8 dicas práticas para se manter saudável durante o inverno

Nutricionistra traz dicas de quais pratos você deve incluir no seu cardápio nos dias mais frios para evitar gripes e resfriados, confira

Escrito por Ana Carolina Gabriel

Foto: Thinkstock

Com a correria diária e o tempo reduzido, muitas pessoas optam pelos fast foods por serem mais rápidos e práticos. Porém, esses tipos de alimentos não trazem os nutrientes e vitaminas que o corpo necessita, contribuindo para a baixa imunidade e consequentemente ao aparecimento de gripes e resfriados.

Para te ajudar na prevenção e no fortalecimento, a nutricionista da Clínica Vivid, Leila Froeder, traz algumas dicas práticas e deliciosas para você ficar saudável e ainda aproveitar o clima da estação. Anote todas e previna-se:

1 – Saladas

Durante o inverno, o consumo de alimentos quentinhos aumenta, deixando de lado as saladas frias. Mas é possível comer legumes e vegetais de outras maneiras. “Para quem não tem apetite por saladas cruas no inverno, incluir na salada alguns legumes cozidos, como, por exemplo, rúcula e abóbora cozida com casca, grão-de-bico cozido e vagem cozida, nozes, temperados com azeite de oliva são opções certeiras”, sugere a nutricionista.

2 – Sopas

Excelentes alimentos durante os dias mais friozinhos, as sopas são ricas em vitaminas. Por isso, adicioná-las ao cardápio pode ser a saída certa para quem quer se alimentar com qualidade. Inclua legumes e evite sopas instantâneas pré-preparadas.

3 – Sucos

Invista nos sucos! São fontes de vitaminas e deliciosos complementos durante o dia. Para quem não está de dieta, trocar o açúcar pelo mel para adoçar as bebidas é uma boa opção. Já para quem está no controle alimentar, aumente o consumo de líquidos sem açúcar. Além de hidratar o organismo, são fonte de vitaminas. “Consuma chás de ervas como chá de camomila, erva-doce e cidreira, por exemplo”, ressalta a nutricionista.

4 – Comida bem temperadinha!

Não há nada melhor do que comer pratos bem temperados! No inverno, essa é a melhor saída para aumentar o apetite. “Inclua condimentos e temperos fortes na preparação de carnes, como mostarda Dijon e curry, por exemplo, no estrogonofe de carne e creme de leite light”, diz Leila.

5 – Chocolates? Sim!

Mesmo para quem está de dieta, o chocolate pode sim ser incluído como sobremesa após as refeições. A dica? Tudo com moderação! “Prefira os chocolates com 70% de cacau (30g) como lanche da tarde”, orienta a nutricionista. Para quem gosta de bebidas, o chocolate quente também é ótima opção no inverno. “Aposte em uma receita mais leve e invista na bebida!”, orienta a nutricionista. Leila sugere alguns ingredientes lights que não irão prejudicar o seu controle alimentar. Anote: 300 ml leite semidesnatado + 1 colher (sopa) de chocolate em pó sem açúcar ou cacau em pó + 1 colher (café) de canela em pó + adoçante tipo sucralose + 1 colher (chá) de amido de milho.

6 – Vitaminas e mais vitaminas!

“Não deixe de consumir vitamina C e zinco, micronutrientes essenciais para manter o organismo protegido de doenças respiratórias. Boas fontes são as carnes, feijões e cereais integrais”, orienta Leila.

7 – Vale seguir esta dica!

“Acrescente folhas de agrião ou temperos naturais como salsa, cebolinha ou coentro nas sopas quando prontas, para aumentar o conteúdo de vitaminas C e complexo B”, sugere a nutricionista. O consumo de frutas também deve ser em abundância. “Prefira frutas ricas em vitamina C, como tangerina e acerola e maracujá”, diz Leila.

8 – Atividades físicas

Além de aquecer, as ginásticas auxiliam no aumento da resistência e são aliadas para quem quer perder gordurinhas localizadas. “Em dias frios, é comum diminuir a vontade de fazer exercícios ao ar livre, por isso prefira atividades como pilates e dança em ambientes fechados”, finaliza a nutricionista.

Assuntos: Alimentação, Inverno

Dicas pela Web
Comentários