Bem-estar

Para todas as pessoas que menstruam: um guia didático sobre menstruação

Canva

Atualizado em 28.06.22

A menstruação é um tema de extrema importância na vida de todas as pessoas que menstruam, normalmente a partir dos 12 anos de idade. As ginecologistas Dra. Caroline Sonego (CRM 35839 – RS) e Dra. Tairine Iwasse (CRM 37267 – BA) esclarecem as principais dúvidas relacionadas ao tema. Entenda o que é a menstruação, como funciona o ciclo menstrual e muito mais.

Publicidade

Índice do conteúdo:

O que é a menstruação?

Essa é uma pergunta que todas as pessoas que menstruam já fizeram a alguém. Segundo a ginecologista Dra. Caroline Sonego, “a menstruação é, basicamente, uma descamação do endométrio e faz parte do ciclo reprodutivo natural da mulher”.

E por qual motivo ela acontece? A especialista explicou que, devido a ação dos hormônios estradiol (fase proliferativa) e progesterona (fase secretora), o endométrio (camada que reveste a parte interna do útero) se torna espesso para receber um possível óvulo fecundado, preparando-se para gravidez. Por isso, geralmente após um mês, caso a fecundação não ocorra, o endométrio descama, gerando o sangramento conhecido como menstruação.

O ciclo menstrual

Para compreender o ciclo menstrual e todo o seu processo funcional, a Dra. Sonego explicou que, “em geral, a partir dos 12 anos de idade, a menstruação começa a vir todo mês com uma duração de cerca de 3 a 8 dias”. A primeira menstruação também é conhecida como menarca. A doutora afirma que esse processo natural acontecerá até à menopausa (última menstruação), que ocorre por volta dos 50 anos de idade.

A Dra. Caroline também afirmou que a duração de um ciclo menstrual é calculada do primeiro dia da menstruação até o dia anterior ao próximo ciclo. “Um ciclo é considerado regular quando dura 21 a 35 dias e possui três fases: folicular, ovulatória e lútea”, explicou. Entenda cada fase, a seguir, com a ajuda da doutora:

  • Fase folicular: nesta primeira fase, a Dra. Caroline explicou que, o primeiro dia da menstruação marca o início da fase folicular e dura cerca de 14 dias, variando de mulher para mulher e de ciclo para ciclo, terminando quando ocorre a ovulação.

    Segundo a ginecologista, “nesta fase, a concentração de estrogênio e progesterona é baixa e gera a produção de FSH (hormônio folículo-estimulante), responsável pelo estímulo ao desenvolvimento dos folículos. Se não houve gravidez, o endométrio é expelido e o corpo da mulher começa novamente a se preparar para um novo ciclo de produção de folículos ovarianos – estruturas na qual os óvulos se desenvolvem”, explicou.

    E você quer saber quando os óvulos finalmente se desenvolvem? Conforme Dra. Caroline, após 7 dias, os folículos começam a produzir estrogênio, tornando maior a produção de hormônio luteinizante (LH) e assim, finaliza o amadurecimento do óvulo.

  • Fase ovulatória: essa é, sem dúvidas, a fase mais importante do ciclo menstrual de acordo com a doutora Caroline, pois, “cerca de 12 a 36 horas depois do amadurecimento do óvulo, ele é liberado e encaminhado para as tubas uterinas. A mulher entra no período fértil e o muco cervical fica mais espesso e elástico, devido às influências do estrogênio e do LH”, explicou.
  • Fase lútea: por fim e não menos importante, essa fase ocorre, geralmente, nos últimos 12 dias do ciclo menstrual. Conforme a médica, o folículo ovariano dominante forma o corpo-lúteo, que aumenta a concentração de estrogênio e progesterona, auxiliando na implantação do embrião. A doutora explicou que, “o óvulo que foi encaminhado para as tubas uterinas pode ser fecundado (iniciando uma gravidez) ou não”.

