5 posições de yoga ideais para quem fica sentado a maior parte do dia

Passar o dia sentada pode causar dores na coluna e aumentar o risco de ataque cardíaco, mas essas posições de yoga ajudam a combater esses males

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Passar o dia todo sentada é uma consequência da vida moderna, principalmente para quem trabalha em escritório. Sem nos darmos conta, passamos horas e mais horas na mesma posição, o que pode nos trazer problemas de saúde.

Além das dores musculares e dos problemas de circulação, passar o dia todo sentada pode aumentar o risco de desenvolver diabetes ou ter um ataque cardíaco, segundo um estudo publicado pela Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA.

Uma forma de amenizar os malefícios dessa posição é se exercitar e alongar o corpo, e as posturas de yoga são excelentes nesses quesitos. Além disso, essa prática também ajuda a aliviar o estresse e a controlar a ansiedade.

Conheça algumas das melhores posições para combater os efeitos de um dia inteiro sentada na cadeira do escritório e comece a praticar hoje mesmo:

1. Kapotasana – Postura do Pombo

Foto: iStock

Depois de passar o dia todo sentada sobre suas nádegas, elas merecem uma boa alongada, certo? Para isso, você pode recorrer à postura do pombo, que é excelente para alongar e relaxar os glúteos.

Leia também: Acro Yoga: movimentos no corpo e na mente

Comece posicionando-se com as mãos e os joelhos no chão e, em seguida, leve o pé direito para frente, até que ele fique entre as suas mãos. Dobre o joelho direito e gire a coxa para fora, trazendo o calcanhar logo à frente da coxa esquerda.

Incline-se para frente, aguarde de 20 a 25 segundos e repita a posição com a perna esquerda.

2. Baddha Konasana – Postura do Alfaiate

Foto: iStock

A tensão na virilha pode ser resultado de posições inadequada que assumimos durante o dia, como ficar muito tempo de pernas cruzadas ou apoiando o peso mais de um lado do que do outro.

Para aliviar esse desconforto, sente-se no chão e dobre os joelhos, permitindo que eles abram o máximo possível. Segurando os tornozelos, traga seus calcanhares o mais próximo possível do seu osso púbico, sempre mantendo as solas dos pés juntas.

Você pode pressionar suavemente o lado interno da coxa para ajudar a relaxar a virilha. Incline-se para frente e conte dez respirações.

Leia também: Chega de sofrer! Aprenda como amenizar as dores durante o trabalho

3. Gomukhasana – Postura da Cara de Vaca

Foto: iStock

Quando passamos muito tempo sentadas, a espinha se curva, os ombros ficam caídos e encolhemos o peito, o que dificulta nossa respiração e pode acabar causando ansiedade.

O alívio para esses sintomas está na postura da cara de vaca, que consiste em alinhar o braço direito com a orelha, apontando para cima, mantendo a palma da mão voltada para a parede atrás de você e o polegar apontando para o lado direito. Dobre o cotovelo e pare por um instante.

Em seguida, estenda seu braço esquerdo para a lateral, com as costas da mão voltadas para a parede à sua frente e o polegar apontando para baixo. Dobre o cotovelo e tente encostar uma mão na outra. Você também pode usar um cinto ou uma toalha para unir as mãos.

4. Uttanasana – Postura do Alongamento Intenso

Foto: iStock

Além de alongar o corpo todo, a posição uttanasana nos deixa com a cabeça para baixo, o que favorece o fluxo sanguíneo em direção ao cérebro e ajuda você a clarear sua mente.

Para reproduzi-la, abra os pés na distância do quadril, dobre levemente os joelhos e incline-se para frente. Se você sentir a espinha um pouco curvada ou as panturrilhas tensionadas, mantenha os joelhos dobrados.

Leia também: Ioga: pratique a atividade com ajuda do seu smartphone

Aos poucos, conforme pratica essa posição, você poderá esticar os joelhos. Lembre-se de que o objetivo é alongar as costas, não esticar as pernas.

5. Parivrtta Trikonasana – Postura do Triângulo com Rotação do Tronco

Foto: iStock

Permanecer sentada por longos períodos achata os discos entre as vértebras e pode levar a uma compressão na espinha. Para aliviar esse efeito, você pode recorrer à postura do triângulo com rotação de tronco, que promove um belo alongamento da coluna.

Comece com os dois pés unidos e leve o pé direito para trás, em uma distância aproximada de 90 centímetros, virando o pé para fora em um ângulo de 45 graus. Alinhe seus calcanhares para ficar estável, incline-se para frente e coloque sua mão direita no chão, do lado de fora do pé esquerdo.

Levante seu braço esquerdo e comece a girar o tronco para cima e para a esquerda, acompanhando o braço. Lembre-se de sincronizar o movimento com a sua respiração, inspirando enquanto você se alonga e expirando ao retornar o corpo à posição de relaxamento.

Leia também: Pilates: conheça o método e os benefícios do Pilates

Dicas pela Web
Comentários