Novidade! Baixe nosso app em seu smartphone Android iPhone

Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Benefícios do Óleo de Ojon para seus cabelos

Conheça óleo da noz da palmeira hondurenha que promete fortalecer e reconstruir o cabelo

em 23/09/2014

Foto: Thinkstock

O Óleo de Ojon, lançamento recente no mercado brasileiro de cosméticos para cabelos, é um óleo com a mesma constituição da queratina do cabelo, rico em aminoácidos e antioxidantes naturais, que promete superar o já conhecido Óleo de Argan, proporcionando recuperação, brilho intenso, força e proteção das agressões diárias aos fios.

Também chamado de Batana Oil ou American Oil, o Óleo de Ojon é extraído da noz da palmeira Ojon, típica da floresta tropical de Honduras. Este óleo vem sendo utilizado há muitos anos em toda a região do Caribe e América Central com aliado nos tratamentos para os cabelos, tendo sido introduzido pela tribo Tawira Miskito, cujo nome significa “povo do cabelo bonito”.

A produção do Óleo de Ojon é base do sustento das tribos hondurenhas, que o apelidaram de líquido precioso, tanto por ser uma fonte de renda indispensável, quanto pelo seu poder nos tratamentos estéticos para os cabelos e também para a pele.

Quais tipos de cabelos podem se beneficiar do Óleo de Ojon?

O óleo hondurenho é indicado principalmente para cabelos ressecados ou que tenham sofrido qualquer tipo de dano, seja pelo uso de químicas, como alisamento e tinturas ou por exposição excessiva ao calor do sol, secador ou pranchas térmicas.

Não há contraindicação no uso do Óleo de Ojon, mesmo quem costuma ter grande sensibilidade nos cabelos e couro cabeludo pode usá-lo, pois seus ativos são compostos por lipídeos similares aos existentes naturalmente nos cabelos.

A utilização deste óleo deve ser evitada apenas antes da coloração ou tratamentos químicos – como alisamentos ou permanentes, pois, como funciona como protetor da estrutura capilar, ele pode atrapalhar a ação de abertura da cutícula do cabelo para o depósito das substâncias que irão colorir, alisar ou cachear os cabelos.

Como usar o Óleo de Ojon a favor de seus cabelos

O Óleo de Ojon possui várias formas: óleo puro, sérum, antifrizz, máscara de tratamento, xampu e condicionador. Cada produto tem uma função de aplicação.

  • O óleo puro é usado como um protetor térmico e deve ser aplicado nos fios ainda molhados, antes do secador, chapinha ou babyliss;
  • O sérum e o antifrizz devem ser aplicados no cabelo seco, para controlar os fios arrepiados, dar brilho e maciez;
  • A máscara de tratamento deve ser usada nos cabelos cacheados ou naqueles que estejam ressecados por agentes químicos como hidratação semanal ou quinzenal;
  • O xampu e o condicionador têm uso liberado para todos os cabelos e sem restrições de frequência.

“O Óleo de Ojon veio para complementar os tratamentos nos cabelos danificados, atendendo o que o Óleo de Argan não conseguia reparar por completo. Muito mais denso e encorpado, este óleo, que é rico em carga lipídica e cisteína, é capaz de compor as fibras e minimizar os desgastes sofridos pelos cabelos, devolvendo o brilho e deixando estes sedosos.”, afirma Wagner Ramos, proprietário do salão Alawys, em São Paulo.

Celebridades como Gisele Bündchen, Demi Moore, Liv Tyler, Rachel Bilson, Catherine Zeta Jones, Scarlett Johansson e até mesmo Orlando Bloom já aderiram a este óleo de tratamento que têm cheiro parecido com caramelo e promete ser o novo aliado nos tratamentos de plástica capilar. Vale a pena apostar nessa novidade!

Receba nossas melhores dicas diretamente em seu e-mail

Assine nossa newsletter para receber nossas novidades sobre os assuntos do momento.

Nós odiamos spam. Nunca usaremos seu e-mail para outros fins.

Comentários
Dicas relacionadas