Conheça os cuidados com a pele seca e como evitar o ressecamento

Escrito por
Em 17.12.20

iStock

Por                                
Em 17.12.20

A nossa pele muda com o decorrer do tempo e as agressões externas e diárias interferem nisso, podendo resultar em uma pele seca. Mas a boa notícia é que, identificando o problema que causa o ressecamento e tratando com cuidados específicos, a melhora é significativa. Veja, a seguir, tudo sobre o assunto!

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que causa o ressecamento da pele

Primeiro, precisamos conhecer os agentes responsáveis pelo ressecamento da pele. Por isso, consultamos o dermatologista Leonardo Abrucio (CRM 66591), da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, que apontou os principais fatores que podem causar esse problema.

Sabia que as condições climáticas, como frio ou calor excessivo e, sobretudo, a baixa umidade do ambiente estão presentes entre as principais causas do ressecamento da pele? Incluem-se também as doenças como a dermatite atópica e a psoríase, em que há uma maior perda de água pela epiderme – fatores preponderantes para a pele seca.

Outro responsável é a exposição intensa ao sol ou ao ar-condicionado, que reduzem a umidade da pele. Doenças hormonais (diabetes mellitus e hipotireoidismo), renais e hepáticas também se associam à pele seca. Até mesmo o uso de alguns medicamentos podem resultar no ressecamento.

Leonardo citou o exemplo dos diuréticos, que trazem a perda de líquidos pelo corpo, e da isotretinoína no tratamento da acne, que reduz a função das glândulas sebáceas. Já os retinoides tópicos para tratamento de acne e envelhecimento cutâneo tendem a ocasionar a pele seca no lugar de aplicação.

Além disso, o dermatologista complementa que a pele fica mais seca no climatério, pela queda hormonal, e em pessoas de idade avançada. Isso se deve à diminuição da produção de sebo pelas glândulas sebáceas. Alguns hábitos inadequados, tais como o uso excessivo de sabonetes e buchas, bem como banhos quentes e demorados, colaboram para esse quadro.

Características da pele seca

iStock

  • Pele áspera;
  • Sem brilho;
  • Descamativa e que repuxa;
  • Apresenta rachaduras;
  • Sensível, desenvolvendo irritabilidade facilmente;
  • Sintomas de coceira, principalmente após banho quente e demorado;
  • Se agrava em dias secos e nos ambientes com ar-condicionado;
  • Tem piora após a exposição solar intensa;
  • Pode resultar em queimação e odor.

Como cuidar da pele seca

Se você apresenta uma ou mais características citadas anteriormente e sofre com a pele seca, confira os principais cuidados indicados pelo dermatologista:

Tome banhos rápidos e mornos

Os banhos quentes e demorados favorecem o ressecamento da pele. Por isso, preste atenção à temperatura da água e ao tempo que você passa no banho, procurando diminuí-lo.

Publicidade

Evite buchas e esponjas nas áreas mais secas

Nas áreas mais secas do corpo, como braços, pernas, cotovelos, joelhos e calcanhares, não use buchas e esponjas. Isso evita o atrito com a pele.

Prefira sabonetes neutros

Leonardo recomenda os sabonetes neutros, como os infantis, para serem usados nas áreas mais úmidas. Use-os nas axilas, mamas, genitais, nádegas e entre os dedos dos pés. Evite, inclusive, os sabonetes perfumados e antibacterianos, pois eles são mais agressivos e oferecem maior irritabilidade à pele sensível e seca.

Hidrate a pele com os componentes certos

“Após o banho, enxugue delicadamente a pele com toalha macia e aplique imediatamente uma loção hidratante hipoalergênica”, recomenda. Além disso, o dermatologista explica que os ativos mais usados nessas loções para a hidratação são a glicerina, os silicones, as ceramidas, a vaselina e os óleos vegetais e minerais.

É importante ler sempre os rótulos: se você tem a pele muito seca e sensível, passe longe de hidratantes com substâncias irritantes em sua composição, como ureia e propilenoglicol.

Mantenha uma alimentação saudável

Além de tomar pelo menos 2 litros de água por dia, busque incluir no seu cardápio frutas e verduras. Elas contêm vitaminas e antioxidantes, colaborando para a hidratação da pele.

Após a exposição solar, hidrate ainda mais a pele

Após ficar exposta ao sol, na praia ou na piscina, tome um banho rápido e morno assim que chegar em casa. Depois, aplique um hidratante neutro. Também não se esqueça de que, antes de tomar sol, o protetor solar deve ser o seu melhor amigo!

Recorra às vitaminas e antioxidantes

As vitaminas, principalmente C e E, além dos antioxidantes, como selênio e zinco, previnem o ressecamento da pele. Associados a um pouco de exposição solar por dia, com proteção UVA/UVB e às condições ambientais, o aspecto da sua pele terá notáveis melhoras.

Siga um skincare diário próprio para a sua pele

Um dermatologista te indicará os produtos adequados e uma rotina de cuidados para a pele seca. O skincare da pele da face inclui a limpeza de pele com produtos suaves, como os syndets. Leonardo esclarece que esses são substitutos do sabonete e apresentam pH entre 5 e 6, próximos ao pH fisiológico da pele.

Após a limpeza, aplique um hidratante específico para pele seca e sensível e um filtro solar com FPS igual ou superior a 50. Inclua, na sua rotina de skincare, antioxidantes como picnogenol, vitamina C, vitamina E e resveratrol.

Não se esqueça do skincare noturno

À noite, higienize a pele com o mesmo produto usado durante o dia. Aplique também um sérum com vitaminas, ácido hialurônico e antioxidantes – elementos para prevenir também o envelhecimento cutâneo.

Publicidade

Os cuidados são superimportantes e previnem o ressecamento. Portanto, cuide da sua pele com todo carinho, seguindo uma rotina de skincare para que ela fique radiante e muito mais saudável!