Dicas de Mulher Dicas de Casa

Como se organizar para ter um cachorrinho

É preciso lembrar que esses bichinhos não podem ser encarados como brinquedos - eles precisam de cuidados e muito carinho

em 15/06/2013

Foto: Thinkstock

Cachorros são mais que animais de estimação: são ótimas companhias para quem mora sozinho, além de ajudarem a ensinar diversas coisas às crianças e de encherem a casa de alegria. Mas é preciso lembrar que esses bichinhos não podem ser encarados como brinquedos. Eles precisam de cuidados e muito carinho. Se você está pensando em ter um cachorrinho, que tal dar uma olhada na lista abaixo e se organizar antes de encontrar seu novo melhor amigo?

Comida

Há quem tenha cachorro em casa e nunca tenha comprado um saco sequer de ração. É claro que é difícil resistir àqueles olhinhos que “pedem” tudo o que você está saboreando, mas tenha muita atenção com isso: cachorro não é gente, a comida humana pode, muitas vezes, prejudicar seu animalzinho mais que agradá-lo. A ração é desenvolvida especialmente para o organismo dele e só tem a acrescentar ao bem-estar do pequeno.

A tigela de ração também precisa ter um tamanho adequado ao seu cachorrinho. Se ela for muito pequena, ele vai acabar fazendo uma grande bagunça ao comer, porque não conseguirá abrir a boca o suficiente para abocanhar a ração.

Brinquedos

Principalmente quando filhotes, esses bichos sentem a necessidade de morder tudo o que encontram pelo caminho. Se você não der a ele os brinquedos adequados para gastar os dentinhos em formação, ele vai acabar mordendo seus sapatos, roupas, móveis e quaisquer outros objetos. Por volta dos seis meses de idade, esse tipo de preocupação merece atenção especial, uma vez que seu bichinho estará ganhando seus dentes definitivos.

Segurança

Os cuidados exigidos por um animal de estimação, seja ele qual for, são muito parecidos àqueles que se deve ter quando há crianças em casa. Procure não deixar à mostra fios elétricos e objetos com os quais seu cachorro possa se ferir. Objetos de vidro ou de metal podem facilmente se tornar um risco.

Os produtos de limpeza e os medicamentos também precisam ser adequadamente armazenados, longe do alcance do bichinho. Se ele ingerir, por acaso, qualquer um desses produtos, as consequências podem ser fatais e é fundamental que você o leve imediatamente a um veterinário de confiança.

Hora de dormir

O ideal é que seu animalzinho possua um espaço especialmente destinado a ele na casa. Esse tipo de atitude ajuda a impor os devidos limites e impede que ele cresça sem respeitar os demais espaços.

Escolha uma cama feita de tecido, de preferência algodão, e evite aquelas com botões que ele possa engolir e zíperes nos quais ele possa se ferir. As camas feitas de plástico e náilon podem ser tóxicas.

Se for adquirir uma casinha, evite as de madeira. Pulgas e carrapatos podem se proliferar mais facilmente nesses modelos, uma vez que eles possuem frestas. Fungos e bactérias também se reproduzem mais facilmente nas casinhas feitas com esse material, porque ele retém maior umidade. Portanto, as casinhas ideais são as fabricadas em fibra. Evite as de plástico porque, como dito anteriormente, ele pode ser tóxico.

Se possível, contabilize as despesas com um adestrador antes mesmo de trazer seu amiguinho para casa. Pode ser que essa não pareça uma prioridade, mas você vai perceber que é importante dar a ele algumas noções de respeito e limites, para evitar transtornos.

Comentários
Dicas relacionadas