8 dicas e passo a passo para uma limpeza de banheiro completa

Existem alguns pontos do banheiro que precisam ser limpos com certa periodicidade, mas muitas vezes passam despercebidos

Escrito por Tais Romanelli

Foto: iStock

O banheiro é um dos principais ambientes da casa que precisam estar em perfeitas condições de higiene. Neste sentido, é importante que algumas medidas sejam tomadas diariamente e que uma limpeza mais completa seja feita com frequência.

Juliana Faria, diretora da Yru Organizer, destaca que, de forma geral, a limpeza diária deve incluir a retirada do lixo, limpeza e desinfecção do vaso, limpeza do piso e bancadas e, uma vez por semana, deve ser feita uma boa faxina geral. Mas, vale destacar, tudo depende muito da quantidade de pessoas que vivem na casa.

Abaixo você confere as principais dicas para fazer uma limpeza eficiente e completa no seu banheiro.

Checklist do banheiro limpo

Foto: iStock

Para fazer uma limpeza eficiente sem que seja necessário perder muito tempo, contar com um passo a passo prático faz toda a diferença. Confira:

  1. Comece tirando toalhas, tapetes, lixeira e objetos do banheiro;
  2. Inicie a limpeza pela área de banho, esfregando azulejos e box, que costumam acumular gordura do corpo e, na sequência, lave o piso desta área;
  3. Limpe o vaso sanitário com desinfetante e escova/esponja somente para essa finalidade;
  4. Lave o porta escova de dente, saboneteira e outros objetos que possa ter em sua pia;
  5. Lave a escova sanitária e o porta escova sanitária;
  6. Limpe a cuba e válvula e outros metais que possam existir (como, por exemplo, maçaneta da porta) com uma esponja e detergente ou, se preferir, com pano umedecido com limpador de uso geral.
  7. Higienize bancadas, armários, objetos e espelhos com um pano umedecido com limpador de uso geral.
  8. Passe um pano liso e seco no espelho após tê-lo limpado, para não manchar.
  9. Limpe todo o piso de área do banheiro.
  10. Após alguns minutos, depois que o piso estiver totalmente seco, volte tudo em seu devido lugar (lixeira, tapetes etc.).

Para uma limpeza mais completa, sempre que for possível, é recomendável lavar o chão do banheiro. Mas, quando a ideia for fazer uma limpeza mais rápida, no dia a dia, pode-se passar somente um pano com limpador de uso geral ou desinfetante.

Leia também: 17 maneiras de evitar e limpar a poeira em casa

8 coisas no seu banheiro que você pode não estar limpando o suficiente

Foto: iStock

Existem alguns pontos do banheiro que precisam ser limpos com certa periodicidade, mas que muitas vezes acabam passando despercebidos. Confira:

1. O trilho da cortina ou do box

Foto: iStock

Juliana comenta que o trilho onde está instalado o box costuma acumular água e, por conta disto, fica mais fácil a proliferação de bactérias. “Assim, o ideal é que sejam feitas limpezas periódicas para acabar com este problema”, diz.

Para fazer isso, Juliana sugere: utilize uma escova de dentes, água e um pouco de detergente, esfregando todos os cantinhos. Enxague e seque. Depois, borrife um pouco de bactericida puro (aqueles que têm no rótulo “matam 99,9 % das bactérias”) para matar o restante das bactérias e deixe secar naturalmente.

O trilho da cortina também merece atenção e pode ser limpo simplesmente com escova de dentes, água e um pouco de detergente. Na sequência, basta enxaguar com cuidado e secar.

2. O porta escovas de dente

Foto: iStock

O porta escova de dentes geralmente não é vazado, acumulando água no fundo e, fazendo assim, com que as bactérias se proliferem. “A limpeza periódica vai evitar que a água fique acumulada e também que as escovas fiquem manchadas e sujas na parte debaixo”, comenta Juliana.

Leia também: 10 truques espertos para facilitar tarefas do dia a dia

Para a limpeza, ela sugere: utilize água e detergente e uma esponja macia pelo menos duas vezes por semana e, diariamente, jogue fora a água que fica acumulada.

3. A bucha de banho

Foto: iStock

“Ao utilizarmos a bucha, retiramos células mortas da pele… E deixamos a bucha dentro do box, com isto, ela ficará constantemente molhada propiciando a proliferação das bactérias”, comenta Juliana.

Neste sentido, é importante, após o uso, lavar bem a bucha e deixar que ela seque fora do ambiente úmido do chuveiro.

