Bem-estar

Pele irritada? Confira os principais tipos de dermatite no rosto e como tratar

Canva

Atualizado em 08.09.23

A vermelhidão no rosto pode indicar diversas doenças e até mesmo alergias. Esse sintoma pode, inclusive, indicar uma dermatite no rosto, mas o que causa esse problema? A dermatologista Natália Cymrot esclareceu as principais dúvidas sobre o assunto. Acompanhe a matéria!

O que é dermatite no rosto?

Natália explicou que “dermatite é um termo genérico para indicar uma inflamação da pele. Não se refere a uma doença específica. Desta forma é necessário especificar o tipo de dermatite”. Ela complementou falando que existem diversos tipos que acometem a face, “sendo as mais comuns a de contato, a atópica, a seborreica e a perioral”. Assim, é possível dizer que a dermatite no rosto é uma inflamação da pele desta região do corpo.

A coceira é um dos principais sinais, mas outros sintomas ajudam na identificação do tipo específico, inclusive direcionando o tratamento. Segundo a dermatologista, “estas dermatites mais comuns se manifestam por vermelhidão na face, descamação, inchaço, às vezes crostas e seus sintomas mais frequentes são coceira e ardor”.

Tipos de dermatite no rosto e como tratar

Cymrot falou brevemente sobre quatro principais tipos de dermatite no rosto. Ela também explicou que alguns são causados pelo uso de produtos de beleza, inclusive os de skincare caseiro, e outros são mais comuns na infância. Veja abaixo as explicações e como é feito o tratamento:

Publicidade

Dermatite Atópica

“Com vermelhidão no rosto, a dermatite atópica é mais comum em crianças pequenas. Coça e descama bastante. Aparece nas pálpebras e bochechas. As crianças podem apresentar também pele seca, asma, rinite e alergia a picada de insetos. Sua base é genética, com fatores de piora no ambiente, como contato com pó, pelos de gatos e certos tecidos. Costuma melhorar na vida adulta”.

Como tratar: com o uso de corticoides específicos para a região do rosto, hidratantes, imunossupressores e até a fototerapia.

Dermatite seborréica

“Está presente na face, com vermelhidão e descamação ao redor das narinas, entre as sobrancelhas, cílios e bochechas. Esta inflamação não costuma coçar tanto, sem contar que sua vermelhidão e descamação são leves”.

Como tratar: pode ser recomendado o tratamento local ou sistêmico, com uso de corticoides por via oral ou cremes com cetoconazol, zinco, enxofre e outros componentes.

Dermatite de contato

“Causada pelo contato com substâncias químicas na pele, principalmente por cosméticos. Mais frequentemente esses produtos são shampoos, perfumes, cremes, loções e maquiagens. O esmalte usado nas unhas também é um frequente causador de dermatite de contato, pelo contato frequente das mãos na face. Ela causa irritação e coceira na pele, além de vermelhidão, inchaço e descamação, com crostas, às vezes, em qualquer local da face, mas bastante frequente nas pálpebras”.

Como tratar: com produtos de uso local ou por via oral à base de corticoides. Além disso, é preciso excluir definitivamente o agente causador da dermatite.

Dermatite perioral

“Comum ao redor da boca, mas pode acometer qualquer local da face. A dermatite perioral é causada pelo uso prolongado de certos tipos de corticoides na face, além de maquiagens e cosméticos. Aparece como vermelhidão e bolinhas vermelhas, às vezes com pus, como espinhas, e causa ardor”.

Publicidade

Como tratar: eliminando o causador da dermatite. Pode ser necessário suspender o uso dos corticoides e de determinadas maquiagens, optando substituir pela cosmética natural. Também há a recomendação de passar produtos calmantes na região, como o chá de camomila gelado.

Os produtos calmantes são recomendados em qualquer tipo de dermatite, para aliviar a dor e a coceira. Se possível, opte sempre por água gelada e fuja de misturas caseiras, pois podem piorar o quadro da inflamação. Além disso, lave o rosto com um sabonete facial neutro.

Dúvidas frequentes

Canva

Com o intuito de tirar dúvidas referentes à dermatite no rosto, o Dicas de Mulher fez mais perguntas para a doutora Natália. Confira abaixo o que ela recomendou em relação a tratamentos caseiros e rotina de cuidados para quem lida com o problema, além de outras questões:

Dicas de Mulher – Existe algum tratamento caseiro para dermatite no rosto?

Natália Cymrot – não se deve fazer tratamentos sem a orientação do dermatologista. No máximo, como orientado na dermatite perioral, usar o chá de camomila gelado para acalmar a pele.

Dermatite no rosto tem cura?

A dermatite de contato e a dermatite perioral, quando tratadas adequadamente e os produtos causadores excluídos, ficam curadas. A dermatite seborreica é crônica, se apresentando em surtos. A dermatite atópica na face ocorre mais nas crianças, depois tende a aparecer mais no corpo, com caráter crônico.

Publicidade

Como deve ser a rotina de cuidados para quem tem dermatite no rosto?

Sempre que a pessoa estiver com dermatite, deve usar produtos mais calmantes, que não contenham ácidos, como o ácido salicílico ou hialurônico. A pele deve estar sempre bem hidratada, com hidratantes suaves e não comedogênicos, e o uso do filtro solar é sempre importante.

Produtos de skincare podem causar dermatite?

Sim. Como expliquei no tópico sobre a dermatite de contato, os cremes e shampoos estão entre os principais causadores deste tipo de inflamação na pele.

Quanto tempo duram os sintomas?

Depende do tipo de dermatite. Como citei acima, os sintomas desaparecem com o início do tratamento e suspensão do produto causador da inflamação. Já a dermatite seborreica, por ser crônica, aparece em situações de estresse, queda de imunidade e variações de temperatura, ou seja, os sintomas só desaparecem completamente quando esses fatores são resolvidos”.

Dermatite no rosto interfere nos tipos de pele, ou seja, deixa a pele mais seca ou mais oleosa?

Não. A pele não fica nem mais seca, nem mais oleosa por causa da dermatite.

Ao notar vermelhidão e qualquer sensibilidade na pele da face que possa ser um indicativo de dermatite no rosto, marque uma consulta com sua dermatologista de confiança. Além disso, use produtos próprios para o skincare, conforme o seu tipo de pele.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Escritora com 8 livros publicados e apresentadora de um programa de rádio sobre literatura nacional, o Capivaras Leitoras. Ama ler, viajar e passar um tempo com a Buffy, sua cachorrinha vira-lata.