13 sintomas da insolação, como prevenir e tratar essa condição

Escrito por                    
Atualizado em 21.06.22

Envato

Por
Atualizado em 21.06.22

Apesar de ser confundida com a queimadura solar, a insolação é mais grave e, em alguns casos, provoca complicações em órgãos vitais, podendo, até mesmo, ser fatal. Para falar sobre o assunto, A dermatologista Dra. Anelise Dutra (CRM/SP 130.495), da clínica Unique, explicou o que é, citou os sintomas e orientou sobre a prevenção e o tratamento do quadro. Confira!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é a insolação

Segundo a dermatologista, “a insolação pode ser uma situação séria e até levar a óbito. “Ocorre quando a temperatura corporal aumenta rapidamente devido às situações de exposição ao sol. Normalmente, “acontece em ambientes muito quentes ou em situações que provocam aumento rápido da temperatura corporal, assim, o mecanismo de transpiração falha impedindo o resfriamento corpóreo”.

Entre alguns exemplos citados pela médica estão: “passar muito tempo exposto ao sol sem protetor solar (na praia, no clube, na piscina etc.); praticar atividades extenuantes, ou seja, que causam esgotamento e enfraquecimento físico; usar roupas em excesso, especialmente no calor e ficar sem se hidratar por muito tempo”.

Além disso, a Dra. Anelise comenta que o quadro de insolação é considerado emergencial, pois pode afetar o cérebro, coração, rins e músculos. “Em casos mais graves ou quando a insolação não é tratada de forma adequada e rapidamente, pode provocar diversas complicações em órgãos vitais, como o cérebro, inclusive, pode ocorrer coma e morte”, finaliza.

Sintomas de insolação

Uma das principais características do quadro é a desidratação que deve ser revertida o quanto antes. Segundo a dermatologista, quando não tratada imediatamente, as chances de óbito são altas e pode ocorrer sequelas irreversíveis, além de comprometer os rins. Veja a seguir os principais sintomas da insolação:

  • Dores de cabeça;
  • Tontura e náuseas;
  • Pele quente e seca;
  • Pulso rápido;
  • Distúrbios visuais;
  • Confusão mental;
  • Respiração rápida e difícil;
  • Palidez, às vezes, desmaio;
  • Convulsão;
  • Temperatura do corpo muito elevada;
  • Extremidades arroxeadas;
  • Fraqueza muscular;
  • Coma.

A situação é séria! A médica ressalta que “dependendo do tempo de exposição ao sol, os sintomas podem ser mais graves e podem levar à morte”.

Como prevenir a insolação

Envato

Como visto até agora, a insolação pode causar várias complicações, por isso, é muito importante a prevenção. Confira algumas dicas e orientações passadas pela especialista:

  • Evite a exposição ao sol das 10h e das 16h. Além disso, a grande exposição ao sol com frequência, também pode provocar câncer de pele;
  • Use roupas leves, de cores claras, tecidos leves e confortáveis;
  • Use protetor solar com FPS 50 ou mais e evite queimaduras na pele;
  • Beba muito líquido para evitar a desidratação. Opte por água, sucos de frutas naturais ou água de coco;
  • Ao se exercitar no verão, beba muito líquido duas horas antes da atividade, durante e após;
  • Tome cuidado com os momentos mais quentes do dia, ou seja, das 11h às 15h. Beba bastante água e se mantenha na sombra;
  • Em dias de muito sol, evite ficar muito tempo no carro, pois nessas situações o risco é maior;
  • As bebidas alcoólicas em excesso causam desidratação;
  • Consuma alimentos leves, como frutas e verduras.

Agora que você já sabe como prevenir a insolação, continue a leitura para saber como é feito o tratamento.

Publicidade

Tratamento para a insolação

A profissional explica que para tratar a insolação é preciso reduzir a temperatura corporal e hidratar o organismo. Nesse caso, “além de oferecer água e manter a pessoa em um lugar fresco e arejado, é importante deixá-la com roupas leves para o corpo reagir”.

Outras medidas também podem ser adotadas, “como fazer compressas de água fria e colocar panos molhados, pois esse processo ajuda a baixar a temperatura do corpo”. A dermatologista finaliza dizendo que, dependendo do quadro, pode ser necessária aplicar soro na veia do paciente para hidratá-lo.

Como visto, a insolação pode ser muito grave, levando a um quadro de coma ou, até mesmo, à morte. Por isso, é importante considerar as orientações da profissional para prevenir essa condição. Aproveite e saiba como identificar e prevenir a alergia ao sol.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Pele