Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Seu anticoncepcional é o ideal para você?

Confira dicas de como saber qual é o anticoncepcional ideal para você

em 14/08/2012

A maioria das mulheres com vida sexual ativa dá preferência ao uso de anticoncepcionais como método de prevenção da gravidez. Algo que vale ressaltar é que os anticoncepcionais também podem ser usados para outros fins, como controle de síndrome pré- menstrual, regularização da menstruação, sangramento por distúrbio hormonal, cistos ovarianos persistentes, atrofia de endométrio (camada interna do útero) e alterações de pele como a acne. Vamos então discorrer sobre alguns efeitos decorrentes do uso destas pílulas.

Algo muito importante deve ser dito: existe um tipo de anticoncepcional ideal para você! A avaliação se o que você está usando é o melhor pode ser feita pela persistência e freqüência dos efeitos colaterais.

Aquele que causa muitas náuseas, vômitos, dores de cabeça e diarréia, poderá ser trocado por outro que se ajuste melhor ao seu perfil. Existe o anticoncepcional da adolescente, da mulher na pós- menopausa, da gordinha, da peludinha, da magrinha, cada perfil determina um tipo de pílula e uma dosagem diferente, sabiam? Por isso, não é bom tomar aquele indicado pela prima, amiga ou vizinha.

Quanto maior a dose de etinilestradiol, maior a possibilidade de efeitos colaterais. Porém, a dose para adolescentes é normalmente menor que a dose de mulheres na idade adulta.

Anticoncepcionais de baixa dose para algumas mulheres podem causar o que chamamos de “spotting”, manchas em borra de café na calcinha. Isso indica que o tipo de pílula que você está usando deve ser reavaliado. Não significa um erro do seu médico, o teste de adaptação à pílula só pode ser feito após um período de uso.

Algumas pacientes têm efeitos colaterais apenas no início e logo tudo normaliza, porém podem ser fatais para a eficiência do medicamento, como em caso de vômitos e diarréia. No primeiro caso, se o vômito ocorrer até uma hora após a ingestão, recomenda-se ingerir outra pílula. Caso ocorra após uma hora, não há esta necessidade.

Em caso de diarréia, pode ter ocorrido baixa absorção dos hormônios por conta da celeridade com que o sistema digestivo está trabalhando, diante disso é mais seguro que as relações sexuais sejam com camisinha por, pelo menos, sete dias. Entendido?

Vale lembrar que o uso de anticoncepcional não exclui o uso da camisinha! A Sociedade de Ginecologia já recomenda o preservativo até mesmo para marido e mulher. Hasta!

Anna Aguiar

é colunista do Dicas de Mulher e especialista em Psquiatria

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas