8 motivos para você incluir gengibre na sua dieta

Escrito por Mariana Bueno

Foto: iStock

O gengibre está entre os temperos mais saudáveis do mundo. É rico em nutrientes e compostos bioativos que têm grandes benefícios para o corpo e para o cérebro, principalmente o gingerol, uma substância com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Por tudo isso o gengibre já vem sendo usado há muito tempo tanto na medicina alternativa como na tradicional. Entre os usos mais comuns estão: ajudar a digestão, reduzir a náusea e ajudar a combater a gripe e resfriado e outros.

O rizoma (parte subterrânea do caule) é a parte que se consome, seja fresco, seco, em pó, ou como óleo ou suco, ou às vezes adicionado a alimentos processados. Veja alguns de seus principais benefícios que já foram comprovados por pesquisas científicas.

1. Tratar náuseas

Há algumas evidências de que o consumo de gengibre para aliviar náuseas e vômitos pode ser tão eficaz quanto a medicação tradicional. Ele é muito usado, inclusive, por pacientes com câncer para aliviar esses efeitos causados pela quimioterapia. E também por grávidas, especialmente na prevenção dos enjoos matinais – mas, nesse caso, é importante conversar com o médico antes de consumir, pois pode haver riscos para o bebê.

2. Reduzir a dor muscular

Foto: iStock

O gengibre é eficaz contra a dor muscular causada pela prática de exercícios físicos. O efeito não é imediato, mas ajuda a reduzir a progressão diária desse tipo de dor, devido às suas propriedades anti-inflamatórias.

Leia também: 10 maneiras fáceis e práticas de melhorar sua digestão

3. Ajudar na osteoartrite

A osteoartrite é um problema de saúde comum que causa degeneração das articulações no corpo, gerando dor nas articulações e rigidez. Tomar extrato de gengibre alivia essa dor. E aplicar uma combinação de gengibre, aroeira, canela e óleo de gergelim também melhora a rigidez.

4. Prevenir doenças cardíacas

Foto: iStock

Um estudo recente mostrou que o consumo diário e em jejum de pó de gengibre pode reduzir os níveis de açúcar no sangue e os marcadores de lipoproteínas oxidadas, um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas, especialmente em pacientes com diabetes tipo 2.

5. Tratar a indigestão crônica

A indigestão crônica é caracterizada por dor e desconforto recorrentes na parte superior do estômago e pode ser causada pelo esvaziamento tardio do estômago. O gengibre acelera esse esvaziamento, aliviando o problema.

6. Melhorar cólicas menstruais

Foto: iStock

Um dos usos tradicionais do gengibre é o alívio da dor, incluindo a dor menstrual. Tomar 1 grama de gengibre em pó por dia, durante os primeiros três dias do período menstrual ajuda a aliviar as cólicas.

7. Baixar o colesterol

A alimentação é um dos principais fatores que altera o LDL (colesterol ruim), que está ligado a um risco aumentado de doença cardíaca. O extrato de gengibre pode auxiliar nesse controle.

Leia também: Água de gengibre emagrece e ajuda na digestão: aprenda a receita

8. Combater infecções

Foto: iStock

Gingerol, substância presente no gengibre fresco, pode ajudar a diminuir o risco de infecções, pois inibe o crescimento de muitos tipos diferentes de bactéria.

O gengibre pode ser usado em diversas receitas, doces e salgadas. Você pode ainda adicioná-lo a sucos, chás e até mesmo sopas. Outra característica do gengibre, é o fato de ele ser termogênico, aumentando a velocidade do metabolismo. Pode apostar no gengibre!

Assuntos: Alimentação

Para você