    Agora você deve estar se perguntando: o que acontece quando o óvulo não é fecundado? Segundo a especialista, o corpo-lúteo se desfaz e, consequentemente, os níveis de estrogênio e progesterona voltam a reduzir. Com isso, o endométrio começa a descamar, provocando a menstruação.

Muito interessante saber o que acontece com seu corpo durante o ciclo menstrual, não é mesmo? Para compreender ainda mais sobre esse fenômeno que acontece naturalmente na vida das pessoas que menstruam, confira as respostas para as principais dúvidas sobre o tema.

12 dúvidas sobre a menstruação

Canva

Após a primeira menstruação, algumas questões começam a surgir e essas dúvidas precisam ser solucionadas com o auxílio de uma ginecologista. A Dra. Tairine Iwasse trouxe respostas para 12 perguntas sobre tema, confira:

Publicidade

Dicas de Mulher: Quantos dias dura uma menstruação normal?

Dra. Tairine Iwasse: o fluxo menstrual normal tem duração de até 8 dias, com perda de sangue entre 5 e 80ml. A
menstruação irregular prolongada tem mais de 8 dias e deve ser estudada, se habitual.

O que não se deve fazer quando se está menstruada?

Demorar para trocar absorvente, demorar para esvaziar o coletor menstrual, realizar ducha vaginal (diferente da vulva que deve ser higienizada) e colher preventivo.

O que pode significar a menstruação atrasada?

Menstruação atrasada nem sempre é sinal de gravidez, pois outras situações como o estresse em excesso, atividade física em excesso, distúrbios hormonais causados por problemas na tireoide e SOP (Síndrome do ovário policístico), período pré-menopausa e interrupção ou uso inadequado dos anticoncepcionais, podem levar ao atraso da menstruação.

É possível menstruar estando grávida?

Não, grávidas não menstruam! O que pode ocorrer é que durante a implantação do embrião no endométrio (camada mais interna do útero) chamado de nidação, ocorra um pequeno sangramento que pode durar até 3 dias.

Outras situações de sangramento na gestação, são: ameaça de aborto, placenta prévia, mola hidatiforme, gestação ectópica, descolamento de placenta.

É normal a menstruação atrasar?

Publicidade

Sim, afinal, o ciclo menstrual normal tem duração média de 28 dias. Entretanto, ciclos com intervalo entre 24-38 dias associado à antecipação ou o atraso de 3 dias são normais.

Mesmo quem tem ciclos regulares, de vez em quando pode apresentar alguma variação. Mas sempre deve ser pensado nas causas de atraso como estresse, distúrbios hormonais, gravidez, entre outros.

Menstruação pode causar hemorragia?

Sim, é conhecido como sangramento Uterino Anormal (SUA) e ocorre devido a alterações da menstruação decorrentes de aumento no volume, na duração ou na frequência. Algumas causas podem ser: pólipo, adenomiose, miomas, alterações na coagulação sanguínea, câncer uterino e síndrome dos ovários policísticos.

Tem como saber se é o último dia da menstruação?

O fluxo menstrual normal tem duração de até 8 dias, cada pessoa tem uma ideia de quantos dias fica menstruada normalmente. Ao final do ciclo menstrual a cor do sangue fica mais escura, pois a quantidade e a velocidade de saída são menores.

É normal passar mais de 20 dias menstruada?

Não, pois o fluxo menstrual normal tem duração de até 8 dias. Se a mulher apresentar sangramento mais prolongados, deve fazer investigação para algumas patologias como miomas, pólipos uterinos, adenomiose.

Tem como fazer a menstruação descer?

O que existe são tratamentos, dependendo da causa do atraso menstrual. Por exemplo, no caso de alterações de tireoide, a regularização do hormônio pode regularizar os ciclos. Não há comprovações científicas de que tomar chá para menstruar seja mesmo efetivo.

