Comida crua é mais saudável do que comida cozida?

Será que uma dieta à base de alimentos crus é mais saudável? Nem sempre! Saiba quais alimentos são mais saudáveis crus ou cozidos

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

É verdade: cozinhar os alimentos geralmente os deixa mais saborosos, mas esse processo também muda sua composição nutricional. Algumas vitaminas podem ser perdidas, enquanto as enzimas são desativadas.

Com base nessas informações, algumas pessoas defendem que uma dieta à base de alimentos crus, chamada de crudívora, seria uma opção mais saudável para o nosso organismo.

Para elas, o mais recomendado seria seguir uma dieta que seja pelo menos 70% composta por alimentos que não passaram por nenhum tipo de cozimento ou processamento. A preferência de consumo é por a alimentos fermentados, grãos germinados, nozes e sementes, além das frutas e verduras, é claro.

Contudo, mais do que ser um tanto difícil de ser seguida a rigor, uma dieta crudívora pode trazer algumas desvantagens para o nosso organismo. Conheça alguns fatos sobre alimentos crus e cozidos para decidir:

Cozinhar pode destruir as enzimas dos alimentos

Foto: Reprodução / Bocadinhos

O processo de cozimento desativa algumas enzimas encontradas nos alimentos – na verdade, quase todas elas são desativadas quando a temperatura ultrapassa os 47 °C, conforme indica esta pesquisa. Porém, não há evidências de que as enzimas dos alimentos ofereçam algum benefício para a nossa saúde.

Leia também: 26 receitas veganas deliciosas para o seu cardápio do dia a dia

Vitaminas solúveis em água são perdidas no cozimento

Foto: iStock

Os alimentos crus realmente podem ser mais ricos em alguns nutrientes em comparação aos cozidos. Isso de aplica principalmente quando falamos das vitaminas solúveis em água, como a vitamina C e as vitaminas do complexo B, de acordo com este artigo.

Ferver os alimentos é o método que mais causa a perda desses nutrientes, enquanto cozinhar ao vapor, assar e stir fry (fritura oriental, com wok) se apresentam como alternativas melhores.

Alimentos cozidos são mais fáceis de mastigar e digerir

Foto: Getty Images

A mastigação é um passo muito importante no processo de digestão, pois é nesse momento que acontece a quebra dos alimentos em pequenos pedaços que podem ser digeridos. Alimentos mal mastigados são mais difíceis de serem ingeridos, exigindo mais energia e esforço do nosso organismo.

O cozimento, além de geralmente tornar os alimentos mais saborosos, ainda ajuda a quebrar algumas fibras e paredes celulares, facilitando o processo de digestão e de absorção de nutrientes.

O cozimento aumenta as propriedades antioxidantes

Foto: iStock

O ato de cozinhar os vegetais pode aumentar a disponibilidade de suas substâncias antioxidantes, que ajudam a combater o envelhecimento e doenças como o câncer e os problemas cardíacos.

Leia também: As 5 melhores frutas para queimar gordura

O tomate, por exemplo, perde 29% de sua vitamina C quando é cozido, mas a quantidade de licopeno é dobrada, enquanto a capacidade antioxidante total aumenta em 60%. Para você ter uma ideia de como o licopeno é importante, ele está associado à diminuição do risco de câncer de próstata e doenças cardíacas.

Cozinhar mata bactérias e outros micro-organismos prejudiciais

Foto: iStock

Mesmo com a perda de alguns nutrientes, certos alimentos devem ser consumidos preferencialmente cozidos, pois suas versões cruas podem conter micro-organismos prejudiciais à nossa saúde.

Frutas e vegetais costumam ser seguros para serem consumidos crus, desde que não tenham sido contaminados e tenham passado por uma boa higienização. Por outro lado, carne, ovos e peixes devem passar por um processo de cozimento, enquanto o leite deve ser pasteurizado, visto que a maior parte das bactérias causadoras de doenças não sobrevive a temperaturas maiores do que 60 °C.

Depende da comida!

Foto: iStock

A verdade é que alguns alimentos são mais saudáveis quando consumidos crus, enquanto outros apresentam mais benefícios ou são mais seguros quando são consumidos cozidos. Confira:

Alimentos que são mais saudáveis crus

  • Brócolis: a versão crua contém três vezes mais sulforafano, uma substância que ajuda a combater o câncer;
  • Repolho: o cozimento do repolho destrói a enzima mirosinase, que colabora para a prevenção do câncer;
  • Cebola: o cozimento reduz seu efeito antiplaquetário, o qual contribui para a prevenção de doenças cardíacas;
  • Alho: o cozimento destrói alguns compostos sulfúricos que têm propriedades anticancerosas.

Alimentos que são mais saudáveis cozidos

  • Espinafre: o cozimento aumenta a disponibilidade de nutrientes como ferro, magnésio, cálcio e zinco;
  • Tomate: a versão cozida tem duas vezes mais licopeno e 60% mais ação antioxidante em comparação à versão crua;
  • Cenoura: cenouras cozidas contêm mais betacaroteno do que cenouras cruas;
  • Batata: o amido da batata é praticamente indigerível quando ela está crua;
  • Legumes (vagem, ervilha): legumes crus contêm uma toxina perigosa, a qual é eliminada no cozimento;
  • Carnes, peixes e aves: as versões cruas podem conter bactérias que causam intoxicação alimentar. O cozimento elimina esses micro-organismos.

Como você pôde perceber, o veredito final é que não podemos afirmar que uma dieta à base de alimentos crus é mais saudável que uma dieta à base de alimentos cozidos e vice-versa. Uma dieta equilibrada, com uma ampla variedade de alimentos crus e cozidos, é a melhor opção para o nosso organismo.

Leia também: Como identificar que você está com intoxicação alimentar?

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web