Novidade! Baixe nosso app em seu smartphone Android iPhone

Dicas de Mulher Dicas de Saúde

Pular corda emagrece até 800 calorias em 1 hora

Além de queimar calorias, o exercício ajuda a tornear os músculos e faz bem ao coração

em 09/09/2014

Foto: Thinkstock

Que tal uma atividade barata, divertida e muito eficiente? Embora pareça brincadeira de criança, pular corda pode ser um exercício incrível, tanto para a saúde, quanto para a busca pelo corpo dos sonhos! Conheça mais sobre essa modalidade que, além de ser gostosa de praticar, pode proporcionar resultados surpreendentes.

Os benefícios de pular corda

Para começar, pular corda emagrece, e muito! Alguns especialistas afirmam que é possível queimar, em média, 800kcal por hora de treino. Mas esse número pode variar de pessoa para pessoa, de acordo com o condicionamento físico, a intensidade do exercício e o tempo praticado.

E a atividade é eficiente não apenas no gasto calórico. Segundo explica o educador físico Thiago E. A. Domingues, “pular corda é extremamente positivo para o desenvolvimento do sistema cardiorrespiratório e do sistema músculo-articular (sobretudo em membros inferiores)”. Assim, é possível fortalecer as pernas, braços, abdome e até o coração, tudo de uma só vez. O exercício também desenvolve a coordenação, agilidade e o equilíbrio do praticante.

O melhor de tudo é que pode ser uma atividade muito divertida! Com o tempo, é possível variar os exercícios, saltar com um pé só, para frente e para trás e até alternar os ritmos de acordo com a música.

O equipamento necessário

Um dos grandes pontos positivos de pular corda é a praticidade. O equipamento utilizado é mínimo e muito acessível. A corda não ocupa espaço, não custa caro e o exercício pode ser praticado em diferentes ambientes. Assim, não há desculpas para fugir da atividade física em viagens ou finais de semana, pois é possível levar a corda para qualquer lugar.

Thiago Domingues explica que não há um tipo de corda ideal para a prática. Hoje, no mercado, é possível encontrar cordas de diversos materiais, como silicone, couro e náilon, e fica a critério do praticante saber a qual ele se ajusta melhor. Veja algumas opções nas lojas online do Brasil:

Um aspecto importante é o comprimento da corda: ele deve ser adequado à altura do aluno. Para medir, pise com um pé no centro da corda e puxe as duas pontas para cima, junto ao seu corpo. Assim, a corda deve chegar mais ou menos entre a cintura e as axilas.

O infográfico a seguir, publicado no site do programa Bem-Estar, mostra como você pode fazer a sua própria corda! Confira:

Foto: Reprodução / TV Globo

Contra-indicações do exercício

Apesar de parecer um exercício simples, Thiago Domingues salienta que nem todos estão aptos a praticá-lo. Pular corda pode ser contra-indicado a gestantes, pessoas com problemas nas articulações (como tornozelos, joelhos e coluna), com sobrepeso, hipertensos ou com problemas cardiovasculares, entre outros casos.

Por isso, é imprescindível consultar seu médico antes de iniciar a prática de atividades físicas. A orientação de um profissional qualificado na área de educação física também é indispensável para montar o treino adequado e orientar o aluno sobre a realização dos movimentos.

Mais dicas para quem quer praticar a atividade

E então, ficou animada? Veja as dicas abaixo para quem está começando e providencie já a sua corda!

  • Vista-se com roupas leves e adequadas à pratica de atividade física.
  • Para evitar lesões, escolha um tênis que suporte o impacto dos pulos.
  • A corda pode ser de diferentes materiais, e a escolha fica a critério do praticante. No entanto, alguns profissionais indicam as cordas de plástico, couro ou vinil, que são mais pesadas.
  • O exercício pode ser praticado em qualquer lugar. Para evitar quedas, apenas certifique-se de que o piso não seja escorregadio.
  • Hidrate-se! Pular corda é um exercício aeróbico e pode desidratar o organismo. Por isso, tenha sempre por perto uma garrafinha de água.
  • Comece devagar. O ideal é praticar um pouco todos os dias. Como o exercício exige condicionamento físico, você pode alternar com outros exercícios mais leves, como uma caminhada, e aumentar progressivamente o tempo e a intensidade dos pulos.

Pulando corda em casa

Acompanhe no vídeo abaixo uma sessão de exercícios fáceis para fazer em casa. Não fique parada! Fale com seu educador físico e comece seu treino hoje mesmo e queime calorias pulando corda.

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas