Chia: a semente cheia de nutrientes que sacia e possui ação anti-inflamatória

Rica em Ômega 3 e cálcio, a chia proporciona a sensação de saciedade, além de combater os radicais livres e regular os níveis de açúcar no sangue

Escrito por Ana Kordelos
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

A chia é uma planta da região da Guatemala, México e Colômbia. Conhecida como Sálvia Hipânica ganhou fama pelo uso de sua semente, rica em propriedades nutritivas. Esta pequena semente vem ganhando destaque na dieta de pessoas interessadas em seus inúmeros benefícios, incluindo a perda de peso.

Muito utilizada pela população daquela área, como a civilização asteca, por exemplo, era consumida por aqueles que buscavam força e resistência física. Semente pequena, possui cerca de 2mm de diâmetro, possui cores variadas, dentre ela o castanho, o preto, o branco e o cinza.

Segundo Regina Su, supervisora de nutrição do Hospital Sepaco, dentre suas características gerais, a chia ajuda na promoção da saciedade, no combate à inflamação e produzindo uma ação desintoxicante no organismo.

”Este alimento ainda é rico em ômega 3, fibras, cálcio, magnésio e potássio, além de possui um baixo índice glicêmico. Vale alertar que a semente de chia é calórica, podendo chegar a 486 quilocalorias em 100 gramas”, revela a profissional.

Chia e emagrecimento

O aumento de seu consumo se deu especialmente pela ação coadjuvante em uma dieta buscando a perda de peso. De acordo com Regina, por ser rica em fibras, a chia proporciona uma sensação de saciedade. “As fibras presentes na chia são solúveis, sendo assim, ao entrar em contato com a água a chia vira um gel, retardando a fome e a velocidade com que o organismo assimila os carboidratos”, esclarece.

Leia também: Como fazer sua própria granola caseira em diferentes versões saudáveis

Além disso, a gordura acumulada é resultado de um processo inflamatório em nosso organismo, o qual não envia corretamente a mensagem de saciedade avisando o cérebro o momento de parar de consumir alimentos, perdendo o controle da fome e da ingestão dos mesmos.

A profissional ainda orienta a melhor forma de consumo desta semente: “Misture 1 colher de sopa em ½ xícara de água. Deixe agir por 30 minutos e consuma 1 colher antes das principais refeições”.

5 benefícios do consumo de chia

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

As vantagens do seu consumo frequente são variadas, suprindo não somente aqueles que buscam a perda de peso através da ingestão desta semente. Confira alguns de seus benefícios segundo a nutricionista:

1. Regulação da glicemia

Esta semente melhora os níveis de glicemia no sangue, pois ela aprimora a atuação da insulina nas células, facilitando a conversão do açúcar em energia

2. Ossos mais fortes

Segundo a profissional, a chia contribui para dentes e ossos mais fortes e saudáveis, já que a mesma possui alto teor de cálcio em sua composição.

Leia também: 12 razões para amar a quinoa

3. Combate aos radicais livres

”Rica em oxidantes, a semente possui em sua composição a presença de flavonoides, compostos que são fundamentais para evitar a formação de radicais livres pelo organismo”, explica Regina.

4. Regula o intestino e desintoxica o organismo

Seu consumo frequente possibilita a melhora o funcionamento do intestino, auxiliando o trânsito intestinal e, consequentemente, evitando a constipação e desintoxicando o organismo.

5. Ação anti-inflamatória

”Sua alta concentração de ômega 3 age como um anti-inflamatório natural, o qual ajuda na prevenção de doenças como depressão, diabetes, artrite.

Como consumir chia

Regina explica que as formas mais comuns de consumo da chia seriam na sua versão in natura (grão), como farinha ou óleo. Sua versão em óleo é vendida normalmente em cápsulas, sendo indicado a ingestão de uma unidade antes do almoço e outra antes do jantar.

Já a sua versão em farinha pode ser utilizada no preparo de massas como pães e bolo, além da possibilidade de acompanhar frutas, iogurte, mingais e sucos, já que é mais solúvel do que o grão. Já as possibilidades do uso do grão são inúmeras, viabilizando grande gama de receitas e acompanhamentos.

Leia também: Reeducação alimentar: fuja dos regimes e adote um novo estilo de vida

15 receitas utilizando chia

Foto: Reprodução / Cozinha Travessa

Foto: Reprodução / Cozinha Travessa

Devido a versatilidade desta semente, o consumo de chia pode ser feito de inúmeras maneiras, seja utilizando-a como ingrediente em uma receita ou ainda adicionada a saladas, preparos de sucos ou como acompanhamento de frutas. Confira algumas opções de receitas as quais utilizam a semente como protagonista:

1. Gelatina de chia: ótima opção como um doce saudável, aqui a semente é hidratada no leite de coco. Para acompanha-la, adiciona manga picada e uma pitada e canela.

2. Panquecas de chia: boa ideia para quem possui dificuldade em consumir o grão devido ao seu sabor, nesta receita a chia se mistura na massa, camuflando-se. Estas panquecas podem ser consumidas puras ou juntamente de geleia, frutas ou outros acompanhamentos de sua preferência.

3. Mousse de chia com cacau e leite de coco: se você procura uma opção de doce de fácil execução, então aproveite este prato. Para prepara-lo, basta misturar todos os ingredientes e leva-los à geladeira por 1 hora. Para adicionar crocância, polvilhe coco ralado na hora de servi-lo.

