5 aplicações estéticas do PMMA e suas contraindicações para aplicação

Escrito por
Em 03.08.21

iStock

Por                                
Em 03.08.21

O PMMA é uma substância usada em procedimentos estéticos para melhorar a aparência, seja para preenchimento facial, como nos lábios, ou em outras áreas do corpo. Para saber mais sobre ele, a dermatologista e docente do Centro Universitário de João Pessoa, Dra. Ylka Virginia R. Gomes (CRM 5529 – PB), explicou para que o produto serve, quais as suas principais aplicações e se o seu uso oferece riscos. Acompanhe na matéria!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é PMMA?

iStock

De acordo com a dermatologista, “o polimetilmetacrilato (PMMA) é uma substância utilizada como preenchedor na forma de microesferas sintéticas e que foi sintetizada pela primeira vez por um químico alemão em 1902. Para uso estético, os primeiros estudos foram iniciados na década de oitenta.” A profissional informou que em 2004, o PMMA foi bastante utilizado para o tratamento reparador de paciente portador de HIV com síndrome lipodistrófica.

Já “para fins estéticos, entretanto, o seu uso indiscriminado mereceu alerta público do Conselho Federal de Medicina (CFM) em 2006, devido à aplicação inadequada e por profissionais não médicos”, ressaltou. A Dra. Ylka alertou que “a popularização sem regulação da aplicação do PMMA para preenchimentos estéticos e o seu uso em grande volume com técnicas inadequadas evidenciam o PMMA como substância imprópria para essa finalidade.”

Para que serve o PMMA

A seguir, você confere as principais aplicações do PMMA citadas pela dermatologista e como funcionam. Veja só:

  • Preenchimento labial: segundo a Dra. Ylka, a injeção de PMMA é utilizada para preenchimento nos lábios superiores e inferiores para modificar o contorno, aumentar o volume ou reestruturá-los. Nos casos da reestruturação labial, a substância é aplicada “quando os lábios já estão sofrendo com o processo de envelhecimento”, completou.
  • Preenchimento da face: a dermatologista explicou que para esse fim, a substância pode ser utilizada “para melhorar o contorno do rosto, injetando o PMMA de forma a simular a estrutura óssea. Além disso, algumas vezes, pode ser feito para aumentar o volume de faces extremamente emagrecidas e preencher sulcos que se acentuam com a idade.”
  • Bioplastia de nariz: nessa técnica, o PMMA pode ser injetado “para rinomodelação do nariz, modificando seu formato com objetivo de corrigir imperfeições”, explicou a Dra. Ylka.
  • Volumização de coxas: nesse caso, o produto é utilizado princialmente por mulheres com o objetivo de aumentar a circunferência da coxa. Então, “injetam-se quantidades bem maiores de PMMA em toda a extensão da coxa”, informou a médica.
  • Aumento dos glúteos: a substância também pode ser aplicada para aumentar os glúteos. Assim, “imensas quantidades de PMMA são administradas na região glútea para simular músculos e aparentar glúteos mais firmes a maiores.” A dermatologista ressaltou que quanto maior a quantidade utilizada do produto, os riscos também são maiores.
    • Antes de realizar qualquer procedimento com qualquer substância é importante consultar um profissional habilitado. Isso evita riscos à saúde e aumenta as oportunidades de o procedimento ser bem-sucedido!

      Riscos, cuidados e contraindicações do PMMA

      iStock

      A dermatologista alertou que após a utilização destes materiais preenchedores podem ocorrer reações imediatas, intermediárias e/ou tardias. Sendo os sintomas de reação imediata: “edema, equimose, dor e necrose por obstrução vascular (levando a perda tecidual e até em alguns casos cegueira).”

      Nos casos de reações intermediárias podem ocorrer “formação de granulomas- ETIPS (reações inflamatórias por estímulos infecciosos ou mesmo por vacinas levando a edema local reversível).” Já em situações de reações tardias, a profissional informou que pode haver granulomas (um tipo de inflamação), às vezes com necessidade de retirada cirúrgica do material (normalmente deixando cicatrizes inestéticas).

      Publicidade

      A médica destacou que atualmente a dermatologia e a cirurgia plástica evoluíram bastante. “Existem inúmeras técnicas e produtos que são superiores em resultado e segurança em relação ao PMMA, não sendo mais justificável a sua utilização atualmente.”

      Portanto, converse com um profissional e ele indicará a melhor técnica para você. Agora, se você deseja remodelar ou aumentar o bumbum, precisa conhecer a gluteoplastia, o procedimento cirúrgico que proporciona bons resultados nesta região!

Assuntos: Corpo