Como o autoconhecimento pode melhorar sua qualidade de vida

Escrito por                    
Atualizado em 21.06.22

Envato

Por
Atualizado em 21.06.22

Conhecer a si mesma e entender o que te faz bem – e principalmente o que não faz – é um processo desafiador, principalmente porque está ligado com a sua autoestima. Mas o autoconhecimento é muito importante e pode melhorar sua qualidade de vida. Para explicar mais sobre o assunto, veja o que a psicóloga Anita Teixeira disse sobre o assunto.

Publicidade

O que é o autoconhecimento

Anita explicou que se trata do processo de se conhecer e reconhecer desejos, potências e limitações. Além disso, ela evidencia que envolve também “o desconhecido que habita em você, pois aquilo que era dado como certo passa a ser questionado”. Para fechar a explicação, a psicóloga afirma que “é uma jornada de constante reflexão que pode, às vezes, não ser tão fácil”.

Por que o autoconhecimento é importante

Envato

Mesmo não sendo um processo tão fácil, a autoestima promove várias mudanças positivas na sua vida. Sendo assim, veja as principais qualidades que o autoconhecimento pode oferecer:

  • Fortalecimento da autoestima: a autoestima é a principal beneficiada quando existe a prática do autoconhecimento. A psicóloga citou que “você se sente mais segura, sabe e respeita suas qualidades e seus defeitos, sem julgamentos”;
  • Melhora da saúde mental: “quem se conhece não quer se encaixar em uma caixinha e consegue mostrar seu modo de ver a vida de um jeito mais leve”, explica Anita. Ela afirma que a pessoa se sente bem consigo mesma, com menos cobranças pessoais, levando a melhora da saúde mental;
  • Segurança na tomada de decisões e para encarar novas situações: fica difícil encarar novidades ou tomar decisões quando você não sabe o que gosta e quais são suas limitações. Assim, “quando existe a prática do autoconhecimento, você sente menos necessidade de validação e mais facilidade em falar e buscar o que deseja”, finaliza Anita;

  • Facilidade em lidar com situações do dia a dia: “situações simples – como ir para uma entrevista de emprego, apresentar um trabalho ou conhecer alguém – são desafiadoras para quem não entende muito de si. Por outro lado, quando o autoconhecimento é colocado em prática, você consegue sentir segurança e passa a não se colocar em situações nas quais pode ser prejudicada”, cita a psicóloga;
  • Melhora dos relacionamentos interpessoais: Anita comenta que os relacionamentos interpessoais – sejam profissionais, amizades ou amores – ficam mais fáceis. “Não há insegurança, necessidade de ficar na defensiva ou de se calar por medo de que a pessoa se afaste. Sem contar que a comunicação passa a ser mais leve, evitando discussões agressivas e acusações”, finaliza.

Esses são os principais motivos pelos quais o autoconhecimento é tão importante. E se você deseja saber como isso pode ser colocado em prática no seu dia a dia, siga a leitura para descobrir.

Como praticar o autoconhecimento

Envato

Agora que você já está convencida de que o autoconhecimento é muito importante para a sua vida, veja as dicas da psicóloga para começar a se conhecer mais:

Esteja aberta para viver as experiências da vida

Para Anita, “a vida é uma grande professora, então nada melhor que viver para aprender sobre si mesma. Até porque, a partir das relações que estabelecemos com as pessoas, vamos nos conhecendo e também nos desconhecendo”.

Publicidade

Pratique esporte ou alguma atividade física

A psicóloga explica que, para se autoconhecer, também é preciso entender o funcionamento do corpo, sentir a própria respiração e se observar. Tudo isso você pode descobrir durante a prática de atividades físicas.

Faça análise ou terapia

“A profissional que exerce a função de escuta qualificada está atenta ao discurso da paciente e, quando direcionado a outra pessoa, facilita o processo de autoconhecimento”, cita Anita. Portanto, ter esse momento é muito importante para se ouvir também.

Reflita e observe sobre seus interesses e objetivos

O objetivo é entender o que faz sentido para você em todas as áreas da sua vida. Assim, a psicóloga recomenda “tirar um minuto para anotar seus objetivos e interesses, depois comparar o que você anotou em outro momento”.

Aprenda com as experiências e esteja aberta a se questionar

Toda experiência deixa um aprendizado e isso você pode descobrir sozinha ou na terapia. Anita recomenda se fazer perguntas, como “o que posso extrair de certa vivência que passei?”, “o que faz sentido para mim?” ou “quais são as minhas fraquezas e quais são as minhas habilidades?”.

Converse em frente ao espelho

Pode ser estranho, porém vai te ajudar muito. Segundo a psicóloga, é “um bom exercício para se escutar e falar sobre algo que te deixa angustiada”. Além disso, se observar no espelho também é uma forma de contemplar a sua imagem e o seu jeito de ser.

Ouça a opinião dos outros, mas sem tomar como verdade absoluta

Ser autoconfiante não significa ignorar completamente a opinião de outras pessoas, mas sim filtrar o que realmente importa para você. Anita recomenda que você “reflita o que mais faz sentido dentro da sua perspectiva e não tome nada como uma verdade completa”.

Você já coloca alguma das dicas em prática? Aproveite para começar ainda hoje e lembre-se que não há nada errado em pedir ajuda e recorrer às terapias.

Mais informações sobre o autoconhecimento para te ajudar a trabalhá-lo em seu dia a dia

Depois de conhecer mais detalhes sobre o autoconhecimento com as explicações da psicóloga, confira os vídeos abaixo que também tratam do assunto:

Como ter mais autoconhecimento

A psicóloga Gabriela Affonso traz dicas de autoconhecimento, além de explicar o que é se autoconhecer. Também fala sobre as crenças trazidas desde a infância e como isso pode ser mudado.

Publicidade

5 passos para descobrir quem é você

A psicanalista Fê Cavalari traz uma grande reflexão que ajuda a entender o quem sou eu e como se descobrir. Além disso, ela traz dicas para passar mais tempo consigo, afinal de contas, o autoconhecimento se trata de uma relação que você constrói com você mesma.

Como começar e colocar em prática o autoconhecimento

A YouTuber Mylla Murta apresenta dicas com base em sua experiência pessoal na busca pelo autoconhecimento. Além disso, ela cita que é preciso ter vontade de encarar seus medos e suas sombras para se conhecer melhor.

Como você pode ver, o primeiro passo para o autoconhecimento é você quem precisa dar. Pode parecer difícil, porém a melhora na qualidade de vida e nos relacionamentos interpessoais vai ser evidente. Agora, o que acha de ler a matéria sobre livros de autoconhecimento?

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.