Casa e Decor

Tipos de café: como escolher o grão, a moagem e a torra mais saborosa

Canva

Atualizado em 29.06.22

Quentinho ou gelado, adoçado ou natural, coado ou espresso, com leite ou sem, não importa, o café é uma das bebidas mais apreciadas pelo brasileiro, como aponta uma pesquisa publicada em 2020 pelo IBGE. Mas, você conhece os tipos de café, seus sabores e características? Se quiser descobrir, confira o que a barista, assessora e consultora de cafeterias, Camila Franco Fonseca, diz sobre o assunto!

Publicidade

Índice do conteúdo:

Tipos de café

Se você é apaixonada por café, já deve ter percebido, tomando uma xícara ou outra, que ele possui diferentes sabores e cores. Isso acontece, de acordo com a Camila, porque, além dos diferentes “perfis de torra”, há também diferentes tipos de grãos de café.

Com isso, a barista explica que, apesar da diversidade de grãos, “no topo das espécies, dos tipos de grãos de café, está o Robusta e o Arábica”, os dois mais conhecidos e comercializados. Veja abaixo o que a especialista diz sobre eles:

Robusta

Também conhecido como canephora, esse grão, segundo a barista, é aquele tipo mais comum, encontrado no supermercado. Camila explica que “é um café de baixa qualidade, geralmente plantado num solo não tão bom quanto os cafés Arábicas”, por isso, costuma ser encontrado em um valor mais em conta.

A profissional revela que os grãos do tipo robusta “não aguentam temperaturas muito baixas, costumam ser plantados abaixo de mil metros do nível do mar e não demandam muita mão de obra para o plantio, colheita e beneficiamento”.

Outra curiosidade sobre este café é que seu processo de plantio e colheita é feito quase que inteiramente por maquinários, o que, como afirma a especialista, faz sua seleção não ser tão minuciosa: “se tem alguma outra plantação próxima, por exemplo, plantação de soja, de milho, as máquinas podem acabar colhendo uma parte junto”.

Em relação à torra desses grãos, Camila esclarece também que justamente para “inibir esses defeitos”, geralmente ela é mais escura e possui uma moagem mais refinada. “Não é um café puro, de qualidade”, afirma a barista.

Arábica

“Com o sabor mais suave e adocicado, os grãos do tipo Arábica, surgiram nas montanhas da Etiópia, mas só obtiveram reconhecimento mundial quando chegaram na Arábia.

Camila conta que ele “é um café geralmente produzido acima de mil metros do nível do mar, em temperaturas mais frias, e possui mais qualidade no plantio, na colheita, na lavagem, no beneficiamento, etc”.

Publicidade

Os grãos, conforme a especialista, são melhores selecionados, pois toda a colheita é feita de forma manual: “eles colhem a fruta madura, a fruta verde eles deixam, separam o que está bom e o que está passado. Tem um controle de qualidade bem acirrado”.

Sobre a torra desde tipo de café, a profissional conta que geralmente é utilizado uma torra média “que não deixa aquele gosto amargo” na bebida. Além disso, é essa torra que deixa o café “mais caramelado, achocolatado… É um café que fica mais doce, e geralmente não precisa de açúcar”.

Explicando sobre os dois tipos e suas características, a barista revela que entre eles existem outras sub variações, como “o café Mundo Novo, o Catuaí, o Acaiá, o Bourbon, o Topázio, etc.”, cada um com suas características específicas que mudam o sensorial das bebidas.

A região do plantio, a forma da colheita, os procedimentos de moagem, o tipo de solo, tudo influencia no sabor do cafezinho de cada dia. Além disso, a forma de preparo também faz uma grande diferença no paladar. Este é o assunto do próximo tópico.

Tipos de bebidas com café

Cada pessoa gosta de um tipo de preparo de café, o que faz essa bebida ser extremamente versátil e se apresentar das mais diferentes formas em todos os cantos do mundo. Pensando nisso, Camila separou os 5 tipos mais comuns, explicando brevemente sobre cada uma delas. Veja:

Café coado

Canva

Segundo a barista, “independentemente se é especial ou não, o café coado é um dos mais comuns”. É ele quem está na mesa dos brasileiros e faz parte do café da manhã, do lanchinho da tarde e do final das refeições.

E não é só isso, é ele que geralmente é a base para as demais bebidas, por isso, é fundamental que seja bem-feito. A seguir, confira o passo a passo para preparar o café coado perfeito!

  • Prepare o coador de café com o filtro e coloque-o sobre o bule, a garrafa térmica ou a jarra onde for coar o café;
  • Em uma panela, aqueça a água em fogo médio. Camila indica o uso de uma balança nesse processo, para você poder medir a proporção dos ingredientes: “para cada 10 gramas de café, 100 gramas de água”, explica;
  • Com a água quente, regue o filtro de papel ainda sem o pó do café. Isso auxiliará tanto para aquecer o coador e manter o recipiente numa boa temperatura, quanto para higienizar o filtro de papel;
  • Descarte a água do recipiente e distribua o pó de café de sua preferência no filtro umedecido;
  • Regue o pó fazendo movimentos circulares enquanto despeja a água gradualmente, até coar tudo por igual e sirva como preferir.

