Conheça opções de financiamento e bolsas para curso superior

Iniciativas públicas e privadas te ajudam a custear os estudos e possibilitam um futuro melhor a todos

Por Gisele Macedo Sá
conheca opcoes de financiamento e bolsas para curso superior Conheça opções de financiamento e bolsas para curso superior

Foto: Thinkstock

Estudar é primeiro passo para conseguir ter uma carreira e estabilizar-se profissionalmente. Mas, as dificuldades para conseguir passar em um vestibular em universidade pública e a falta de dinheiro para bancar as despesas de uma faculdade privada muitas vezes impedem as pessoas de realizar o sonho de conquistar um diploma. Entretanto, alguns projetos de bolsas de estudos ou financiamentos podem te ajudar na hora de entrar na universidade.

Prouni (Programa Universidade Para Todos) – O programa do Governo Federal concede bolsas – integrais e parciais – para estudantes que vieram da rede pública de ensino ou eram bolsistas em instituições particulares. Para conseguir uma bolsa, primeiro é necessário realizar a prova do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Têm direito a bolsa aqueles com renda familiar até três salários mínimo (atualmente em R$ 622,00) por pessoa. Para ingressar na faculdade com esta bolsa, a instituição de ensino deve fazer parte do programa. As inscrições para concorrer a uma bolsa acontecem duas vezes ao ano, geralmente em janeiro e junho, no site do programa.

Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) – O programa do Ministério da Educação (MEC) financia – entre 50 e 100% – o valor da mensalidade nas universidades privadas que participam do programa. Para ter o seu curso pago integralmente pelo financiamento é necessário que o valor da mensalidade comprometa 60% ou mais da renda familiar per capta (por pessoa). Quando o comprometimento da renda for maior que 20%, você consegue financiar metade do valor do curso.

O pagamento do financiamento começa a ser realizado depois da formação e você tem até três vezes o período de duração do curso para quitar a dívida (um curso de 3 anos, você tem 9 anos para pagar, por exemplo). O curso a ser financiado deve ser reconhecido pelo MEC. Durante o curso é cobrada, a cada três meses em média, uma taxa de R$ 50,00 referente a juros.

Bolsas na Universidade – Uma pesquisa, realizada pela Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES), apontou que 91% das instituições de ensino superior privadas concedem aos estudantes algum tipo de bolsa de estudo.

Essas bolsas costumam variar entre 20 e 100% do valor da mensalidade do curso. Geralmente a universidade ou faculdade realiza um processo interno, que envolve a realização de uma prova, comprovação de renda, através de documentos, e análise da situação socioeconômica do candidato. A idade muitas vezes também é um critério de avaliação.

É bom procurar a instituição na qual está interessado em ingressar e saber, antes de efetuar a matrícula, se ela oferece bolsas aos estudantes e quais condições ela estabelece para tal.

Há ainda as universidades que concedem descontos atrelados à data de vencimento da mensalidade. Esses descontos costumam ser atrativos e podem ajudar a minimizar os gastos com os estudos.