Como deixar de ser uma pessoa ingênua?

Siga as dicas da especialista e descubra como amadurecer tranquilamente e deixar o medo de crescer para trás

Escrito por Luciana Rodrigues

Foto: iStock

A ingenuidade é algo que, até certo ponto, pode parecer bom. A capacidade de não ver maldade nas situações, confiar plenamente nas pessoas, ter um coração aberto para os mais diversos contextos parece algo desejável, não é mesmo?

Porém há um ponto no qual isso se torna prejudicial. Segundo a psicóloga Sirlene Ferreira é quando há um acúmulo de perdas em sua vida pessoal. Ao perceber que há mais problemas do que pontos positivos de se ter essa conduta, é hora de repensar e buscar meios de se tornar uma pessoa diferente.

Principalmente porque esse tipo de comportamento pode indicar uma dificuldade em amadurecer, já que esse é um traço natural da personalidade de crianças.

Mas como deixar de ser uma pessoa ingênua? Com a ajuda da profissional vamos mostrar a você como conquistar esse objetivo.

Busque ajuda de um psicoterapeuta

Gif: Reprodução / Giphy

Segundo a psicóloga, um dos passos mais importantes é contar com a ajuda de um psicoterapeuta, para encontrar as razões que levam a pessoa a ter um comportamento ingênuo. Isso porque, como falamos, é uma tendência de quem tem dificuldade para amadurecer e isso pode ter causas mais profundas. Além disso, se a ingenuidade trouxe algum tipo de perda para a pessoa é importante avaliar se isso causou qualquer tipo de trauma.

Leia também: 10 coisas que você deve saber antes de decidir morar sozinha

Socialize com pessoas com mais maturidade

Gif: Reprodução / Giphy

A socialização é importantíssima para ajudar a mudar essa atitude. Quando você convive com pessoas que tenham um comportamento parecido com o que deseja aprender, é mais fácil passar por essa transformação. Isso porque elas ajudarão você através de sua influência e inspiração.

Troque experiências com pessoas maduras

Gif: Reprodução / Giphy

Além de incluir colegas mais maduros no seu círculo social, a psicóloga também realça a importância da troca de experiências com essas pessoas. Um bom primeiro motivo é para aprender como elas deixaram de ser ingênuas, ouvindo suas experiências boas e ruins. Esse é um tipo de aprendizado muito rico e que poderá agregar positivamente para você. Além disso você verá, pelas histórias ouvidas, como é possível ter grandes perdas com esse tipo de comportamento.

Avalie as perdas que a ingenuidade causou

Gif: Reprodução / Giphy

Quantas coisas você perdeu ou sofreu na vida devido à ingenuidade? Provavelmente você deve saber muitas de cor. Porém há diversas outras que, talvez, você nem percebeu que foram por esse tipo de comportamento. Por isso pare, reflita e reveja o que mais pode ser acrescentado à lista. Também é imprescindível perceber a intensidade da perda do que tem consciência, para mensurar o impacto que ser ingênuo em excesso causa em sua vida.

Aprenda sobre o poder do “não”

Gif: Reprodução / Giphy

Dizer “não” é uma das coisas que as pessoas ingênuas mais temem. Muitas vezes não é questão de temer, mas apenas de não conseguir. Na ânsia de ajudar e agradar sempre, esquecem que há limites, incluindo aqueles relacionados a si mesmo. O ingênuo tende sempre a se colocar em segundo plano e, principalmente, evita ser assertivo. Por isso treine dizer “não” nas situações que não deseja ou que não deixem você em prioridade.

Não tenha medo de amadurecer

Foto: Reprodução / Giphy

Se crescer e encarar a vida adulta já é difícil para as pessoas que não são ingênuas, imagine para quem tem dificuldades com isso, não é mesmo? Mas não se preocupe. Amadurecer faz parte e possui muitas coisas boas. Adulto não paga só boleto não! Quando você passar a enxergar as coisas boas dessa fase, conseguirá se desvencilhar do comportamento ingênuo mais facilmente.

Leia também: 10 maneiras de fazer mais amigos na vida adulta

Você possui dificuldades em encarar a sua ingenuidade? Quais experiências passou que te motivam a querer deixar de ser assim? Conte sua experiência para a gente!

Assuntos: Bem-Estar

Dicas pela Web