Café espresso

Canva

O café espresso também é um dos tipos mais conhecidos da bebida, contudo, diferente do café coado, o expresso “é feito por uma máquina, ou automática, ou manual”, esclarece a barista.

Publicidade

A preparação da bebida é como um ritual, e passa por diversos processos para que o resultado seja delicioso. Se você tem ou planeja ter uma máquina caseira de café espresso, confira o passo a passo para deixar sua bebida ainda mais gostosa:

  • Coloque água na cafeteira e ligue-a para aquecer. Deixe o porta-filtro encaixado para ele aquecer também;
  • Faça a moagem fina dos grãos. Isso irá garantir um café mais concentrado, com mais aroma e sabor. Caso seu café já seja em pó, é só seguir para o próximo passo;
  • Preencha todo o porta-filtro quente com o pó do café, e quando ele estiver completo, prense-o;
  • Com o café compactado, coloque na cafeteira, adicione uma xícara na saída da bebida e programe a liberação da água quente e pronto!

Cappuccino

tipos de café

Canva

O famoso cappuccino é italiano, e de acordo com Camila é feito bem diferente daqueles que se vê por aí, pois leva apenas “um terço de café expresso, um terço de leite e um terço de espuma” em seu preparo.

Contudo, como o brasileiro gosta de acrescentar sabores, o uso de chocolate em pó, canela e chantilly caiu na graça do povo. Quer saber como se faz? Veja abaixo:

  • Em uma tigela grande, peneire e misture 500 g de leite em pó, 50 g de café solúvel, 8 colheres de sopa de chocolate em pó, 1 xícara de açúcar e ½ colher de sopa de bicarbonato de sódio;
  • Passe a mistura para um recipiente com tampa para armazenar;
  • Para beber, adicione uma ou duas colheres da mistura em uma xícara e acrescente água quente;
  • Misture bem e se aqueça com essa delícia!

Latte

tipos de café

Canva

Segundo a barista, o café latte “é quase igual o cappuccino, só que vai menos espuma”. A bebida é famosa por ser um café cremoso delicioso e pelas suas artes feitas com leite sobre a espuma do café espresso.

Para quem não sabe, a bebida, ideal para os amantes do café com leite, recebe esse nome por levar uma quantidade maior de leite do que de café. Veja a seguir como preparar:

  • Prepare 30 ml de café espresso. Caso não tenha a máquina de café expresso, busque por proporções para o preparo de um café mais intenso e forte;
  • Vaporize 160 ml de leite na máquina ou com utensílios como um espumador de leite, uma prensa francesa ou um mixer. O ideal é que o leite fique com 0,5 cm de espuma e ele pode ser frio ou quente, como preferir;
  • Adicione o leite vaporizado à xícara com o café espresso e está pronto!

Cold brew

tipos de café

Canva

Se você gosta de uma bebida com café mais refrescante, o cold brew pode ser a pedida certa! Camila, explica que esse tipo de café “é feito à base de grãos moído de forma mais grossa, e fica em infusão em água gelada ou na geladeira, por cerca de 8, 12 ou 24 horas”, para que o sabor da bebida se intensifique.

Você pode tomá-lo com leite, gelo, acrescentar calda ou algum licor de sua preferência, ou, até mesmo, colocar algumas rodelas de laranja ou limão. Para preparar, basta seguir os passos abaixo:

Publicidade

  • Em um recipiente com tampa, adicione 1 xícara de pó de café e 4 xícaras de água em temperatura ambiente ou gelada;
  • Misture bem e deixe em temperatura ambiente por cerca de 12 a 15 horas;
  • Passado o tempo, coe o café para retirar os resíduos de borra do líquido;
  • Após coado, passe para um recipiente com rampa e está pronto. Você pode conservar a bebida na geladeira por até uma semana, se desejar.

Uma coisa legal sobre o café, conforme a profissional pontua, é que com o mesmo grão você consegue obter uma infinidade de bebidas com sabores completamente diferentes. Só vai depender “do método, da moagem e da temperatura da água que você vai usar”, afirma Camila.

Ela revela ainda que “não é porque você tem um café com uma torra escura que você só vai ter um café amargo”, afinal o café é super versátil e existem maneiras de preparo para “deixá-lo mais doce, amargo, com mais corpo, ou mais suave”.

De simples o café não tem nada! Seus sabores, cores, odores, espécies e preparos são transformadores e deliciosos. E se você quiser mais dicas sobre como obter uma bebida que faça jus a todos os tipos de grãos, confira essa matéria sobre como fazer café, que deixará seu cafezinho ainda mais espetacular!

Psicóloga apaixonada por literatura e psicanálise. Acredita que as palavras, escritas ou faladas, têm o poder de transformar.