Pessoas tóxicas: aprenda a lidar com elas e conheça os perfis

Escrito por
Em 15.08.19

iStock

Se alguém do seu convívio tem, com frequência, a capacidade de tirar você do sério, causar tristeza e diminuir os seus feitos, cuidado: essa pessoa pode ser tóxica.

Continua após o anúncio

Pessoas tóxicas estão em todos os lugares e têm a capacidade de prejudicar vidas de forma, muitas vezes, imperceptíveis. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a gente!

Tipos e características de pessoas tóxicas

iStock

Existem vários tipos de pessoas tóxicas. Algumas podem acumular várias características de cada tipo, dependendo do grau de toxicidade. Veja, abaixo, 4 tipos de pessoas tóxicas!

As vítimas

São aquelas que não conseguem se responsabilizar pelas próprias vidas. Qualquer coisa de errado que acontece com elas, arrumam alguém para colocar a culpa. Um bom exemplo é quando você vê alguém que ama tomando atitudes erradas e sente culpa por não conseguir convencê-la a fazer o certo.

As controladoras

Perto delas, você não pode ter opinião própria. Tudo tem que ser feito da forma que elas querem. Caso sejam contrariadas, essas pessoas arrumam uma confusão que dá preguiça de encarar e, por isso, as pessoas tendem a fazer o que elas querem. Um relacionamento extremamente cansativo.

Leia também: 10 dicas para melhorar seu relacionamento interpessoal hoje mesmo

As mentirosas

Elas são capazes de tudo para conseguir o que querem. Inclusive, distorcer a realidade a seu favor. Ao menor sinal de invenção e/ou aumento dos fatos, fique atenta! Não se esqueça que a omissão, ou seja, ocultar ocorridos, também é uma forma de mentira.

As invejosas

Para essas pessoas, as coisas boas só devem acontecer com elas. Não importa quantas conquistas elas tenham, se o próximo conquista algo que ainda não possuem, sentem inveja. Tal sentimento é o que faz com que muitas pessoas usem diversas artimanhas, como chantagem e manipulação, para destruir a felicidade alheia.

Portanto, passe a analisar melhor as atitudes das pessoas com quem convive para evitar que a toxicidade atrapalhe a sua vida.

Continua após o anúncio

Relacionamento com pessoas tóxicas

iStock

Conviver com pessoas tóxicas é algo mais normal do que se imagina. Elas estão em todo lugar: família, trabalho, amigos etc. Muita gente tem uma vida repleta de realizações e, mesmo assim, adoecem sem motivos. Dores de cabeça frequentes, baixa autoestima, alterações no peso, entre outros sintomas, podem ser decorrentes do relacionamento com uma pessoa tóxica.

O importante é usar a informação e o autoconhecimento ao seu favor. Saber identificar uma pessoa tóxica e ter consciência dos seus pontos fortes e fracos é fundamental para aprender a não deixar se levar pela toxicidade nos relacionamentos.

Leia também: Como terminar um relacionamento da melhor forma possível e sem crises

Sinais de um relacionamento tóxico

    Não conseguir dizer “não”: estabelecer limites é fundamental para o desenvolvimento de uma boa relação. Por isso, se algo não te agrada, não tenha medo de dizer “não”. Ter medo de negar algo pode ser um sinal de que você está lidando com uma pessoa controladora e seus consequentes ataques quando contrariada, por exemplo.

    Energia negativa: sabe quando você conversa com uma pessoa e, mesmo depois de se despedir, fica com a sensação de estar “carregada” de maus sentimentos? Isso é um sinal de relacionamento tóxico. Claro, sempre tem aquela pessoa que está passando por uma fase ruim e acaba passando isso para quem convive. Mas se você convive com alguém há um tempo e isso sempre ocorre, tome cuidado.

    Acúmulo de chateações: a pessoa apronta. Você diz que não gostou. Ela pede desculpas, mas, pouco tempo depois, apronta de novo. Por gostar dela, você evita reclamar e espera que ela “se manque”. Reconheceu a situação? Então, faça um favor a si mesma e não faça mais isso! Caso você comente que não gostou de determinada atitude e a pessoa continue fazendo as mesmas coisas, afaste-se.

    Você muda para pior: se você não se reconhece mais, deixa de fazer coisas que gostava antes, o humor vive alterado, entre outras coisas, cuidado: você pode estar vivendo um relacionamento tóxico. As chances são ainda maiores caso algum familiar ou amigo venha comentar essa mudança em você. Fique atenta!

No fim das contas, o amor-próprio é fundamental para evitar o aparecimento desses sinais ao se relacionar. O respeito por si mesma acaba sendo uma forma de autoproteção.

Leia também: 7 coisas tóxicas que pensamos sobre cuidar de nós mesmas

Continua após o anúncio

Dicas de como lidar com pessoas tóxicas

Quer mais informações sobre os relacionamentos tóxicos? Veja os vídeos que separamos sobre o assunto!

Relacionamento tóxico – 7 pistas

O Psicólogo clínico Frederico Mattos (CRP 06/77094) e autor do livro “Relacionamento para Leigos” dá 7 dicas para identificar um relacionamento tóxico, como altos e baixos frequentes, tensão constante, isolamento dos amigos e família, medo de perder a pessoa, ameaça e culpa, distância problemática e brigas em excesso.

Relacionamento tóxico – Liberte-se com estas dicas

O Coach João Abrantes dá dicas de como se livrar de um relacionamento tóxico, como o “método da pedra cinza”, a objetividade na hora do término, o planejamento do que vai dizer, entre outras.

Teste: você está em um relacionamento tóxico?

Você suspeita que está em um relacionamento tóxico mas ainda não tem certeza? Esse vídeo pode te ajudar a esclarecer essa dúvida. Vale a pena assistir e tirar um tempinho para refletir.

Caso queira mais informações sobre o assunto, não deixe de conferir um pouco sobre amor-próprio e aprender muito mais!

Gostou de aprender mais sobre como lidar com pessoas tóxicas? Então, caso esteja muito difícil lidar com alguém do seu ciclo social, não deixe de procurar a ajuda de um(a) bom/boa psicólogo(a).

Continua após o anúncio

Para você