sono.
  • Estresse: sofrer diariamente com o estresse é uma causa bastante comum da insônia.
  • Doenças patológicas: a ansiedade, por exemplo, é uma doença causadora das noites sem sono.
  • Uso de cafeína: a cafeína em excesso, especialmente no fim do dia, manda o sono para longe e não te deixa descansar.

Agora que você sabe o que é insônia e o que pode causá-la, ficará mais fácil identificar o problema e ficar de olho no seu sono!

Sintomas da insônia

Elencamos os principais sintomas da insônia para te deixar bem informada. Olha só quais são eles:

  • Estar cansada, mas não conseguir adormecer;
  • Mente agitada;
  • Acordar várias vezes durante a noite;
  • Sensação de euforia constante;
  • Ansiedade.

Conhecer os sintomas é o primeiro passo para a solução do problema. Fique ligada e busque ajuda se necessário!

Tratamento e dicas para acabar com a insônia

Quer saber como se livrar da insônia? Agora, você pode! A sequência de dicas vai te auxiliar a ter noites de sono melhores e mais saudáveis. Dá uma olhada:

Invista na psicoterapia

Bruna explica que o tratamento psicológico pode auxiliar através de técnicas específicas no processo de amenização desses sintomas, buscando um resultado de melhoria na reação comportamental e emocional do paciente.

Publicidade

Pratique atividades físicas

Uma rotina de exercícios físicos é importante na regulagem do sono. Lembre-se de não praticar as atividades muito tarde, pois você pode ficar agitada e não conseguir dormir. O ideal é malhar durante o dia!

Procure fazer refeições leves

Uma rotina leve e saudável auxilia na promoção de noites de sono melhores, além de dias mais ativos e leves. Teste e tire a prova!

Evite contato com as telas antes de dormir

Utilizar televisão, computador, celular e muita luz atrapalha na qualidade do sono, uma vez que deixa a mente agitada.

Aposte na meditação

Essa é uma dica para te acalmar e deixar a mente mais tranquila antes de dormir. Muitos aplicativos de celular guiam a meditação e você pode procurar em sites também. O importante é encontrar algo que funcione para você!

Busque músicas que trazem sensação de calmaria

Quando se deitar, escolha uma música tranquila e que te traga paz. Aproveite o momento e foque na música, assim você ficará bem mais tranquila e longe do agito que nos tira o sono.

Tome chás calmantes

Camomila, maracujá e capim-limão são exemplos de chás que podem te ajudar em uma noite tranquila. Teste e sinta seu corpo te agradecendo no dia seguinte!

Diminua o consumo da cafeína

Especialmente no fim do dia! Nada de café ou chá-mate na parte da noite, viu? Por serem alimentos estimulantes, podem atrapalhar seu sono.

Coloque as orientações em prática e tenha uma noite de sono e descanso merecido. Para isso, confira também estas 12 dicas de como dormir bem!

Este conteúdo foi útil para você?
SimNão

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.