Dicas de Mulher Dicas de Beleza

Destaque seu olhar sem maquiagem com o alongamento de cílios

Esclareça suas dúvidas sobre a técnica que promete deixar os cílios mais longos e volumosos com aspecto natural

em 22/06/2016

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Um dos objetivos mais comuns da maquiagem é chamar a atenção para os olhos. Os cílios são grande parte desse processo: quanto mais longos, curvados e volumosos, mais destacado fica o olhar.

Para ajudar nessa missão, uma série de produtos foram desenvolvidos e fazem toda a diferença – máscaras para cílios dos mais variados tipos, curvex, cílios postiços. Porém, nem sempre temos disponível o tempo (ou a paciência) necessário para deixar os cílios mais encorpados. E, se seu sonho é acordar todos os dias com cílios longos e volumosos sem precisar de rímel, o alongamento de cílios pode ser uma ótima forma de alcançar o que deseja.

O alongamento de cílios é um procedimento que promete deixar os cílios mais longos e com mais volume. A diferença é que a técnica tem um resultado mais natural, sem deixar aquele “aspecto de maquiagem”, e é mais permanente que qualquer outro produto: o efeito do alongamento dura por semanas.

“A maior vantagem é que com o alongamento, não é mais tão necessário o uso de rímel ou cílios postiços. Além disso, o olhar fica muito mais valorizado”, aponta Claudia Fonseca, profissional do Walter´s Coiffeur Grande Rio. A profissional indica o alongamento para quem tem os cílios muito curtos “mas gosta de valorizar o olhar a partir dos cílios”.

O procedimento é detalhado e minucioso, mas não é nenhum bicho de sete cabeças e está cada vez mais popular, o que faz com que não seja difícil encontrar um estabelecimento que ofereça esse serviço em qualquer região.

Nessa matéria, você encontra dicas e esclarece as principais dúvidas sobre o alongamento de cílios, além de conferir imagens dos resultados e tutoriais para deixar os cílios mais destacados em casa.

Tipos de alongamento de cílios

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Se você decidiu fazer alongamento de cílios, o primeiro passo é escolher que efeito você busca, o que vai influenciar na escolha do tipo de alongamento: o efeito final é a principal diferença entre os métodos de aplicação.

Quanto aos materiais utilizados não há diferenças. O alongamento é feito com fios sintéticos que imitam os cílios naturais, feitos geralmente de materiais leves como seda ou mink. Esses fios são fixados junto aos cílios naturais com uma cola específica para esse procedimento – que não é a mesma usada para aplicar cílios postiços – e a ajuda de uma pinça.

Para que tudo dê certo, é fundamental contar com profissionais qualificados e de confiança. “É um trabalho muito delicado, em uma região sensível, é preciso ter cuidado e responsabilidade para um bom resultado”, destaca Fonseca.

Além de garantir que o profissional é capacitado, Claudia Aguiar, designer de sobrancelha do Corsica Studio, chama a atenção para outro detalhe que não deve ser esquecido: “é essencial que se use produtos de qualidade”. Lembre-se de se certificar de que o local escolhido usa bons produtos – e não apenas os cílios sintéticos devem ser conferidos, mas também a cola!

Confira os principais tipos de alongamento de cílios encontrados no Brasil.

Alongamento fio a fio

O alongamento fio a fio é o mais conhecido tipo de alongamento de cílios. Nessa técnica, aplica-se um fio sintético por vez, junto a cada um dos cílios naturais. É possível optar tanto pela aplicação dos cílios sintéticos em toda a extensão da pálpebra quanto pela aplicação apenas do meio para o final, dependendo do efeito desejado e do tamanho dos cílios naturais.

Alongamento volume russo

A técnica de alongamento volume russo é indicada especialmente para quem deseja um efeito mais marcado e dramático nos cílios. Aqui, ao contrário da aplicação de um cílio sintético para cada cílio natural, aplica-se vários sintéticos junto a cada cílio natural. Conforme o efeito desejado, é possível aplicar de dois a seis fios por vez. Por isso, esse tipo de alongamento também é chamado de 2D, 3D, 4D, 5D ou 6D – cada um correspondendo à quantidade de fios sintéticos aplicados em cada cílio natural.

As sessões de ambos os tipos duram, em média, 1h30min. Os preços variam muito conforme o estabelecimento, ficando em uma faixa de R$ 150,00 a R$ 250,00. Alguns profissionais fazem pacote com o valor da manutenção, pergunte se esse é o caso.

Como alongar cílios em casa

Quem não quer passar pela sessão de alongamento profissional também pode aproveitar alguns truques para deixar os cílios mais longos e destacados em casa, indo além da forma de aplicar a máscara e do uso de cílios postiços e curvex. Confira alguns tutoriais em vídeo de técnicas de alongamento.

Como alongar os cílios com pelúcia de unha

Lorena Mansano ensina no vídeo como alongar os cílios utilizando pelúcia de unha e máscara de cílios. O processo é bastante simples e deixa os fios mais longos e mais encorpados. Vale lembrar que é importante ter cuidado na hora da aplicação e quem tiver problemas com alergias deve fazer um teste antes.

Como alongar os cílios com algodão

Tábata Rodrigues ensina um truque bem fácil de reproduzir e que só precisa de máscara de cílios e algodão. O resultado é de cílios mais longos e, segundo a blogueira, de fios mais separados.

