Menstruação na gravidez: veja se é possível e tire suas principais dúvidas

Escrito por
Em 18.07.19

iStock

A possibilidade de estar grávida mesmo menstruando é algo que traz dúvidas para muitas mulheres. Às vezes ocorrem sangramentos que podem facilmente serem confundidos com a menstruação.

Continua após o anúncio

Mas será que é mesmo possível a menstruação na gravidez? Procuramos a Ginecologista Mariana Sirimarco (CRM – MG 51700), que respondeu muitas questões sobre o assunto. Continue com a gente!

Menstruação na gravidez é possível?

iStock

Não, não é possível. Isso porque a menstruação nada mais é do que a consequência da ausência de fecundação. O que pode acontecer é o sangramento de nidação, que ocorre quando está cavando um espaço no útero para se instalar.
A nidação ocorre cerca de 5 dias após a fecundação. Já o sangramento da nidação pode durar por, no máximo, até 3 dias, sendo que, geralmente, acontece e acaba no mesmo dia.

Portanto, sangramentos são possíveis por outras causas, mas ele nunca significa menstruação.

Como diferenciar o sangramento da menstruação com o da nidação?

iStock

O sangramento de nidação tem um aspecto vermelho amarronzado ou vermelho vivo, diferentemente do sangramento menstrual, que é um meio termo entre os dois. Ele sempre aparecerá em pouca quantidade, como uma borra ou um filete.

Por isso, se um sangramento parecido com uma borra de café aparecer em sua calcinha alguns dias após a relação sexual, saiba que a nidação pode estar ocorrendo.

O que pode ser o sangramento na gravidez?

iStock

Continua após o anúncio

Além da nidação, o sangramento na menstruação pode ocorrer devido a várias outras questões. São elas:

  • Baixa progesterona: a progesterona é o hormônio responsável por manter as paredes do útero em desenvolvimento. Caso os níveis desse hormônio venham a cair abruptamente, o endométrio pode vir a ser eliminado, causando um aborto.
  • Alterações hormonais: na gravidez, os hormônios ficam alterados. O estrogênio e a progesterona, os dois hormônios predominantes nas mulheres grávidas, diminuem e aumentam, respectivamente. Há também o surgimento de outros hormônios, como o beta-HCG e a prolactina.
  • Lesões ou feridas na vagina ou no útero: essas feridas são causadas por diversos fatores, que vão desde Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) até influências hormonais. Podem causar sangramentos que denunciam inflamação crônica no local.
  • Abortamento: é uma gravidez interrompida nas primeiras 20 semanas. Se ocorrer antes de a gravidez ser descoberta e na mesma época em que a menstruação é esperada, pode ser confundido com o sangramento menstrual.
  • Gravidez ectópica: ocorre quando o óvulo fecundado se implanta em algum lugar fora do útero, geralmente em uma das trompas.

Fique atenta! Qualquer alteração que o corpo apresentar deve ser analisada por um(a) médico(a) de confiança.

Mais dúvidas respondidas

iStock

A Ginecologista Mariana Sirimarco respondeu algumas perguntas a respeito da menstruação na gravidez. Vamos lá!

1. Menstruação pouca e escura pode ser gravidez? Menstruação é um evento que ocorre caso a gravidez não tenha acontecido! Sangue pouco e escuro pode ser o início da menstruação. Se acontecer na gravidez, é uma ameaça de aborto.

2. É possível menstruar no primeiro mês de gravidez? Após a gestação implantada, não se menstrua mais.

3. Minha menstruação não parou. Posso estar grávida? Se é menstruação mesmo, você não está gravida!

4. Atraso menstrual seguido de sangramento é gravidez? Só o teste de gravidez positivo poderá dizer isso. Pode ser só um atraso menstrual ou pode ser uma ameaça de aborto.

5. Seios inchados, mas sem atraso menstrual, pode ser gravidez? Os seios também podem inchar no período pré-menstrual. Sem atraso, não se pensa em gravidez.

Caso alguma dúvida não tenha sido devidamente esclarecida, não deixe de consultar o(a) seu/sua ginecologista. No geral, não é raro que as mulheres apresentem sangramentos durante o período da gravidez, mas isso deve sempre ser analisado pelo(a) profissional que está fazendo o acompanhamento da gestante.

Continua após o anúncio

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Para você