Noiva: tire suas dúvidas sobre lista de convidados

Veja quais são as dúvidas mais frequentes a surgir quando é preciso definir a lista de convidados e evite desconfortos

Por Selena Escher
Atualizado em 22/06/2012 9:29
noiva tire suas duvidas sobre lista de convidados Noiva: tire suas dúvidas sobre lista de convidados

Foto: Thinkstock

É chegada a hora de preparar a lista de convidados de seu casamento e, em meio a tantos amigos, conhecidos e familiares, algumas dúvidas são frequentes. Entretanto, para evitar “saias justas”, determinadas medidas podem e devem ser adotadas, segundo o bom senso e certas regras de etiqueta. Selecionadas algumas das maiores questões, tire suas dúvidas sobre o tema:

Devo necessariamente convidar meu chefe e colegas de trabalho para a cerimônia?

O casamento é realizado com o intuito de reunir amigos próximos dos noivos. Logo, não é necessário que o convite se estenda à colegas de trabalho, ao menos que você faça questão da presença de uma pessoa mais chegada, o que também diz respeito ao chefe.

Logo, para anunciar o casamento, vê-se como sugestão encaminhar um comunicado por e-mail aos colegas de trabalho, tal como incluí-lo no quadro de avisos da empresa. Havendo a necessidade de maiores explicações, atenha-se a dizer que será uma pequena cerimônia, apenas para familiares e amigos próximos.

Minha mãe, pai, sogra possuem uma lista de nomes “de esquecidos” que não para de crescer. Como lidar?

Em se tratando de seus pais, analise o quão importante seria para eles convidarem esta ou aquela pessoa, para assim decidir. No caso de sua sogra, sugira que seu futuro marido resolva a situação fazendo o mesmo com sua mãe. Entretanto, definir limites na lista de convidados, de início, pode evitar situações desagradáveis.

Uma amiga próxima pediu para levar um amigo que não conheço ao casamento. O que fazer?

Caso o número de convidados esteja no limite, o casamento seja intimista, ou isso gere incômodo, veja como estratégia explicar a situação. Porém, tenha em mente que algumas pessoas insistem em levar acompanhantes sem aviso prévio. Caso isso ocorra, adote as boas maneiras, não se importe em demasia, trate-o (a) como mais um (a) convidado (a) e aproveite a festa.

Um amigo se separou. Devo convidar sua ex-mulher?

Atente para as seguintes questões: Ela é sua amiga? Você faz questão de tê-la em seu casamento? Tendo respostas para tais perguntas saberá como agir sem ao menos ter de consultar seu amigo. Caso chegue a uma conclusão positiva, convide-a. A decisão fica a seu critério.

Se for convidada para um casamento, tenho a obrigação de convidar a anfitriã para o meu?

Definitivamente não. Dentre tantas possibilidades, pode ser que a cerimônia realizada tenha sido grande, com um alto orçamento que a permitia convidar tanto as pessoas íntimas quanto seus conhecidos. Além do mais, pode ser que na época em que tal evento ocorreu vocês eram mais próximas do que de fato são atualmente. Logo, convidá-la não se trata de uma obrigatoriedade.

É indelicado enviar convites individuais junto ao convite principal?

Cerimônia e festa de casamento são acontecimentos íntimos. Logo, é possível restringir os convidados às pessoas do convívio do casal. Entretanto, atente para os parentes distantes, tal como pessoas casadas e/ ou com filhos. Convidar filhos pequenos é necessário, filhos grandes e “agregados” é opcional.

Atente também aos dizeres do convite, delicado e sem exageros. No caso do RSVP – abreviatura de Répondez S’il Vous Plaît, expressão francesa que significa ”Responda, por favor”, opte por escalar determinada pessoa, madrinha, assessora ou empresa para esclarecimento de dúvidas e confirmações.