“Colocar a bucha vegetal úmida no micro-ondas por cerca de 20 segundos para higienizá-la e substituir o produto sempre que ele mudar de cor ou apresentar algum cheiro também é aconselhado. Ou ainda, mergulhar a bucha em uma solução de 5% de água sanitária”, acrescenta Juliana.

4. A maçaneta da porta

Foto: iStock

“Quando olhamos nossas mãos, elas estão visivelmente limpas, mas carregam várias bactérias e, quando tocamos na maçaneta, fazemos a transferência para ela, como também de suor e sujeira. Tudo isto vai com o tempo acumulando e pode afetar o metal da maçaneta, podendo inclusive causar algumas manchas”, comenta Juliana.

Leia também: 12 utilidades diferentes da escova de dente

Para limpar a maçaneta, Juliana sugere: limpe periodicamente com uma esponja macia, água e detergente neutro. Passe um pano úmido e seque bem com um pano de microfibra.

5. O interruptor de luz

Foto: iStock

Juliana explica que, além do acúmulo de bactérias proveniente das mãos, a sujeira do dia a dia vai se acumulando principalmente nas teclas do interruptor de luz. “E, com o passar do tempo, elas podem emperrar fazendo com que você não consiga acender a luz”, diz.

Para a limpeza mais eficaz, Juliana orienta: retire a placa frontal do interruptor e limpe o botão todo com uma escovinha bem macia umedecida numa solução de água e detergente neutro. Retire o excesso com um pano úmido e seque.

Porém, no dia a dia, pode-se, simplesmente, passar um pano umedecido no interruptor para tirar a poeira que costuma se acumular também ali.

6. A escova sanitária e o porta escova sanitária

Foto: iStock

As limpezas da escova e do porta escova sanitária devem ser feitas periodicamente por causa do acúmulo de bactérias. Para isso, Juliana sugere: lave bem ambos com água e detergente e depois borrife um bactericida puro sem diluir. Deixe secar naturalmente.

Leia também: 10 truques de limpeza e organização para quem não tem tempo

7. Atrás do vaso sanitário

Foto: iStock


Limpar em torno do vaso é essencial, pois, como este é um local de difícil acesso, a sujeira, os germes e bactérias se proliferam com facilidade. Para isso, Juliana orienta: retire toda a sujeira visível, borrife uma solução de água e detergente. Retire o excesso com um pano úmido. Depois, borrife um pouco de bactericida puro e deixe secar naturalmente.

8. Válvula da cuba e ralos

Foto: iStock

Juliana comenta que muitas pessoas também se esquecem de limpar a válvula da cuba e os ralos.

Para limpar a válvula, ela sugere: com uma escovinha pequena, coloque um pouco de detergente e escove toda a área, enxaguando em seguida.

Para limpar ralos: retire a tampa. Coloque luvas de borracha e faça uma mistura de água e detergente. Com o auxílio de um escovão, esfregue toda a parede do ralo e enxague com água quente. Misture um copo de água com um copo de água sanitária, jogue no ralo e tampe.

Com essas dicas, com certeza sua limpeza de banheiro será muito mais completa!

O que usar para limpar o banheiro?

Foto: iStock

É fato que cada pessoa tem suas preferências na hora de limpar o banheiro. Até por isso, não existem regras.

Porém, de forma geral, existem alguns produtos que são muito úteis na hora dessa limpeza. Confira as sugestões da profissional Juliana:

  • Água e detergente neutro incolor: esta “mistura” retira a sujeira e limpa sem danificar nenhum tipo de superfície.
  • Bactericida: os que têm escritos no rótulo “matam 99,9 % das bactérias” são importantes para esta área da casa, pois matam germes e bactérias. E, vale destacar, o mau-cheiro é proveniente da presença deles no ambiente.
  • Borrifador: sua utilização permite economia de produto e água.
  • Pano de microfibra: é macio e não solta pelos.
  • Papel-toalha: pode ser usado com sucesso no lugar da esponja macia. Evita a transferência de bactérias para a esponja, pois, após seu uso, é jogado fora.
  • Bactericida em gel para o vaso sanitário: demora mais para escorrer por ser em gel, facilitando assim um maior tempo de ação sobre a superfície.

Agora você já sabe que, embora a maioria das pessoas tenha seus próprios hábitos na hora de limpar o banheiro, algumas dicas gerais fazem toda a diferença e permitem uma limpeza muito mais eficiente, sem que seja necessário perder horas e horas fazendo faxina.

Assuntos: Limpeza

Para você