Veja 8 mitos sobre a drenagem linfática

Ao contrário do que muitos acreditam, a drenagem não elimina a celulite quando não está associada a outros tratamentos estéticos

Escrito por Letícia Greco

Foto: Thinkstock

A drenagem linfática, quando bem aplicada, proporciona inúmeros benefícios para o corpo, como: eliminação de toxinas e líquidos que provocam nódulos e inchaço, maior oxigenação do tecido, melhora da circulação sanguínea e deixa a pele com aspecto mais saudável. A técnica é realizada por meio de massagens, que visam a direcionar os líquidos que ficam presos entre as células aos vasos capilares do sistema linfático, para que esse então os encaminhe até sua eliminação pela urina.

Apesar de ser um procedimento estético simples e até recomendado em casos de pós-operatório, a drenagem linfática ainda gera dúvidas em relação ao modo como é feita, suas vantagens e desvantagens. Conheça oito mitos da drenagem linfática:

1 – Qualquer pessoa está apta para fazer profissionalmente a drenagem linfática

Só estão aptos a realizar o procedimento, fisioterapeutas, esteticistas ou profissionais com cursos técnicos na área. Além disso, é recomendável ir a um dermatologista antes de optar pela drenagem linfática como tratamento estético, para que o profissional indique o tratamento mais adequado para o problema.

2 – A drenagem linfática, sozinha, elimina a celulite

A técnica ajuda, sim, na diminuição da celulite, uma vez que uma de suas causas é a retenção de líquidos. No entanto, a drenagem funciona de maneira efetiva no começo do problema, eliminando o excesso de líquidos e quebrando o ciclo que leva à formação da celulite. Portanto, ao buscar tratamento específico para eliminação dos furinhos, a drenagem torna-se coadjuvante, sendo necessário buscar outros tratamentos.

3 – A drenagem linfática feita com aparelhos proporciona melhores resultados do que a drenagem feita de forma manual

Ambas as formas ativam a circulação sanguínea e oxigenação dos tecidos. No entanto, a manual é mais recomendada porque o profissional consegue observar diretamente as regiões com mais nódulos, inchaço e edemas e assim, trabalhar mais nos locais afetados. O processo manual também é recomendado em casos pós-cirúrgicos para reduzir edemas.

4 – Grávidas não podem fazer drenagem linfática

Pelo contrário: o procedimento é bastante indicado durante a gestação porque a retenção de líquidos se acentua no período. O aumento ocorre porque o volume sanguíneo aumenta cerca de 50%, fazendo com que os vasos capilares transbordem e haja inchaço. No entanto, a técnica não deverá ser realizada sem autorização médica. Além disso, é recomendável que um especialista em gestantes faça a drenagem por conta de cuidados especiais.

5 – Drenagem linfática emagrece

Na realidade, a drenagem ajuda na perda de peso de forma indireta. A técnica promove a eliminação de líquidos que estão propensos ao acúmulo de gordura, como os que estão localizados nas pernas, bumbum e coxa. No entanto, o corpo elimina o líquido, mas não a gordura em si. Neste caso, recomenda-se manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos.

6 – Fazer drenagem linfática é dolorido

A drenagem linfática quando feita de maneira correta não deve ocasionar dor nem deixar hematomas no corpo. A massagem não necessita de muita pressão porque a linfa (líquido que circula nos vasos linfáticos ou entre as células) percorre na superfície da pele de maneira lenta. Portanto, deve ser realizada com pouca pressão, gerando a sensação de bem-estar.

7 – Toda drenagem linfática causa vontade de urinar

Nem sempre. Algumas pessoas sentem vontade urinar no final da massagem por causa da grande quantidade de retenção hídrica. Mas isso não é regra e, portanto, não pode ser aplicada a todos.

8 – Drenagem linfática acaba com a acne

A drenagem pode promover uma melhora em peles com aspecto acneico porque elimina toxinas do corpo. No entanto, dizer que a drenagem é a responsável por eliminar cravos e espinhas é um mito. Neste caso, o tratamento mais adequado deverá ser indicado por um dermatologista.

Assuntos: Corpo

Para você