Como curar ressaca: dicas para que seu dia após a bebedeira seja mais fácil

Escrito por
Em 27.10.19

iStock

Nós sabemos que o dia depois de uma noite de bons drinks pode não ser lá muito fácil. Alguns sintomas que você pode sentir no dia seguinte são: dor de cabeça, boca seca e indisposição. Se você exagerou na bebida e agora está se perguntando como curar a ressaca ou quer saber como preveni-la, confira o texto abaixo para sanar as suas dúvidas.

Continua após o anúncio

O que é ressaca?

A endocrinologista Luana Aparecida de Lima Ramaldes de Oliveira (CRM: 150.493), do Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (CEJAM), explica que a ressaca é o conjunto de sintomas que surgem após o final de um episódio de consumo de bebidas alcoólicas. Além disso, ela conta com manifestações fisiológicas e comportamentais. “O mecanismo que leva à ressaca ainda não é muito bem compreendido, mas acredita-se que o metabólito do álcool possa ser o responsável pelos sintomas, além do aumento da produção de substâncias envolvidas no processo inflamatório do corpo, induzidas pelo consumo de álcool”, afirma.

Além disso, há evidências de alterações hormonais durante o consumo de álcool, como, por exemplo, “a redução do hormônio antidiurético, o que leva à perda de líquidos do corpo pelo rim, levando a um estado de desidratação e diminuição da disponibilidade de glicose para o corpo. Outras causas que também podem estar relacionadas à manifestação dos sintomas da ressaca são: compostos não alcoólicos em bebidas alcoólicas (por exemplo, congêneres), uso de outras drogas e histórico familiar”, completa.

Quais os sintomas da ressaca?

Agora que você já sabe o que é ressaca, que tal conferir quais são os sintomas que ela pode apresentar? Cada um dos itens pode aparecer sozinho ou acompanhado.

Leia também: 10 maneiras de tratar olheiras naturalmente

  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Cansaço
  • Sede
  • Sensibilidade à luz
  • Sensibilidade ao som
  • Dores musculares
  • Dores estomacais
  • Tonturas
  • Vertigens
  • Mau-humor
  • Ansiedade
  • Irritabilidade

Desde a dor de cabeça até a irritabilidade, pode não ser muito fácil lidar com a ressaca. Mas conhecendo-os, você já pode saber o motivo de eles aparecerem após uma noitada de bons drinks.

Como curar a ressaca?

iStock

Quer saber algumas dicas para te ajudar a sobreviver a um dia de ressaca? Com as sugestões abaixo, seu dia pode ficar bem mais fácil. Dá só uma olhadinha:

1. Beba água

Como o consumo de álcool faz com que uma grande quantidade de líquidos seja perdida, é importante aumentar a hidratação no dia seguinte. O recomendado é que você beba aproximadamente 2 litros de água por dia.

Continua após o anúncio

2. Reponha o potássio

É comum urinar mais do que o normal quando se está consumindo álcool e isso faz com que alguns nutrientes sejam perdidos. Quando isso acontece, o potássio é eliminado em grande quantidade. Para repor o que perdeu, a banana é uma ótima aliada.

3. Tome sucos naturais

Sucos de frutas contam com a frutose, um tipo de açúcar que acelera a queima do álcool. Assim, você dá uma mãozinha para o seu organismo e ainda ajuda diminuir o sintoma de boca seca.

Leia também: Suco detox: as 20 melhores receitas para uma alimentação saudável

4. Coma alimentos leves

Adotar uma alimentação leve também ajuda o seu corpo a eliminar mais facilmente as toxinas produzidas pelo fígado. Pensando nisso, não abuse do sal e deixe de lado alimentos enlatados, pois eles aumentam a retenção de líquido e atrapalham o processo de desintoxicação. Arroz, feijão e legumes são bons aliados.

5. Coma mel

Uma colher de sopa de mel a cada 2 horas durante o dia da ressaca também ajuda a aliviar o desconforto. Isso porque o açúcar presente nesse ingrediente auxilia o corpo a se desintoxicar.

