Conheça os 6 erros mais comuns que cometemos ao passar roupa

Passar roupa pode não ser uma tarefa tão divertida, mas não é por isso que vamos deixá-la ainda mais complicada, certo? Livre-se desses erros!

Escrito por Raquel Praconi Pinzon

Foto: iStock

Você já viu aquele meme dizendo que já passou da hora de ser aceitável sair na rua com roupas amarrotadas? Pois é, sabemos que muita gente não gosta nada de passar roupas .

De fato, esse pode ser um trabalho enfadonho e cansativo. E o pior: o resultado costuma durar pouco, pois basta vestir a peça por dois minutos que logo ela estará amassada novamente.

Mas não adianta reclamar, pois muitos ambientes, principalmente os locais de trabalho, ainda requisitam que você se apresente com um determinado tipo de vestuário – e de preferência com as roupas bem passadas.

Sendo assim, o melhor que temos a fazer é tentar tornar essa função menos trabalhosa, já que reclamações infelizmente não passam roupas – ainda. Por isso, confira as dicas que preparamos com os erros mais comuns na hora de realizar essa tarefa e saiba como evitá-los:

1. Passar roupas secas demais

Foto: iStock

A umidade deixa o tecido mais macio, permitindo que as rugas sumam quando o ferro passa por elas. Se as roupas estiverem muito secas, utilize o recurso de liberação de vapor para facilitar seu trabalho.

Leia também: Aprenda a remover manchas de maquiagem da roupa

2. Deixar as peças delicadas para o final

Foto: iStock

O ferro demora mais tempo para esfriar do que esquentar, então é mais indicado começar a passar suas roupas pelas mais delicadas, que requerem uma temperatura mais baixa, e deixar as mais peças de algodão para o final.

3. Basear a temperatura no tecido mais pesado

Foto: iStock

Se a peça é feita com uma mistura de tecidos, regule o termostato de acordo com o material mais delicado. Isso ajudará você a preservar sua peça por mais tempo.

4. Não limpar o ferro

Foto: iStock

Fibras derretidas e resquícios de substâncias químicas adicionadas ao spray podem acabar manchando os tecidos. Para evitar esse efeito, limpe a base do ferro com uma pasta de bicarbonato de sódio quando ele estiver frio.

5. Guardar o ferro com água dentro

Foto: iStock

Sempre esvazie completamente o recipiente de água do ferro antes de guardá-lo, especialmente se você o posiciona sobre a base de passar. Isso evita que o excesso de água danifique suas partes internas e cause a descoloração da base.

6. Passar as peças sem esticá-las

Foto: iStock

Ao utilizar uma passadeira vertical ou de mão, segure a parte de baixo das roupas penduradas com a mão e estique-as levemente, facilitando o processo. No caso de tecidos mais pesados, quando o vapor não consegue penetrar nas fibras, vire a peça pelo avesso e passe-a dos dois lados.

Leia também: Como evitar manchas de desodorante nas roupas

Vale a pena lembrar que, como todos os nossos eletrodomésticos, os ferros de passar também se modernizam. Se você ainda está passando roupa com aquele ferro dos anos 1990, talvez seja hora de dar uma olhada em modelos com novas funções e novos materiais, mais indicados para as peças de roupas que usamos atualmente.

Dicas pela Web
Comentários