Aprenda a economizar R$ 6.890 em um ano com o Desafio das 52 Semanas

Com um pouco de disciplina, suas economias semanais vão resultar em um bom dinheiro para realizar seu sonho no final de um ano

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Você tem algum sonho que depende de economizar algum dinheiro? Talvez você sonhe em fazer uma viagem internacional, reformar a casa, fazer uma pós-graduação…

Independente de qual for o seu sonho, se ele depender de juntar algum dinheiro para ser realizado, você vai precisar tomar algumas medidas para economizar, certo?

E, como nós costumamos estar carecas de saber, guardar dinheiro nem sempre é tarefa fácil. Afinal, um cafezinho aqui, uma sobremesa ali, umas blusinhas em promoção e puf! Lá se foram todas as economias do mês.

Pensando nisso, hoje nós vamos conversar sobre o Desafio das 52 Semanas, que permite que você guarde até R$ 6.890 em um ano! Essa quantia pode não ser suficiente para comprar um carro zero à vista, mas você já pode ir pensando em dar uma entrada ou, quem sabe, comprar a sua tão sonhada viagem.

Como funciona o Desafio das 52 Semanas

Foto: Getty Images

O único jeito de ganhar dinheiro sem fazer muito esforço é ganhar na loteria, então é importante você saber desde já que o Desafio das 52 Semanas não faz milagres. Pelo contrário: trata-se de uma técnica matemática (bem simples!) que exige disciplina para dar certo.

Leia também: 7 dicas práticas para ter controle sobre seu dinheiro

A cada semana, você deve deverá juntar uma determinada quantidade de dinheiro, que pode ser depositada em um cofrinho ou em uma poupança – nesse caso, seu dinheiro ainda vai render um pouquinho a mais por mês.

É você que decide a quantia inicial que será poupada, porém, para chegar aos R$ 6.980 ao final das 52 semanas (ou seja, um ano), é necessário começar com R$ 5. A cada semana, você deve acrescentar R$ 5 ao valor economizado na semana anterior.

Dessa forma, na segunda semana, você deverá depositar R$ 5 mais R$ 5, ou seja, R$ 10. Na terceira semana, você deverá depositar R$ 10 mais R$ 5, totalizando R$ 15 reais, e assim por diante, conforme a tabela a seguir:

Foto: Dicas de Mulher

Para que esse método funcione, é necessário analisar seu orçamento e prever se será possível guardar as quantidades determinadas até o final das 52 semanas. Os R$ 5 iniciais podem parecer pouca coisa, mas, à medida que o tempo passa, as quantias a serem economizadas são bem mais significativas.

É nessas horas que a disciplina vai falar mais alto: para chegar ao valor estabelecido para cada semana, será necessário cortar gastos supérfluos e pensar duas vezes se você realmente precisa comprar mais um par de sapatos. A vantagem de usar a tabela é que ela permite visualizar seu saldo, e isso dá um superânimo para continuar poupando.

Leia também: 11 ideias de como ganhar dinheiro na internet

Não vou ter todo esse dinheiro para poupar. Posso começar com menos?

Foto: iStock

Se você fez as contas e já sabe que não será possível poupar os valores mais altos conforme for avançando no desafio, saiba que você pode sim começar com uma quantidade menor.

Por exemplo: ao começar guardando R$ 1, você deverá acrescentar também R$ 1 à quantia economizada por semana, de forma que seu maior depósito será de R$ 52 reais (R$ 1 real na primeira semana, R$ 2 na segunda, R$ 3 na terceira e assim por diante). É claro que, nesse caso, o saldo final será menor, totalizando R$ 1.378.

Caso você decida começar com R$ 2, na segunda semana você deverá depositar R$ 4; na terceira, R$ 6; e assim por diante. Seu total será de R$ 2.756, com o depósito máximo de R$ 104.

E, é claro, se você estiver em uma situação financeira um pouco mais confortável, você pode iniciar o Desafio das 52 Semanas com uma quantia maior. Ao começar com R$ 10, por exemplo, você poderia juntar R$ 13.780 ao final desse período.

Independente da quantia inicial, o Desafio das 52 Semanas é uma ótima forma de nos ajudar a poupar e a refletir sobre nossos gastos. Ao observar a tabela, conseguimos visualizar o quanto podemos economizar ao deixar de comprar coisas supérfluas e nos concentrar em um objetivo de longo prazo, mudando para melhor nossa relação com o dinheiro.

Leia também: Como economizar nas tarifas bancárias

Dicas pela Web