Dicas de Mulher Dicas de Comportamento

12 coisas que só pessoas ansiosas entendem

Confira situações comuns a pessoas que experimentam as sensações da ansiedade no dia a dia

em 23/10/2015

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Você se considera uma pessoa ansiosa? Se sim, é bem provável que passe por situações que as outras pessoas não parecem compreender muito bem. “Procura não pensar nisso” e “toma um chá que passa” são conselhos frequentes mas que, na prática, pouco contribuem para que a ansiedade vá embora.

No dia a dia, chamamos de ansiedade os sentimentos atribuídos a algo que vai acontecer, às relações sociais e até a um modo específico de agir. Porém, quando esses sentimentos são prejudiciais e muito constantes, é um sinal de que a pessoa pode sofrer de ansiedade – um transtorno emocional.

“A ansiedade que acarreta algum distúrbio é aquela que você sofre antecipadamente, essas são cometidas pelos vários problemas vividos. Falta de emprego, de dinheiro, amigos, um namoro que não deu certo, preocupações, tensões, passar por sensação continua de que nada dará certo, preocupações em excesso, falta de controle emocional, entre outras. Todas as experiências negativas se definem nesta escala e podem resultar no transtorno da ansiedade”, esclarece a psicóloga Letícia Guedes, da clínica Vivencialle.

Quem sofre de ansiedade pode ter sintomas emocionais que se manifestam com frequência, sofrem influência dos acontecimentos cotidianos e interferem diretamente na vida, dificultando atividades comuns ou deixando consequências psicológicas.

“A pessoa que está sofrendo por ansiedade pode estar passando por vários transtornos, como a aflição, angústia, incerteza, medo, entre outros que são doenças relacionadas ao funcionamento do corpo e às experiências de vida. A vida corrida, falta de tempo para o lazer, família, amigos e as várias atribuições relacionadas à falta de dinheiro e problemas conjugais também ajudam a piorar esses transtornos”, aponta a psicóloga.

Letícia recomenda a procura de ajuda psicológica a que quem sofre de ansiedade. “É preciso compreender os transtornos e principalmente como ela age. Um diagnóstico precoce e preciso da ansiedade, aliado a um tratamento por um longo prazo são imprescindíveis para obter melhores resultados e menores prejuízos”, afirma.

Além disso, a especialista conta de a mudança de hábitos e a ajuda de amigos e familiares também são aliados indispensáveis na luta contra o transtorno. Portanto, não hesite na hora de procurar ajuda, seja esta profissional ou das pessoas próximas.

12 coisas que somente pessoas ansiosas entendem

Quem experimenta os sentimentos de ansiedade normais do cotidiano sabe que algumas ações e situações são típicas de quem é ansioso. Confira algumas dessas ocasiões!

1. Analisar tudo por todos os ângulos

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Tudo parece ter um significado secreto, e você precisa descobrir qual é. Isso faz com que cada coisa que acontece, por menor que seja o efeito dela na sua vida, seja analisada cuidadosamente de todas as formas possíveis.

Isso faz com que imensas listas de prós e contras se formem automaticamente na sua cabeça nos mais variados momentos, ou que você repasse mentalmente uma conversa que teve com outra pessoa e tente descobrir se deixou alguma coisa passar. É o famoso overthinking, que insiste em não te abandonar.

2. Questionar toda decisão

"Como você pôde achar que essa era uma boa ideia?" Foto: Reprodução / Giphy

“Como você pôde achar que essa era uma boa ideia?” Foto: Reprodução / Giphy

Não importa se foi a escolha de profissão ou o pedido no restaurante: a pessoa ansiosa vai pensar e repensar cada aspecto da decisão e se perguntar o que poderia acontecer caso tivesse feito uma escolha diferente. Mesmo analisando as opções com todo o cuidado antes de escolher. E o tempo pouco importa, o incômodo causado por uma tomada de decisão pode persistir por anos.

3. Não conseguir se desligar

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

A ansiedade faz com que seu cérebro esteja sempre ativo e pode ser bastante difícil se desligar dele e deixar de lado os pensamentos e preocupações incessantes. Isso faz com que, na sua cabeça, sempre haja um universo paralelo em que muitas coisas estão acontecendo e pode ser complicado se concentrar em outras atividades. A impossibilidade de “parar de pensar” também pode gerar as temidas noites de insônia.

4. Todo compromisso gera preocupação

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Consultas rotineiras no seu médico, hora marcada no salão, entrevista de emprego, festa de aniversário de um amigo – independente do tipo de atividade marcada, a preocupação surge e as dúvidas começam a aparecer na sua cabeça. Será que vai dar tudo certo com o exame? E se eu não gostar do corte novo de cabelo? Tenho chances nessa vaga de emprego? Vou me divertir nessa festa?