6. Consuma gengibre e hortelã

Para evitar a náusea de uma maneira natural, o gengibre e a hortelã são ótimos aliados. Além disso, eles também ajudam a desintoxicar o corpo. Para melhorar ainda mais, você pode optar usá-los para o preparo de chás, de sucos ou até mesmo para aromatizar sua água.

7. Fique de repouso

Acordou com a sensação de que foi atropelada por um caminhão? Então, dê o seu corpo o que ele precisa: descanso. Evite atividades físicas enquanto estiver se sentindo indisposta.

8. Tome remédios sintomáticos

Antieméticos ajudam a evitar o vômito. Já os analgésicos podem aliviar a dor. Se você for tomar algum medicamento para diminuir os sintomas da ressaca, evite o paracetamol, pois ele é metabolizado no fígado, assim como o álcool. Dê preferência para medicamentos a base de ácido acetilsalicílico ou aspirina.

Leia também: 5 remédios caseiros eficazes para combater enxaqueca e dores de cabeça

9. Consuma cisteína

A cisteína é um aminoácido que ajuda a eliminar uma parte do acetaldeído. Essa é uma toxina criada pela reação do álcool no corpo humano e que pode causar desconfortos como náusea e dor de cabeça. Ovos, brócolis, pimenta e cebola contém esse aminoácido.

Continua após o anúncio

10. Tome café

Além a te ajudar a ficar mais acordada, o café ainda ajuda a reduzir a dilatação dos vasos sanguíneos, que é uma das causas da dor de cabeça. A bebida também dá aquela mãozinha para o fígado metabolizar as toxinas.

Como evitar a ressaca?

Se você já quer se preparar antes de começar a beber, uma boa dica é se alimentar antes de consumir álcool. “Alimentos como mel e banana são uma boa alternativa para evitar a ressaca, assim como algumas substâncias à base de plantas, que foram estudadas para prevenir o fenômeno, tais como: extrato de planta A. Senticosus, suco de pera coreano, suco de dente de leão e ginseng vermelho”, afirma Luana. Ainda segundo ela, também é interessante intercalar a bebida alcoólica com água.

Principais dúvidas sobre a ressaca

iStock

Se você ainda quer esclarecer algumas dúvidas relacionadas à ressaca, veja só as respostas da médica endocrinologista:

Existem pessoas que têm mais tendência a ter ressaca? Sim. Indivíduos com histórico familiar de propensão à ressaca ou dependência do álcool, além de fatores psicológicos, são mais suscetíveis a apresentarem os sintomas. Além disso, também têm mais tendência os indivíduos que apresentam deficiência na enzima acetaldeído desidrogenase, que metaboliza o álcool no organismo.

Quais são os fatores que aumentam a gravidade da ressaca? Os fatores que aumentam a gravidade da ressaca incluem falta de consumo de alimentos, diminuição da qualidade e quantidade de sono, desidratação e saúde frágil.

Beber de estômago vazio contribui para a ressaca? O álcool irrita diretamente o estômago e intestinos, causando inflamação do revestimento do estômago (gastrite) e esvaziamento tardio do órgão. Desse modo, beber de estômago vazio pode aumentar a absorção do álcool, além de efeitos diretos na mucosa, contribuindo para os sintomas de dor abdominal, náuseas e má digestão presentes durante o episódio de ressaca.

Comer doces ajuda a evitar a ressaca? Não. Estudos prévios já buscaram avaliar se doces poderiam melhorar a ressaca: indivíduos que receberam glicose ou frutose não apresentaram nenhuma alteração subjetiva em relação aos sintomas da ressaca.

Quanto tempo podem durar os efeitos da ressaca? Os efeitos da ressaca têm início de 6 a 8 horas após a pessoa cessar o consumo de álcool e podem durar até 24 horas depois desse cessamento.

Nem sempre é fácil evitar a ressaca, mas agora você conhece dicas de como fazer isso. E, para te ajudar a repor os nutrientes de forma leve veja também receitas de sopa de legumes.

Continua após o anúncio

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Para você