Como prevenir alergias nas crianças

Alguns cuidados são importantes para diminuir os riscos de desenvolver alergias

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

As chamadas alergias são reações do organismo a corpos estranhos que entram em contato com ele. Elas costumam aparecer entre o nascimento e os dez anos de idade, mas algumas pessoas podem apresentar sintomas depois de adultas. Para evitar que seus filhos sofram com as crises alérgicas infantis, separamos dez dicas que podem ser aplicadas na rotina diária da família.

1 – Amamentação até os seis meses

O leite materno é essencial para o desenvolvimento saudável da criança. Ele contém todos os nutrientes necessários para que o sistema imunológico funcione corretamente. Até os seis meses de vida, o leite materno deve ser o único alimento fornecido ao bebê – ele é o responsável por fortalecer a proteção da criança contra as alergias.

2 – Alimentação saudável

Mesmo depois desse período, é importante manter a criança se alimentando de maneira saudável. Isso inclui uma dieta rica em frutas, verduras e legumes, além de peixe e castanhas. De acordo com uma pesquisa realizada pela University of Gothenburg, na Suécia, crianças que consomem peixe tendem a apresentar menos problemas respiratórios.

3 – Natação

Para as mães que querem melhorar a capacidade pulmonar e cardiorrespiratória de seus filhos, a natação é uma opção divertida e eficiente. A maneira como ela trabalha a respiração ajuda muito na prevenção das alergias e de outras doenças do aparelho respiratório, como a asma, mas outras atividades físicas também podem ajudar.

4 – Animais de estimação

Durante muitos anos eles foram considerados inimigos dos alérgicos. Atualmente há várias pesquisas que indicam que a convivência com um animal de estimação pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico mas, enquanto não há prova definitiva, evite deixar que os bichinhos fiquem no quarto da criança.

5 – Quarto

Por falar em quarto, é importante prestar atenção ao que se passa no quarto do seu filho. Eliminar focos de mofo e poeira é a melhor maneira de evitar a rinite alérgica. Livre-se de tapetes, almofadas e cortinas, dando preferência a objetos hipoalérgicos. Mantenha o ambiente bem ventilado e, ao menos uma vez por semana, coloque cobertores e outros objetos que acumulem poeira no sol.

6 – Pediatra

Assim como os adultos, a criança deve visitar regularmente o médico, para prevenir possíveis problemas de saúde, aí incluídas as alergias. Procurar o pediatra apenas quando a crise já apareceu é um erro comum e pode prejudicar a saúde da criança.

A recomendação é de que, até os seis meses de vida, o bebê seja levado mensalmente até o médico, para que o acompanhamento seja feito. Após esse período as visitas podem ser mais espaçadas, mas é fundamental manter o contato.

7 – Cuidado com a pele

Nem toda alergia é respiratória, portanto não se esqueça de proteger a pele da criança. Opte sempre por produtos cosméticos hipoalérgicos e, sempre que possível, com algum fator de proteção contra o sol. Além disso, o filtro solar nunca deve ser dispensado, principalmente porque a pele infantil é mais sensível às ações do sol. Para as meninas que começam a brincar com maquiagem, os produtos devem ser especificamente para uso infantil. Também é importante prestar atenção ao material escolar: tintas, canetas e outros produtos devem ser sempre hipoalérgicos.

Dicas pela Web