Esse é o ponto mais presente na vida de quem é ansioso: a sensação de querer que um evento chegue logo, a curiosidade sobre como serão as coisas, a vontade de pensar e repensar cada preparativo.

5. Perder a paciência em longas viagens

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

É muito natural empolgar-se com uma viagem e querer chegar logo ao destino ou, no final, voltar logo para casa. Mas, para o ansioso, o caminho pode ser uma grande tortura. As estradas parecem longas demais, a impressão é de que o avião nunca vai pousar e as esperas em rodoviárias e aeroportos são infinitas! Isso sem contar todos os preparativos e os dias que antecedem a viagem, também marcados pela ansiedade.

6. Detestar imprevistos

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Ainda que qualquer evento marcado com antecedência pode fazer com que a pessoa ansiosa fique agitada pensando nas possibilidades até que a data chegue, um imprevisto também não é algo facilmente encarado. Isso porque, quando as coisas surgem de última hora e nos pegam de surpresa, é mais natural ficar nervoso com os acontecimentos.

Toda a ansiedade que estaria presente em vários dias antecedentes aparece de uma só vez, e o cérebro do ansioso ainda pode aproveitar o momento para relembrar as decisões no futuro, gerando questões e análises sobre como a pessoa lidou com o imprevisto.

7. Querer sempre respostas imediatas

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Pessoas ansiosas detestam qualquer tipo de espera, então o desejo por respostas imediatas é frequente. Afinal, quanto mais rápido você souber a resposta de uma coisa, menos precisará pensar sobre ela, certo? E-mails que demoram a ser respondidos, resultados de concursos e convidados que não confirmam logo presença na festa são alguns dos inimigos de um ansioso.

8. É difícil aproveitar o momento

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

O passado e o futuro estão constantemente tentando desviar a sua concentração do presente. Todo mundo na sua turma ainda estava brincando de casinha e você já estava se preocupando com o curso que faria na faculdade, com a prova de vestibular, com as dificuldades de conseguir o primeiro emprego.

A pessoa ansiosa está sempre pensando no que ainda está por vir ou pensando em situações que já aconteceram, e isso causa distração do que está acontecendo no momento.

9. Relacionamentos são mais complicados

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Às vezes, a ansiedade pode dificultar o relacionamento com outras pessoas – e não apenas relacionamentos românticos, mas também de amizade ou de trabalho. Sentir-se desconfortável em interações sociais, especialmente com gente que ainda não conhece, pode ser um motivo. Além disso, existe a chance de que o excesso de análise e ensaios mentais de conversas acabem sendo obstáculos na hora da interação.

Mas, isso não é uma regra! Ansiosos podem ser muito bons em relacionamentos sociais, amorosos ou conversas casuais com estranhos, ainda que tendam a se preocupar mais.

10. Achar que todo mundo está olhando para você

"Por que você está me encarando?" Foto: Reprodução / Giphy

“Por que você está me encarando?” Foto: Reprodução / Giphy

Por ter essa característica de preocupação e de overthinking, o ansioso pode entrar em uma sala cheia de pessoas distraídas e ainda ter a sensação de que todos estão olhando para ele. E isso não tem nada a ver com vontade de ser o centro das atenções, mas sim com o questionamento do qual a reação dos outros com relação a ele.

11. Gostar de fazer listas

Foto: Reprodução / Giphy

Foto: Reprodução / Giphy

Quer um jeito melhor de se certificar de que não vai esquecer de nada? A pessoa ansiosa faz lista de compras, lista de coisas que precisa fazer em um dia, lista de preparativos para uma festa ou viagem, lista de presentes de natal. Além de contribuir para que cada item seja pensado e repensado, as listas ajudam a passar o tempo da espera.

12. Mudanças te deixam alerta

"Não vai ficar tudo bem. Mudança nunca é bom. Dizem que é, mas não é." Foto: Reprodução / Giphy

“Não vai ficar tudo bem. Mudança nunca é bom. Dizem que é, mas não é.” Foto: Reprodução / Giphy

Grandes mudanças na vida fazem com que a ansiedade se aflore. Pode ser uma mudança de cidade, de emprego, um casamento, uma gravidez. Qualquer coisa que mude a rotina é o gatilho para deixar o ansioso alerta, curioso, preocupado, cheio de pensamentos.

Se a sua ansiedade é maior que a considerada comum ou está começando a interferir demais e de maneira negativa na sua vida, vale ressaltar a necessidade de buscar ajuda e apoio, tanto das pessoas próximas quanto de um profissional.

“Quem sofre de ansiedade nem sempre percebe que está com o transtorno, pessoas ao redor podem ajudar inicialmente, informando a pessoa sobre o problema; logo, um auxílio com um especialista também se faz necessário. A ansiedade pode acarretar outros transtornos, afetando diretamente a saúde mental e corporal do indivíduo”, conclui Letícia Guedes.

Comentários
Dicas relacionadas