Como conquistar independência financeira e administrar seu dinheiro

Escrito por                    
Atualizado em 04.07.22

Envato

Por
Atualizado em 04.07.22

Atualmente, várias mulheres empreendedoras falam sobre a importância de administrar seu próprio dinheiro, mas você conhece o significado do termo independência financeira? Nesta matéria, a economista Laura Pacheco explica a ambiguidade dessa expressão e dá dicas de como alcançá-la mudando alguns hábitos em relação a você, ao dinheiro e ao seu patrimônio.

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é independência financeira?

Segundo a economista, há dois termos usados pelos especialistas para falar sobre o assunto, que é a independência financeira e a liberdade financeira. O primeiro remete à relação de dependência entre indivíduos e instituições, como pais e filhos, marido e mulher, sociedade e governo etc. Já o segundo é a relação direta com a venda das suas horas de trabalho.

Laura explica que o primeiro significado “é quando você não precisa de outras pessoas, pois através do seu próprio trabalho você consegue suprir suas necessidades financeiras”. Já o segundo termo é mais utilizado para expressar uma liberdade financeira, pois é por meio “do seu próprio patrimônio que você gera a renda necessária para viver”.

Essa renda é obtida por meio de investimentos, podendo ser em aplicações mais conservadoras, como poupança e renda fixa; ou mais arriscadas, como bolsa de valores. Para Laura, investir é como pagar um boleto: você separa todo mês um valor para aplicar e esse valor poderá render durante um determinado período. Ao final, o investidor poderá resgatar esse dinheiro ou reaplicá-lo.

De qualquer forma, as duas definições emancipam o indivíduo, pois é possível bancar suas próprias necessidades. Essa independência financeira pode contribuir para a decisão de sair de um relacionamento tóxico e até mesmo situações de violência patrimonial, visto que a dependência financeira é um dos fatores para as vítimas não buscarem por ajuda.

Esses termos também auxiliam a não depender do emprego para garantir a aposentadoria ou viver um sonho, como a compra da casa própria. Porém, é importante destacar que ser independente não significa abandonar o mercado de trabalho. Segundo Laura, o que termina é a relação de obrigatoriedade que envolve a permanência no emprego para garantir o padrão de vida desejado.

Educação financeira é essencial em tempos de crise

“Tempos difíceis devem servir para criar pessoas fortes”, pondera Laura a respeito do cenário brasileiro. Além da inflação alta, há o desemprego, a desvalorização do salário-mínimo e a inadimplência. Muitas vezes, a falta de preparo para atravessar esses períodos se deve à falta de educação financeira entre os brasileiros.

“Por causa da falta de educação financeira, a gente acaba sofrendo consequências muito mais severas quando aparece uma crise”, continua a profissional. Laura explica que a falta de conhecimento atinge grupos mais e menos economicamente favorecidos, sendo essencial para conseguir aplicar o planejamento financeiro estipulado.

Além disso, muitas pessoas acham que a educação financeira serve apenas para administrar seu próprio dinheiro. Mas o conceito está para além disso, pois, com estudo, é possível organizar seu dinheiro para atingir sonhos e até mesmo se organizar para possíveis crises.

Publicidade

Como atingir a independência financeira

Envato

Se reeducar não é fácil, mas necessário. Para ajudar você a dar o primeiro passo, Laura Pacheco apresenta cinco dicas essenciais. Confira:

Construa uma mentalidade

Laura diz que é preciso compreender seus objetivos para alcançar a independência financeira. Para isso, pense sobre os seus objetivos e como o dinheiro pode te ajudar a alcançar essas metas. Além disso, também reflita sobre como está a sua organização financeira ultimamente e o que poderia melhorar.

“Você tem que alinhar seus comportamentos com isso, construir hábitos que te levem para esse objetivo. Por exemplo, se você quer ser um profissional da área de vendas, você tem que ter um hábito de estudo de vendas. O mesmo ocorre com o dinheiro: é preciso criar o hábito de poupar e depois investir para que o seu objetivo financeiro seja atingido”, afirma.

