5 situações embaraçosas na cama e como sair delas

Agir com naturalidade e ter jogo de cintura são fundamentais para lidar com a vergonha

Escrito por Carolina Werneck

Foto: Thinkstock

Quando duas pessoas estão em um momento íntimo, fica difícil esconder muita coisa ou disfarçar imperfeições – principalmente físicas. Durante o sexo, completamente despido, o casal pode passar por situações embaraçosas e até mesmo constrangedoras. Se o parceiro é seu marido ou namorado há muito tempo, será mais fácil superar esses percalços mas, se é alguém com quem você não compartilha uma intimidade profunda, é preciso jogo de cintura para não morrer de vergonha.

1 – Barulhos estranhos

Algumas vezes, os corpos podem “grudar” um no outro devido ao suor e à pressão exercida pelo casal. Até aí, tudo bem, o que mais se quer nesses momentos é mesmo ficar grudadinho, mas descolar seu corpo do corpo do gato pode ser muito constrangedor. Acontece que, devido ao vácuo criado entre seus corpos, ao se afastarem vocês podem ouvir um som semelhante a um desentupidor de pia em pleno uso.

Outra situação complicada é causada pela saída de ar da vagina quando o homem introduz o pênis ali.

O problema é que, dependendo da velocidade com que o ar “tenta” sair, ele pode produzir um som parecido ao de gases sendo expelidos. Chato? Pior ainda quando não se tem certeza sobre o que produziu o barulho.

Como superar? A melhor saída é ignorar o fato mas, se isso for impossível, opte por manter o bom humor. Tentem rir do que aconteceu e continuar o que estavam fazendo.

2 – Quedas, trombadas e escorregões

Levando em conta que vocês podem estar no banho ou em outro lugar que não seja próprio para o momento, acidentes podem acontecer. Se um de vocês cair, ou ambos, a solução é – novamente – rir da situação. A menos que tenham se machucado de verdade, não há motivo para interromper a ação.

3 – Do que você me chamou?

Quando o relacionamento é novo, é natural que um erre o nome do outro, por força do hábito – sim, é uma situação extremamente chata mas, infelizmente, pode acontecer, sem que seja de propósito. Se for o caso, simplesmente ignorem. Dê atenção ao problema apenas se ele começar a se repetir com frequência ou se o nome dito pelo gato for de alguém difícil de engolir, como sua irmã, sua melhor amiga ou aquela colega de trabalho dele.

4 – A depilação está atrasada

Acontece. Algumas vezes, você pode sair de casa sem pretensão alguma e, no fim, se envolver com alguém. Se sua depilação não está em dia, você tem três opções: ou pede para que o rapaz espere alguns minutos – e corre para encontrar uma lâmina no banheiro -, ou faz uma piada sobre a situação, algo como “espero que goste de uma mulher ao natural”, ou ainda ignora completamente – é provável que, no calor do momento, ele nem perceba esse detalhe.

5 – Sangrei, e agora?

Se você estiver próxima do seu período menstrual, o sexo pode estimular o sangramento. Essa é uma situação comum e natural, com a qual você não deve se preocupar. Para evitar constrangimento, vale a pena avisar o parceiro dessa possibilidade antes de qualquer coisa. Se ele topar a transa mesmo assim, está assumindo o risco e, portanto, não haverá motivo para vergonha. Se, por outro lado, você sangrar e a menstruação não estiver batendo à porta, ou se sangrar e tiver algum tipo de dor ou incômodo, talvez seja bom consultar um ginecologista para se certificar de que está tudo bem.

Assuntos: Relacionamentos, Sexo

Para você