O que é a doença de Crohn?

Ter atitudes saudáveis e realizar exames de rotina são atitudes essenciais para quem sofre com a doença

Por Ana Carolina Gabriel
Atualizado em 07/06/2013 16:26
o que e a doenca de crohn O que é a doença de Crohn?

Foto: Thinkstock

Caracterizada por dor abdominal, diarreia, náuseas e febre moderada, a doença de Crohn é uma inflamação intestinal crônica, que só pode ser diagnosticada através de alguns exames, como o de sangue, endoscopia digestiva, colonoscopia, raios X e análise clínica levando em conta o histórico do paciente.

Segundo o gastroenterologista, Pedro Santos, caso o paciente sinta dores abdominais e intestinais, deve procurar o médico, já que os sintomas da doença podem se confundir com outros problemas intestinais. “Esse tipo de enfermidade pode comprometer sim todo o aparelho digestivo e por isso, pode se assemelhar com sintomas de outras doenças”, explica.

Mas os cuidados e atenção para quem está com o problema devem ser redobrados, já que se não cuidado corretamente e com orientações do médico, pode evoluir para casos mais graves. “Após feito os exames, classificamos a doença em três níveis: leve, moderada e grave. O tratamento é sugerido através desses níveis. Mas caso o paciente não cuide, a doença de Crohn pode evoluir para o câncer de intestino”, alerta Santos.

As causas são desconhecidas, mas para o especialista, está associada a não regulamentação do sistema de defesa do corpo humano. “Não podemos descartar também os fatores familiares, ambientais e infecciosos”, diz Santos.

Os casos podem ocorrer tanto em homens quanto em mulheres. “A doença pode atingir qualquer idade ou sexo. Por isso, é preciso que todos façam exames de rotina, pelo menos, anualmente”, recomenda Santos.

Mas quem tem a doença ou não, é preciso se atentar e ter alguns cuidados diariamente. “Além de fazer todos os exames de rotina, ter uma alimentação saudável e praticar exercícios físicos é fundamental”, sugere o especialista.

O médico recomenda ter algumas atitudes. Confira:

Não fumar: Além de prevenir várias outras doenças, tanto respiratórias quanto intestinais, não fumar contribui sim na prevenção da doença de Chron. “Os fumantes devem buscar maneiras de se livrar do vício. Além de evitar várias doenças no corpo humano, deixar de fumar é ideal para garantir uma vida mais saudável e feliz”, explica.

Ter uma vida sedentária é extremamente prejudicial à saúde. “Quem pratica exercícios físicos regularmente melhora a autoestima, o funcionamento de todo organismo e reduz vários problemas, como os do coração”, diz Santos.

Consumir alimentos saudáveis é uma questão de qualidade de vida. “Saber quais alimentos fazem mal ao organismo é essencial. Procurar orientações de uma nutricionista também é importante, já que ela indicará a dieta especial para o seu tipo de problema e organismo”, afirma o especialista.

Alimentos gordurosos e com alto teor de calorias também deve excluir do cardápio do dia a dia. Investir em pratos coloridos, rico em proteínas, vitaminas e leguminosas é uma forma de prevenção.

Com a correria do dia a dia e a rotina atarefada de trabalhos, se submeter a situações de estresse é quase que normal. Mas, saber controlar essas situações é essencial também para ter uma qualidade de vida.

Observar as fezes também é preciso. “Caso o paciente perceba sangue ou alterações é preciso consultar o médico, já que esses também são sintomas da doença”, finaliza Santos.