Bem-estar

Como evitar o resultado falso em um teste de gravidez positivo?

Canva

Atualizado em 13.09.23

O segundo risquinho que aparece em um teste de gravidez positivo pode ser motivo de comemoração ou receio. Não importa o desejo: o resultado desse tipo de teste é sempre impactante para a mulher ou o casal e é preciso ter certeza sobre o resultado! Você tem dúvidas a respeito de como fazer esse teste de modo correto? Confira algumas instruções dadas por um especialista e tire suas dúvidas.

Como fazer o teste de gravidez corretamente?

O teste de gravidez pode ser comprado em farmácias e pode ser feito em sua casa. Para que o resultado seja confiável, o ideal é tomar alguns cuidados, conforme enumera o ginecologista e obstetra Renato Prado, diretor clínico da Clínica Neo Vita, coordenador médico da Embriológica e doutor pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pelo Imperial College London (Reino Unido). São eles:

  • O teste precisa ser feito apenas quando já há atraso menstrual, o que pode ocorrer um dia após o dia que ela deveria ter decido;
  • Também deve ser feito de manhã, colhendo a primeira urina do dia, que é mais concentrada e contem mais hormônio;
  • Deve-se colher a urina em um recipiente limpo;
  • Deixe o teste em contato com a urina por 10 segundos (ou o tempo indicado pelo fabricante) e depois retire do frasco e aguarde 5 minutos para o resultado.

Principais dúvidas sobre o teste de gravidez positivo

Canva

Teve seu teste de gravidez positivo, mas ainda ficou com algumas dúvidas? Não se preocupe, pois algumas são bem comuns. Na sequência, elas serão esclarecidas pelo ginecologista Renato Prado. Confira!

Publicidade

Testes de gravidez de farmácia podem dar falso-positivo?

De acordo com Prado, os falsos positivos são raros, mas podem sim acontecer! As duas mais situações é quando a mulher teve um aborto espontâneo recentemente ou quando há algum tumor que produza o hormônio hCG, que é o que é medido pelo teste de farmácia. Essa segunda situação pode acontecer inclusive com homens, o que ficou famoso em uma trend na internet em 2016.

De qualquer modo, sempre após um teste de gravidez positivo de farmácia, é importante fazer um teste de beta-hCG sanguíneo. “O teste de farmácia só vai indicar ‘positivo’ ou ‘negativo’ ou dar uma ideia de quantas semanas está a gravidez. Mas ele não dá um número, que o valor do hormônio”, explica o especialista. Esse valor é medido de forma mais sensível no exame de sangue, o que permite um acompanhamento da evolução da gestação pelo médico.

A segunda linha do teste de gravidez de farmácia está fraquinha, o que significa?

Normalmente os testes de farmácia apresentam duas linhas: uma que aparecerá de qualquer forma e indica que o teste está funcionando — se ela não surgir, é preciso fazer outro! A outra, que pode cruzar ou estar paralela à linha de controle, é o resultado em si e quando surge significa um teste de gravidez positivo. “Quando essa segunda linha está muito fraca, pode ser que a gravidez esteja muito no início. Nessa situação, recomenda-se repetir o teste no dia seguinte, quando os hormônios estarão mais elevados e a segunda linha deverá aparecer mais forte”, explica Prado.

Quando sei que devo repetir o teste de farmácia para ter certeza do resultado?

Normalmente a repetição deve ser feita na situação explicada acima, quando a linha de resultado sai muito fraquinha. “Outra situação é quando ele foi feito antes do atraso menstrual ou nos primeiros dias desse atraso. Se a menstruação ainda não veio e o tempo de atraso aumentou, o teste pode ser repetido. Se ainda assim ele continuar dando negativo e a menstruação não vem, o médico deve ser procurado”, alerta o especialista.

Devo fazer testes de marcas diferentes?

De acordo com Prado, tentar comprar marcas diferentes para garantir um resultado mais certeiro é mito: “Os testes vendidos no Brasil são certificados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e tem sua qualidade controlada. Desde que sejam comprados em lojas ou farmácias autorizadas, são confiáveis e não precisam ser feitos em “duplicata” com outra marca”, assegura o médico.

Tipos de teste de gravidez: você sabe as diferenças?

Canva

Existe por aí tanto o teste de gravidez de farmácia quanto o de sangue, também chamado de beta-hCG. Você sabe como cada um funciona? Saiba mais na sequência!

Publicidade

Teste de gravidez de farmácia

Ele possui um reagente capaz de detectar a presença ou não do hormônio beta-hCG, que é um indicador de gravidez. Alguns até conseguem estimar em qual semana de gravidez você está, mas não é algo exato, já que ele é feito usando a urina e com isso não mostra fielmente quanto do hormônio está circulando em nosso corpo.

Teste de gravidez de sangue (beta-hCG)

Esse exame é feito em laboratório e consegue metrificar a quantidade de hormônio, já pega uma amostra sanguínea e consegue quantificar a concentração de hormônio circulante presente na amostra coletada. “De posse deste número, temos mais informações sobre a gravidez e podemos ir acompanhando a evolução dela através da elevação dos valores do beta-hCG”, considera Prado.

Existe uma tabela que permite o médico identificar a idade gestacional e até entender se pode ser uma gestação gemelar. A evolução dos valores também permite analisar se a gestação pode estar se desenvolvendo fora o útero (a chamada gravidez ectópica).

Esse teste pode até mesmo ser feito antes do atraso menstrual. “Ele é bem mais sensível que o teste de farmácia e com uma semana antes do atraso menstrual já pode indicar a gravidez. No entanto, recomendo que faça a partir do atraso, para termos valores mais confiáveis”, pondera o ginecologista.

E os testes caseiros?

Hoje encontramos na internet informações sobre diversos testes de gravidez caseiros, usando refrigerantes, água sanitária, vinagre etc. Não há comprovação científica sobre nenhum deles, que podem levar você a acreditar em um resultado falso! É sempre importante fazer um exame de farmácia e, em caso positivo, certificar-se com um exame de laboratório.