Como alongar os cílios com pó compacto

Sharon Morais ensina uma técnica para deixar os cílios mais longos e volumosos. No tutorial, a youtuber utiliza máscara de cílios, curvex e pó compacto. O processo é bem prático e o resultado é um olhar bastante destacado.

Alogamento de cílios passo a passo

Nesse vídeo, Pracy mostra como fazer o alongamento fio a fio sozinha, utilizando um kit de cílios que é possível comprar online ou em lojas de cosméticos. O procedimento é praticamente o mesmo que o de salão, colando um fio por vez com ajuda de uma pinça. Porém, a própria blogueira ressalta que fazendo em casa o alongamento dura menos que quando feito por um profissional.

Antes e depois

O resultado do alongamento promete ser de cílios mais longos, volumosos e curvados com aspecto natural. Confira a seguir algumas imagens de antes e depois do alongamento de cílios e inspire-se!

Foto: Reprodução / No Preach

Foto: Reprodução / No Preach

Foto: Reprodução / Pausa Para Feminices

Foto: Reprodução / Pausa Para Feminices

Foto: Reprodução / Karol Pinheiro

Foto: Reprodução / Karol Pinheiro

Foto: Reprodução / Lolla Studio

Foto: Reprodução / Lolla Studio

Foto: Reprodução / Lolla Studio

Foto: Reprodução / Lolla Studio

Foto: Reprodução / Mulher Sem Photoshop

Foto: Reprodução / Mulher Sem Photoshop

Foto: Reprodução / Luana Marinosse

Foto: Reprodução / Luana Marinosse

Foto: Reprodução / Verdade Feminina

Foto: Reprodução / Verdade Feminina

Foto: Reprodução / Elas Por Elas

Foto: Reprodução / Elas Por Elas

Foto: Reprodução / Claudinha Stoco

Foto: Reprodução / Claudinha Stoco

Dúvidas frequentes

Antes de se decidir e investir no alongamento de cílios, é muito importante esclarecer todas as dúvidas. Não deixe de conversar com a profissional escolhida e perguntar tudo o que você quer saber, sem medo. A seguir, você confere as principais dúvidas respondidas por profissionais.

1. Quanto tempo dura o alongamento de cílios?

Em média, o alongamento dura entre 30 e 45 dias. Para um resultado melhor, é necessário tomar alguns cuidados e fazer manutenção para reaplicar os cílios que caírem. “O indicado é fazer manutenção a partir de 15 ou 20 dias, mas vai depender muito dos cuidados de cada cliente. É importante conversar e seguir as análises do profissional que estiver aplicando o procedimento”, pontua Fonseca.

2. Quais os cuidados básicos?

É inevitável que alguns cílios comecem a cair depois de alguns dias. Mas, para conservar o resultado do alongamento perfeito por mais tempo, tomar cuidados básicos é essencial.

“O ideal é não molhar nas primeiras 12 horas, evitar saunas e banhos muito quentes e demorados”, recomenda Aguiar. Outro ponto importante, lembrado por Fonseca, é ser cuidadosa ao lavar e secar o rosto: nada de esfregar os olhos.

Quanto ao uso de maquiagem, ambas as profissionais indicam que não se use máscara de cílios depois do alongamento, especialmente produtos à prova d’água. O rímel vai fazer com que o alongamento dure menos e a promessa é que você não sentirá a necessidade de utilizar o produto com os cílios já alongados e volumosos.

O uso de outros produtos para os olhos – sombra, lápis, delineador – é liberado normalmente. É preciso apenas ter cuidado redobrado na hora de retirar, pois o demaquilante também pode prejudicar o alongamento: “os demaquilantes podem ser usados com bastante cuidado e, de preferencia, com a ajuda de um cotonete”, pontua Fonseca.

3. Há contraindicações?

Segundo as profissionais, o alongamento de cílios raramente causa reações alérgicas. Mas, se você tiver muito problema com alergias, não faça o procedimento sem antes passar por um teste.

Além disso, no dia da aplicação é indispensável estar com os olhos totalmente saudáveis. “Não é aconselhado fazer o procedimento caso haja alguma irritação nos olhos no dia da aplicação”, afirma Fonseca.

4. Existe algum perigo para a visão?

Tanto Aguiar quanto Fonseca garantem que o alongamento de cílios não traz nenhum risco para a visão. Caso você tenha algum tipo de problema de visão o melhor a fazer é consultar seu oftalmologista antes do processo.

5. O procedimento é dolorido?

Não. O alongamento é feito colando os fios sintéticos junto aos fios naturais, em um processo semelhante à colocação de cílios postiços e que não causa dor na aplicação.

6. O alongamento danifica os cílios naturais?

“Não danifica, mas é importante dar uma pausa após três colocações seguidas”, indica Fonseca.

7. Depois de alongados os cílios incomodam?

Segundo Fonseca, no geral o alongamento não provoca nenhum tipo de incômodo, visto que os cílios sintéticos são muito leves. Você pode levar um tempo para se acostumar com o efeito no dia a dia, especialmente se tiver cílios muito curtos, mas nenhum grande problema.

Vale reforçar que o alongamento de cílios deve ser feito com um profissional qualificado e de confiança. Afinal, apesar de não representar grandes riscos para a saúde, o procedimento é feito em uma parte bastante sensível do corpo e merece atenção especial.

Comentários
Dicas relacionadas