Cuidados que o hipertenso deve ter

Especialistas explicam quais são as recomendações necessárias para quem sofre com a doença

Por Ana Carolina Gabriel
cuidados que o hipértenso deve ter Cuidados que o hipertenso deve ter

Foto: Thinkstock

Segundo o relatório anual da Organização Mundial da Saúde (OMS), um a cada três adultos sofrem com a hipertensão. Porém, por ser uma doença sem sintomas significativos, a maioria dessas pessoas não sabem que tem, o que a torna perigosa.

Por isso, consultar o médico regularmente para fazer exames de rotina e ter um cardápio equilibrado é essencial para garantir uma vida saudável. Além também de medir a pressão mensalmente. Se a hipertensão não for acompanhada pelo especialista, ela pode aumentar o risco de acidente vascular cerebral, entre outras complicações cardíacas.

Quem sofre com a hipertensão precisa tomar certos cuidados e se atentar à alimentação. Isso porque o consumo de certos tipos de alimentos pode elevar ainda mais a pressão arterial, o que traz sérios problemas à saúde.

Alimentos proibidos e permitidos

Uma das atitudes principais que o hipertenso deve ter é evitar alimentos salgados. “O consumo excessivo de sal deve ser evitado. Tanto aqueles que adicionamos na comida, como os alimentos que contém muito sal ou sódio em sua composição ou preparo. Lembrando que não são somente os alimentos salgados que contém sal (sódio), os doces também”, explica a nutricionista Raquel Maranhão da Clínica BeSlim.

Segundo Raquel, existem estudos que mostram que alguns alimentos não aumentam a pressão. “Há certos alimentos com um menor risco de elevação da pressão, como aqueles ricos em fibras: verduras e cereais integrais; cálcio: laticínios; ácido graxo e ômega 3: alguns peixes, como a sardinha e salmão; linhaça e potássio: soja, feijões, batata e laranja”, sugere.

Porém, antes de tomar qualquer medida, é preciso consultar o especialista para verificar qual tipo de tratamento é ideal para o seu organismo. “O cardápio é feito de acordo com a quantidade de calorias necessárias para a pessoa”, comenta Raquel.

Cardápio do hipertenso

Composto basicamente pelos alimentos naturais, a refeição do dia-a-dia é feita de acordo com a necessidade do paciente. “São refeições com quantidade reduzida de sal e adição de temperos; a substituição de alimentos com quantidades importantes de sal por aqueles com quantidade reduzida em sua composição e preparo, como o queijo branco sem sal, evitando em especial, aqueles industrializados”, exemplifica Raquel.

Evitar alimentos com sódio, como o pão francês e carne seca é recomendado. “Os sucos concentrados e a cafeína também devem ser retirados do dia-a-dia do hipertenso”, comenta a nutricionista Lila Valente.

É importante também consultar o médico de seis em seis meses. Para quem tem histórico de hipertensão na família, recomenda-se medi-la, pelo menos, uma vez por semana.