Comece com o básico

De acordo com Laura, é possível calcular o quanto você precisa poupar para conquistar a renda tão sonhada. Para isso, comece estabelecendo sua renda passiva, que é a renda mensal que você gostaria de receber para bancar o seu padrão de vida.

“Dessa forma, é possível fazer o cálculo do quanto você tem que ter investido para ter essa renda passiva, considerando uma rentabilidade anual. Isso é importante para estipular uma meta do que é necessário fazer para atingir a liberdade financeira”, explica.

Construa uma reserva de emergência

“Eu falo que imprevistos não podem acontecer, imprevistos vão acontecer”, reforça a profissional sobre a importância de guardar dinheiro. Para criar essa reserva, basta somar os gastos mensais de 3 a 6 meses. A soma é o valor da sua reserva, afirma Laura. Aqui você constrói a ideia do “boleto”.

“A partir do momento que essa conta for crescendo, é possível sofisticar as estratégias e encontrar investimentos melhores, pois quanto maior for o valor da poupança, mais rápido é você chega naquele montante investido para ser livre financeiramente. E quanto melhor a rentabilidade, mais rápido você chega a esse montante”, assegura a profissional.

Não romantizar a trajetória de terceiros

Histórias como a de Jade Picon, que conseguiu sua independência financeira aos 13 anos, podem até te inspirar, mas é preciso cuidado para não as romantizar e querer replicá-las na própria vida. “É muito importante trazer histórias de sucesso como inspiração, mas você tem que saber separar inspiração e ilusão, porque ao mesmo tempo que temos casos como a de Jade Picon, tem outros milhares que tentaram fazer a mesma coisa e não tiveram os mesmos resultados”.

Para ela, o empreendedorismo jovem é apenas um dos caminhos para obter independência na juventude. Para esse público, Laura indica também tentar as dicas anteriores, pois quanto mais cedo começar, melhor.

Publicidade

Aproveite os períodos de bonança

Em tempos de crise é mais difícil juntar dinheiro. A queda do padrão de vida e o aumento dos preços atingem uns mais que outros. Para ter a reserva de emergência como apoio nesses momentos, deve-se aproveitar períodos em que a economia esteja mais favorável para poupar. Para Laura, esse é o melhor momento para aprender a lidar com o dinheiro.

Para quem já tem investimentos, tempos de crises são uma oportunidade. “Quem tá aí com o dinheiro aplicado está faturando passivamente 1% ao mês, que é uma rentabilidade alta”, explica a economista. Taxas de juros muito altas colaboram com a rentabilidade de alguns investimentos. Esta é uma forma de continuar ganhando frente às incertezas na economia.

Gostou das dicas? A seguir, aprofunde seus conhecimentos e veja os vídeos separados sobre o tema para ajudar você a alcançar a independência financeira.

5 vídeos para ter a independência financeira na palma da mão

Abaixo, confira vídeos sobre o tema que vão ampliar os seus conhecimentos sobre finanças pessoas e investimentos:

Passo a passo para a independência

Confira o caminho enfrentado pelas pessoas do vídeo até chegar à tão sonhada independência financeira. As fases contemplam o endividamento, o primeiro emprego etc. Embora não reconhecidas, pela Anbima e a CVM, o relato explica a trajetória do dinheiro.

Calculando a renda

Aqui, Ella também explica mais sobre a independência financeira e ensina a fórmula para calcular o quanto precisa para se tornar independente.

Independência x Liberdade

Ainda há dúvidas sobre o que é independência financeira e liberdade financeira? Este vídeo pode ajudar! Ele traz outras dicas para você adotar conforme a sua realidade.

Publicidade

O tal dos investimentos

Para quem sabe uma pouco mais sobre investimentos, esse vídeo ensina a construir o seu montante por meio da renda fixa e da renda variável. Aqui, o vídeo mostra 5 tipos de investimentos dentro desses tipos de renda. Assista!

Independência feminina

A independência financeira é importante para a vida das mulheres. Neste vídeo, você também encontra o porquê da educação financeira ser uma peça fundamental e entende seu papel na independência financeira.

Se gostou desse conteúdo, veja dicas de planejamento financeiro da educação dos filhos para ampliar seu conhecimento sobre o assunto.