10 tratamentos naturais para dor de cabeça

Com maneiras alternativas, é possível (sim!) aliviar a dor sem recorrer aos analgésicos

Escrito por Priscila Domingos

Foto: Thinkstock

Dores de cabeça são terríveis e, infelizmente, não poupam ninguém. Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou que este é um dos problemas de saúde mais comuns em todo o mundo, afetando até 75% dos adultos de 18 a 65 anos. As causas podem ser variadas, como uma ressaca ou o excesso de preocupações do dia a dia.

A boa notícia é que tratamentos naturais podem ser ótimas alternativas à medicação farmacêutica convencional. Então, se você precisa de uma solução fácil contra aquela dorzinha de cabeça que apareceu de repente, temos algumas dicas para te ajudar.

1. Acupuntura e Acupressão

Vários estudos já comprovaram cientificamente a eficácia da acupuntura na prevenção e tratamento das dores de cabeça e crises de enxaqueca. Nos casos de cefaleia, as técnicas da Medicina Tradicional Chinesa produzem efeito analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular. A acupuntura é capaz de promover o alívio imediato da dor e, ainda, tratar suas causas – como afirma a fisioterapeuta e acupunturista Daiane Perez.

Mas para quem não acha as agulhas uma ideia muito simpática, a acupressão é uma alternativa. O tratamento utiliza os mesmos princípios da acupuntura, substituindo as agulhas por um sistema simples de toque – aplicando e liberando pressão nos pontos chamados meridianos do corpo. Um destes pontos está entre os dedos polegar e o indicador (utilize o polegar e o indicador da outra mão e pressione a articulação), explica a especialista.

2. Automassagem

A maioria das dores de cabeça tem origem tensional. Por isso, uma massagem pode ser realmente capaz de aliviar a dor. Com a massagem, além dos músculos, é estimulada a circulação sanguínea – isto porque a fricção das mãos provoca calor na região e aumenta o calibre dos vasos. O resultado é a diminuição da dor.

Contra as dores de cabeça, a dica é apoiar os cotovelos em uma cadeira ou mesa. Depois, coloque as mãos sobre as têmporas (na região final de cada sobrancelha) e faça movimentos circulares nos sentidos horário e anti-horário.

3. Aromaterapia

Aromaterapia é também é uma maneira natutal de aliviar as dores de cabeça sem precisar recorrer aos analgésicos. Os óleos essenciais – substâncias retiradas das plantas e que concentram benefícios terapêuticos – pode ser inalados, aplicados nas têmporas ou em compressas frias.

O aroma mais indicado é o de lavanda, pelas propriedades relaxantes capazes de aplacar a dor de cabeça tensional. Então, se você está propenso a dores de cabeça, tente borrifar a essência de lavanda no travesseiro, por exemplo. Caso o incômodo tenha origem alimentar (excesso de açúcar ou álcool, por exemplo), vale a pena utilizar o óleo de hortelã.

4. Homeopatia

Os remédios homeopáticos são feitos com base em substâncias de origem vegetal, mineral e animal várias vezes diluídas. Mas antes de recorrer às “gotinhas” homeopáticas, é recomendável consultar um profissional da área. A essência da terapia é analisar o paciente como um todo (estilo de vida, personalidade, etc.) e, por isso, a fórmula que sua amiga usa nem sempre será a mais indicada para você.

5. Escalda-pés

Ataques fortes e repentinos de dor de cabeça podem ser combatidos com um escalda-pés. O simples fato de mergulhar os pés em uma bacia de água quente já ajuda (e muito) a ativar a circulação, proporcionando uma sensação de bem estar. A água deve estar até a altura dos tornozelos, a uma temperatura de mais ou menor 40°. Faça o escalda-pés durante 15 minutos.

6. Compressas frias

Colocar um pano umedecido em água fria sobre os olhos ou uma compressa de gelo no lugar onde a dor parece ter começado é uma boa maneira de aliviar o incômodo. A dica é simples, mas é importante manter a compressa por, em média, 20 minutos para que o alívio da dor seja percebido.

7. Água

Agora pare e pense: quantos copos de água você bebeu hoje? Às vezes as dores de cabeça são causadas pela desidratação – um jeito que o organismo encontra para reclamar a falta deste líquido tão importante para o funcionamento do corpo.

Mesmo que você não sinta tanta sede, não se esqueça de tomar água. E não vale simplesmente substituir por outras bebidas. Aliás, refrigerantes, chás e café podem sorrateiramente contribuir para a desidratação e aumentar as dores de cabeça.

8. Durma bem

O simples fato de deitar e ficar de olhos fechados, por meia hora ou mais, pode ser um dos melhores tratamentos para a dor de cabeça. Para alguns tipos de cefaleia, como as enxaquecas, dormir parece ser a única coisa que interrompe o ciclo da dor.

O sono com qualidade não só trata como, principalmente, evita as dores de cabeça. Por isso, é importante regrar o ritmo das noites de descanso. Tanto a privação quanto o excesso de sono podem deflagrar dores de cabeça.

9. Alimentação

Alguns alimentos são capazes de interferir na química cerebral, provocando a dilatação dos vasos sanguíneos – uma das causas da dor. Alimentos ricos em nitratos (frios e embutidos) ou aqueles ricos em fenilalanina (chocolate) e tiramina (queijos e vinhos) são vilões na dieta de quem quer evitar as cefaleias.

Além de prestar atenção no cardápio, não pule refeições. Quando se está em jejum, a concentração de glicose no cai sangue e provoca um desequilíbrio. O resultado é a dor de cabeça.

10. Controle o estresse

O melhor tratamento sempre será a prevenção. Por isso, se como milhares de pessoas você é vítima das dores de cabeça causadas pelo estresse do dia a dia, tente lidar melhor com as causas destas preocupações. Procure atividades para se distrair, relaxar e descansar (mente e corpo) sempre que possível.

É importante lembrar que estas dicas valem para aquela dor de cabeça ocasional. Se você sente dores frequentemente, a situação pode ser mais grave e você deve consultar um médico.

Dicas pela Web
Comentários