Tipos de escada: conheça os diferentes modelos e inspire-se

Não importa o espaço disponível ou o estilo decorativo, a escada pode complementar o visual de qualquer ambiente

Escrito por Ana Kordelos

Fonte: Reprodução / Martins Lucena Arquitetos

Com a função de ligar ambientes em diferentes níveis de uma residência, atualmente a escada deixa de ser apenas um item estrutural e se transforma em um elemento decorativo, ganhando formatos e materiais variados. Utilizada em ambientes internos e externos, a escolha pelo formato e material ideais para sua confecção deve seguir a estética do ambiente, de modo que sua presença adicione charme à decoração do local.

Além disso, conforme revela a arquiteta Iris Colella, independentemente do estilo escolhido, “é importante que este elemento siga as normas técnicas NBR 9077 e NBR 9050”. Confira a seguir alguns dos modelos mais comuns de escadas:

Escada em linha reta

Fonte: Reprodução / Sub Estúdio

De acordo com a profissional, este é o modelo mais comum. Ocupando um espaço menor, é indicada para lugares estreitos. “Este tipo de escada se adequa melhor em ambientes retangulares, pois necessita de uma extensão grande para vencer o desnível entre dois pavimentos”, explica. É o modelo ideal para ganhar decoração especial no espaço livre abaixo dela. “É possível preenchê-lo com marcenaria e até fazer um pequeno lavabo, dependendo da altura que sobrar embaixo da escada”, sugere.

Escada em L

Fonte: Reprodução / Espaço do Traço

Podendo ser fixas em um canto ou estar soltas no ambiente, em ambientes menores, como sobrados e casas geminadas, este tipo de escada pode ser um aliado para economia de espaço. “A parte de baixo do segundo lance da escada, que é mais alto, é frequentemente utilizada como lavabo, despensa ou até área de serviço”, revela Iris.

Escada em U

Fonte: Reprodução / House In Rio

Este é o tipo de escada que ocupa maior espaço no ambiente. Podendo ser projetada na divisa com uma parede ou totalmente solta no ambiente, ela pode funcionar como um elemento arquitetônico decorativo, dependendo dos acabamentos escolhidos. “Além disso, se estiver solta no ambiente, esta escada pode ter a função de separar dois ambientes, como sala de estar e jantar”, explica a arquiteta.

Leia também: 10 itens que transformam a decoração da casa num passe de mágica

Escada curva ou circular

Fonte: Reprodução / Aquiles Nícolas Kílaris

Diferente da escada caracol, esta opção apresenta curvas mais suaves e orgânicas, podendo ser elaboradas para ambos os lados, garantindo sofisticação ao ambiente. Utilizadas geralmente em ambientes modernos e espaçosos, as escadas curvas dificilmente permitem o uso do espaço abaixo delas. “Geralmente são desenvolvidas como um elemento arquitetônico de destaque, contando com acabamentos nobres e vistosos”, descreve a profissional.

Escada caracol ou helicoidal

Fonte: Reprodução / Iara Kílaris

Segundo a arquiteta, este tipo de escada possui um eixo central de onde partem os degraus que possuem um formato triangular. Ideal para ambientes pequenos, necessita de pouco espaço para instalação. “É recomendável certo cuidado, já que o formato triangular dos degraus pode causar certo desconforto para os usuários, e o seu desenho dificulta ou até pode impossibilitar o transporte de móveis e objetos grandes”, alerta Iris.

Em relação aos materiais mais utilizados na confecção das escadas, é possível destacar o vidro, a madeira, o ferro e o concreto. “Enquanto o vidro garante amplitude, modernidade e beleza, a madeira exprime rusticidade e elegância, sendo um material com alta durabilidade, assim como o ferro, material que ainda possui alta resistência e garante um visual industrial. Já as escadas de concreto são as opções mais tradicionais, assegurando segurança e estabilidade”, resume a profissional.

65 escadas que vão te fazer sonhar mais alto

Agora que você já conheceu os tipos de escada, que tal uma dose de inspiração para te ajudar a escolher seu modelo e acabamento preferidos?

