Dor de garganta

Tire suas dúvidas a respeito das principais inflamações e infecções da região da garganta

Escrito por Andressa Dias

As dores de garganta são incômodos muito comuns, mas nem por isso devem ser tratadas com negligência. Diferenciamos nesta matéria, os tipos de dor de garganta e damos dicas para que você não deixe uma pequena inflamação ou uma infecção evoluir para um quadro de grave risco para sua saúde.

Causas da dor de garganta

As causas da dor de garganta podem estar ligadas a origens infecciosas ou inflamatórias.

Quando se trata de uma faringite, inflamação causada por vírus, a vítima sofre com dores para falar, engolir e até para bocejar, além de vermelhidão no fundo da boca e se a inflamação evoluir para uma amigdalite bacteriana, pode haver aparecimento de placas de pus.

O tratamento da faringite deve ser feito sob orientação médica, normalmente com o uso de analgésicos e antitérmicos e quando houver confirmação de que a infecção é na verdade bacteriana, o uso de antibióticos pode ser necessário.

A amigdalite pode ser uma inflamação viral ou infecção bacteriana nas amígdalas, por isso é importante estar atenta aos sinais de cada uma. Em geral, a pessoa afetada pela amigdalite sente dores fortes para engolir, pode ser acompanhada de febre e mal-estar. Nos casos de amigdalite viral, as amígdalas ficam inchadas e nos casos de amigdalite bacteriana, há o aparecimento de placas de pus.

O tratamento da amigdalite viral é semelhante ao tratamento da faringite, enquanto o tratamento da amigdalite bacteriana deve ser recomendado apenas pelo médico.

A laringite, às vezes confundida com a faringite, é uma infecção que normalmente é causada por um vírus. Essa infecção ocorre na laringe, na região do pescoço em que a voz é produzida. Em geral, os sintomas se caracterizam por dores no local, rouquidão e tosse seca.

Para tratar a laringite, é recomendado um tratamento similar ao da faringite. Não deixe de consultar o médico se houver suspeita de laringite seguida de rouquidão prolongada por muitos dias, pois é necessário verificar se há possibilidade da existência de um câncer na região.

Como evitar as dores de garganta

Aconselha-se sempre respirar pela boca e mantê-la sempre hidratada, bebendo água regularmente. Deve-se evitar também a troca de temperatura, como passar de um ambiente gelado a um quente repentinamente ou muitas vezes ao dia.

Vale lembrar que é importante evitar se expor a situações que possam desencadear reações alérgicas em você, pois uma vez que a rinite ou a sinusite atacam, as dores de garganta podem surgir como um acompanhamento nada agradável.

Como amenizar os sintomas das dores de garganta

Para aliviar os incômodos que a dor de garganta causa, você pode apostar em alguns métodos caseiros. Lembrando que, esses métodos não curam o problema, somente aliviam as irritações. Não se deve substituir a consulta ao médico por quaisquer métodos caseiros de alívio.

Gengibre: O chá por infusão de gengibre pode amenizar a sensação ruim na garganta. Deve ser ingerido três vezes ao dia. O método deve ser evitado por gestantes com menos de três meses de gravidez.

Para preparar o chá, deixe o gengibre de molho por meia hora, depois acrescente água e leve ao fogo por mais meia hora. Deixe esfriar um pouco e estará pronto para o consumo.

Sucos cítricos: Os sucos de frutas cítricas como laranja e limão ajudam a aliviar a coceira na garganta e as tosses. Isto acontece porque eles agem na garganta limpando as impurezas que provocam as irritações.

Maçã: A maçã, assim como as frutas cítricas, também tem ação adstringente na garganta. Pode ser ingerida crua como fruta, cozida ou como um chá.

É valido ressaltar que a ingestão de líquidos muito quentes ou muito frios pode agravar a irritação na garganta, portanto recomenda-se ingerir líquidos em temperatura ambiente ou em temperaturas amenas.

É interessante também investir no consumo de alimentos que promovam uma melhoria na imunidade, como alho, própolis, verduras verde-escuro, legumes como beterraba e lentilha, entre outros.

Com o sistema imunológico mais fortalecido, é menos provável que você sofra com problemas na garganta. Porém, se isso acontecer, não perca tempo e procure um médico o mais rápido possível e siga as dicas para aliviar os sintomas.

Dicas pela Web