4. Mousse de manga e chia: receita funcional e fácil de fazer: apenas bata no liquidificador a manga, a semente de chia e o óleo de coco e leve-o para a geladeira. Se desejar que a mousse fique ainda mais cremosa, bata-a novamente no liquidificador antes de servi-la.

Leia também: 10 benefícios de consumir aveia

5. Pudim de chia básico: mais fácil impossível! Também conhecida como sagu de chia, esta receita consiste em hidratar a chia com um líquido de sua preferência. O tempo ideal de geladeira é de 6 a 8 horas para que ela solta seu gel e tome a consistência desejada.

Foto: Reprodução / Pitadinha

Foto: Reprodução / Pitadinha

6. Bolinho de banana com aveia e chia: como a própria autora descreve, estes bolinhos são “deliciosos e saudáveis”. Além da chia, ainda leva farinha de trigo integral, bananas maduras, açúcar mascavo, e aveia em seu preparo.

7. Bolo de chá verde e chia: bolo fofinho, saboroso e funcional, além de lindo, é claro. Esta receita ainda é uma versão sem lactose, ideal para intolerantes ao açúcar do leite. Para garantir a cor verde à cobertura do bolo: gelatina de limão light.

8. Cocada funcional de maracujá e chia: esta cocada funcional possui textura cremosa, podendo ser degusta com um colher. Aqui a semente é utilizada no meio da massa, sendo mistura aos outros ingredientes. Para deixar a cocada ainda mais bonita, inclua as sementes do maracujá na decoração.

9. Pão de chia vegano: este lindo pãozinho, além de vegano ainda é sem glúten. Ótima opção para os celíacos, alérgicos ou intolerantes degustarem uma versão que lembra o tradicional pão de queijo. Sua base é feita com mandioca cozida, e a semente de chia faz toda a diferença no visual.

10. Pão de queijo de ricota e chia: agora se você é fã da versão tradicional deste querido pão de origem mineira, esta receita vai lhe cair como uma luva. Aqui a chia também é adicionada à massa, conferindo um visual todo especial ao pão. Para deixá-lo mais cremoso a ricota é a estrela do prato.

Foto: Reprodução / Blog da Mimis

Foto: Reprodução / Blog da Mimis

11. Crostini de ovos e chia: ao utilizar ovo, clara, chia e temperos à gosto, é possível fazer uma espécie de omelete cremoso para acompanhar uma torrada integral. Se desejar, adicione salada para deixar o prato ainda mais saudável.

12. Frango em crosta de chia: quer deixar o frango grelhado de sempre com mais graça e sabor? Então se jogue nesta ideia e polvilhe a semente de chia no frango temperado com azeite, sal e pimenta. Grelhe ambos os lados em uma frigideira e sirva com o acompanhamento de sua preferência.

13. Abobrinha recheada com carne quinoa e chia: nesta receita você irá aprender a fazer barquetes de abobrinha recheadas com carne moída, chia e quinoa, grão este rico em fibras, vitaminas e minerais. Além de lindo, este prato ainda é muito saboroso.

14. Suco funcional de melancia, beterraba e chia: suco doce e refrescante, é ainda uma boa opção para os dias de detox, ajudando o organismo a ser livrar das impurezas. Para prepara-lo, basta bater os 3 ingredientes juntamente com 200ml de água, bebendo-o na sequência. Não é necessário adoçar.

15. Vitamina de banana, goji berry e chia: nesta vitamina é utilizado o goji berry, fruta de origem asiática com alto valor nutricional e poucas calorias. Para prepara-la, o ideal é hidratar tanto a chia quanto o goji berry, garantindo uma vitamina mais cremosa e saborosa. Se desejar, adoce-a com o auxílio de uma tâmara sem caroço.

Advertências sobre o consumo da chia

Em relação ao consumo desta semente, Regina alerta que este, quando realizado em excesso, pode ser prejudicial à saúde. “Como é um alimento que tem um grande potencial para absorver líquidos, ela pode se expandir o equivalente a 7 vezes o seu peso, o que pode ocasionar a obstrução intestinal”.

Outro grande perigo pode ocorrer quando ela é consumida ao natural, sem antes ser hidratada, sendo que ela pode absorver líquidos do próprio organismo, ocluindo (fechando) a região em questão (esôfago ou intestino).

Devido à essa ação, pessoas com pressão baixa, ou hipertensos que utilizam medicação também deve evitar este alimento, pois sua absorção de água do organismo pode levar à quedas bruscas de pressão.

Já as pessoas que utilizam anticoagulantes também devem evitar esta semente. Por ser rica em ômega 3, ela pode potencializar o efeito do medicamento, podendo levar a hemorragias. Pacientes em tratamento com diabetes também não devem consumi-la, já que a mesma atua no mecanismo de regulação de insulina, podendo levar à um estado de hipoglicemia.

”Além disso, por ser um alimento de alto teor calórico, se consumida em excesso, ela pode levar ao ganho de peso”, evidencia a profissional.

Se você não faz parte do grupo de pessoas ao qual o consumo desta semente é contraindicado, inclua este alimento rico em nutrientes em sua alimentação e desfrute dos inúmeros benefícios proporcionados por esta semente, além de conquistar a sensação de saciedade por muito mais tempo. Aposte!

Assuntos: Alimentação, Dietas

Dicas pela Web
Comentários