1. Existem modelos que fogem do comum

Fonte: Reprodução / Steel Decor Brasil

2. Mas sempre haverá espaço para as clássicas

Fonte: Reprodução / Saspadini & Schiavon

3. Ela pode ter os degraus vazados

Fonte: Reprodução / Lo Interiores

4. Ou contínuos, como um modelo mais tradicional

Fonte: Reprodução / Leonice Alves

5. Mesclar materiais diferentes garante um belo visual

Fonte: Reprodução / Studio BR Arquitetura

6. Mas, se feita em apenas um material, também possui seu charme

Fonte: Reprodução / A+R Arquitetura

7. Multifuncional, ajuda a separar ambientes integrados

Fonte: Reprodução / Leonardo Muller

8. Ou integra ambientes de diferentes níveis

Fonte: Reprodução / Katerine de Fante

9. Pode contar com os tons já vistos na decoração

Fonte: Reprodução / RA Design de Interiores

10. Ou garantir o toque de cor que faltava

Fonte: Reprodução / Studio Due Arquitetura

11. Sua funcionalidade é garantida em ambientes internos

Fonte: Reprodução / Tria Arquitetura

12. Assim como uma bela escada em espaços externos

Fonte: Reprodução / Studio MK27

13. O guarda-corpo em vidro ganhou popularidade

Fonte: Reprodução / Rodrigo Maia

14. Mas nada como um modelo utilizando mix de materiais

Fonte: Reprodução / Karla Silva

15. A opção em pedra natural pode revestir os degraus da escada

Foto: Reprodução / Iara Kílaris

16. Ou elaborar o item por completo

Fonte: Reprodução / Gislene Lopes

17. Que tal um modelo em ferro com um toque de cor?

Fonte: Reprodução / Amis Arquitetura

18. Ou uma imponente escada com estrutura de ferro e degraus em madeira?

19. Para os mais clássicos, um modelo requintado

Fonte: Reprodução / Espaço do Traço Arquitetura

20. Já para os mais modernos, um visual industrial

Fonte: Reprodução / Flavia Medina

21. Vale apostar em modelos diferenciados, com degraus protuberantes

Fonte: Reprodução / Vanessa Féres

22. Visual contemporâneo e cheio de estilo

23. Cores vibrantes, que se destacam no ambiente

Fonte: Reprodução / Escadas MV

24. Você pode brincar com a mistura de cores e materiais

Fonte: Reprodução / Lembi Arquitetura

25. Ou investir em uma estrutura onde os pequenos detalhes fazem a diferença

Fonte: Reprodução / AS Engenharia e Arquitetura

26. Há quem prefira um modelo discreto, na cor branca

Fonte: Reprodução / Elaine Palmério

27. Utilizar o mesmo revestimento do restante do piso

Fonte: Reprodução / Brunete Fraccaroli

28. Ou apostar em uma opção cheia de contrastes

Fonte: Reprodução / Ilha Arquitetura

29. O importante é a escada incrementar o visual do ambiente

Fonte: Reprodução / Odvo Arquitetura e Urbanismo

30. O guarda-corpo é um elemento que merece destaque

Fonte: Reprodução / Carol Costalonga

31. Podendo ser confeccionado no mesmo material da escada

Fonte: Reprodução / Diego Revollo

32. Ou mesclando diferentes estilos e materiais

Fonte: Reprodução / Consuelo Jorge

33. Pode adicionar contraste no ambiente

Fonte: Reprodução / Flávia Portela

34. Ou até mesmo, não estar presente

Fonte: Reprodução / AS Engenharia e Arquitetura

35. A escada pode ser discreta, nos mesmos tons da parede que é instalada

Fonte: Reprodução / Studio MK27

36. Utilizar as cores espalhadas por todo o ambiente

Fonte: Reprodução / André Arquimagens

37. Acompanhar o estilo decorativo

Fonte: Reprodução / Anna May & Anderson Schussler

38. Ou ser o destaque principal do espaço

Fonte: Reprodução / Paula Russo

39. O espaço abaixo dela também pode ser bem utilizado

Fonte: Reprodução / Idália Daudt

40. Basta adicionar um pequeno jardim de inverno

Fonte: Reprodução / Barillari+ Rafael Péra

41. Utilizá-lo como um minibar

Fonte: Reprodução / Laura Meyer

42. Decorar com objetos especiais

Fonte: Reprodução / Marina Linhares

43. Ou embutir armários planejados

Fonte: Reprodução / Célia Beatriz

44. Tudo para maximizar o aproveitamento de espaço

Fonte: Reprodução / DT Estudio

45. Se instalada junto a parede, vale investir na decoração do seu arredor

Fonte: Reprodução / Carla Arigón Felippi

46. Em um revestimento diferenciado

Fonte: Reprodução / Deborah Roig

47. Nichos e objetos decorativos

Fonte: Reprodução / Juciara Andrade

48. Focos de luzes embutidas

Fonte: Reprodução / Paulinho Peres

49. Ou um material que se destaque

Fonte: Reprodução / Rodrigo Maia

50. Degraus de madeira são um show à parte

Fonte: Reprodução / AS engenharia e Arquitetura

51. Podendo ser revestidos ou elaborados integralmente com o material

Fonte: Reprodução / Rodrigo Maia

52. Assim como a imponência de uma pedra natural

Foto: Reprodução / Julio Buccier

53. Mas nada impede que estes recebam apenas uma pintura simples

Fonte: Reprodução / Rodrigo Maia

54. Ou um corrimão com visual diferenciado

Fonte: Reprodução / SQ+ Arquitetos Associados

55. Qualquer elemento que agregue em seu visual

Fonte: Reprodução / Très Arquitetura

56. Como paredes em cores vibrantes

Fonte: Reprodução / Iara Kílaris

57. A companhia de belos lustres pendentes

Fonte: Reprodução / Léo Shehtman

58. Ou o formato que fuja do padrão

Fonte: Reprodução / Denise Barretto

59. Para um ambiente mais clássico, guarda-corpo desenhado

Fonte: Reprodução / Fabio Morozini

60. O vidro é a escolha certa para completar uma decoração clean

Fonte: Reprodução / Roberto Migotto

61. Já a escada em concreto garante o ar contemporâneo ao espaço

Fonte: Reprodução / FCstudio

62. Basta escolher o estilo decorativo desejado

Fonte: Reprodução / JAA Arquitetos

63. O modelo ideal para preencher o espaço

Fonte: Reprodução / Laura Santos

64. Eleger os materiais favoritos

Fonte: Reprodução / Idália Daudt

65. E mudar completamente o visual da construção

Fonte: Reprodução / Espaço do Traça Arquitetura

Além de toda a funcionalidade proporcionada por este item, investir em uma bela escada para complementar o visual do seu lar é aposta certeira para integrar diferentes ambientes com estilo. Basta decidir o modelo ideal de acordo com o espaço disponível e os materiais favoritos e garantir mais charme e beleza para sua residência. ,/p>

Leia também: 14 ideias criativas para aproveitar o espaço embaixo da escada

Assuntos: Decoração

Dicas pela Web
Comentários