Publicidade

O que mais mostra resultados é relaxar, uma dieta equilibrada e reduzir exercícios físicos se você os realiza em grande intensidade e excesso.

Tem como parar a menstruação?

Existe no mercado uma gama de contraceptivos com função de interromper os ciclos menstruais, como: SIU (sistema intrauterino – “DIU” hormonal), injeção trimestral e pílulas de uso contínuo.

Agora, se a menstruação já desceu, não tem como fazer essa menstruação parar, apenas diminuir o fluxo/intensidade com uso de algumas medicações como alguns anti-inflamatórios.

Quando devo me preocupar com a menstruação?

Considera-se menstruação normal quando tem duração de até 8 dias, o ciclo que varia entre 24 e 38 dias e um fluxo de até 80 ml. Qualquer sangramento que não tenha essas características é considerado anormal.

Até quando é normal coágulos?

Um ciclo leve normalmente não contém coágulos. Para quem tem um fluxo menstrual moderado-intenso, pode apresentar alguns coágulos, principalmente nos primeiros dias/metade do período menstrual.

Em todos os casos, se houver coágulos, o normal é que seja menor do que uma moeda (1pol. ou 24,5 mm). Se seu fluxo é moderado-intenso, não há motivo para pânico, principalmente se sempre foi assim. Por via das dúvidas, o ideal é fazer uma consulta ginecológica para avaliar a situação.

Dúvidas esclarecidas? Além dessas, você pode ter questões específicas em relação a menstruação e para isso, é muito importante que você agende uma consulta ginecológica para sanar todas elas. Entenda, a seguir, os principais sintomas da menstruação.

Quais são os sintomas

Sim, a menstruação possui uma lista de sintomas que podem surgir ou não, indicando que o dia do sangramento está se aproximando. A Dra. Caroline Sonego listou cada um deles. Confira!

  • Dores nas pernas;
  • Inchaço abdominal;
  • Cansaço;
  • Retenção de Líquido;
  • Acne;
  • Cólicas;
  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Mudança repentina de humor;
  • Mastalgia (dor nas mamas).

Já sentiu algum desses sintomas? Algumas mulheres podem sentir todos eles, enquanto outras identificam pouquíssimos. E sobre as cores da menstruação, o que você sabe sobre elas? Confira os detalhes no próximo tópico.

Cores da menstruação

menstruação

Canva

De acordo com a Dra. Sonego, “durante o período menstrual, as cores do sangue podem variar”, e os tons mais comuns de se observar são o vermelho-vivo, marrom-claro ou escuro e o bordô. A ginecologista explicou que o contato do sangue com o oxigênio pode interferir na cor da menstruação, deixando-a mais escura devido à evaporação da água e, consequentemente, mudando a concentração de pigmento. Segundo a especialista, outro fator que altera o tom é o tempo que o sangue leva para sair do canal vaginal.

A doutora também afirmou que, “após o final da menstruação, a secreção volta a ficar mais amarelada ou transparente. Este é um sinal de que o endométrio está se reorganizando”. A doutora ainda ressalta a importância do acompanhamento ginecológico e menciona a importância de cada mulher conhecer o seu padrão menstrual, saber identificar quando ocorre alguma alteração e assim procurar ajuda de sua ginecologista.

Entender os processos naturais do corpo que dão origem à menstruação é essencial. Você começa a perceber o que está acontecendo com seu corpo, pode se prevenir com mais eficiência de uma gravidez indesejada ou se preparar uma. Além disso, torna-se ainda mais fácil identificar quando algo não vai bem com a sua saúde íntima e ir em busca de ajuda especializada. Quer saber mais sobre assuntos relacionados ao ciclo menstrual? Entenda todos os detalhes do período fértil.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Redatora, escritora de poesias que talvez, um dia, sejam publicadas. Amante de cachoeiras, praias e gatos. Gosta muito de dançar, vaguear pela cidade de bicicleta, saladas e aprender através de conversas.