8 dicas para curtir o seu primeiro orgasmo anal sozinha ou acompanhada

Escrito por                    
Atualizado em 22.06.22

iStock

Por
Atualizado em 22.06.22

O corpo humano tem várias zonas erógenas e o ânus é um deles. Apesar de todos os mitos e preconceitos com essa região, o sexo e o orgasmo anal aguçam a curiosidade e o fetiche de homens e mulheres e abrem um leque de possibilidades para o prazer. Se estiver a fim de explorá-la, leia a matéria.

Publicidade

Índice do conteúdo:

É possível ter orgasmo anal?

Sim, é possível! O ânus é uma zona erógena do corpo e, se bem estimulada, homens e mulheres podem atingir o orgasmo anal. A sensação de vulnerabilidade, passividade e de poder que vem com algumas posições somam-se ao cenário e instigam a imaginação e a dinâmica a dois.

Mas para que a sensação de prazer tome conta de você, a terapeuta sexual Maria Cecília conta que é muito importante relaxar tanto o corpo quanto a mente. De acordo com a profissional, “o orgasmo é uma excitação, principalmente, mental”. É preciso estar em uma situação confortável para que você possa se entregar e aproveitar completamente ao sexo.

Além disso, é preciso desconstruir tabus relacionados ao ânus e ao sexo. “O orgasmo anal ainda é mítico, porque a gente tem essa questão de achar que o ânus é sujo”, disse a terapeuta, que também apontou o medo da evacuação involuntária e a ideia de que não é algo natural. Tais preocupações levam as pessoas a se envergonharem e adotarem métodos de limpeza prejudiciais à saúde.

8 maneiras de atingir o primeiro orgasmo anal

Maria Cecília lembra que quem controla o sexo anal é quem está recebendo a penetração. Logo, quem dita o ritmo é você! A seguir, veja as dicas da sexóloga sobre posições, sex toys e o que você precisa saber para ter um sexo anal seguro e muito prazeroso.

1. “De ladinho, devagar e sempre”

iStock

Esta é a posição indicada por Maria Cecília para quem está começando. Tanto você como o seu parceiro devem estar de ladinho na cama. Não tenha pressa no movimento. Ela é indicada “porque você está mais relaxada, suas visceras estão relaxadas e tem mais espaço para a penetração”, explicou a sexóloga.

2. “De franguinho”

Também conhecida como “frango assado”, quem recebe a penetração deve estar deitada de barriga para cima. Esta também é uma posição relaxante e favorece a entrada do pênis.

3. “Dedinhos, linguinha e beijo grego

iStock

Publicidade

Para atingir o orgasmo anal, você e a musculatura do ânus devem relaxar. E para isso é preciso tempo. Maria Cecília recomenda apostar nas preliminares para que a estimulação aconteça aos poucos. Que tal tirar da gaveta aquele lubrificante que dá uma “esquentadinha”? Além disso, é uma ótima maneira de aproveitar o momento, afinal sexo não é só penetração.

4. Lubrificação é essencial

A terapeuta lembra que ânus e vagina têm lubrificações diferentes. “O ânus não tem lubrificação natural como a vagina, que possui 4 glândulas que produzem lubrificação. No ânus, a gente tem uma lubrificação da mucosa, mas ela não é específica para a excitação”. De acordo com ela, o lubrificante a base de água é o mais indicado.

5. Corra dos anestésicos!

iStock

Lubrificantes a base de anestésicos são proibidos, ok? De acordo com a sexóloga, o uso desse tipo de produto mascara possíveis dores que podem vir a ser um problema. Além disso, o anestésico também inibe o prazer, interferindo no orgasmo anal.

6. Evite chucas e laxantes

Ambos são usados para limpeza do reto a fim de evitar que as fezes estraguem o clima. Entretanto, tanto a chuca quanto o laxante podem ser danosos a flora intestinal, pois nessa limpeza levam embora bactérias boas para o corpo. A especialista recomenda escolher um momento que se sinta confortável para o sexo anal, como depois de evacuar.

7. Nada de óleos

iStock

Óleo de coco, óleo de amêndoas, manteiga, nada disso serve para lubrificar o ânus. “A camisinha de látex com óleo de coco rasga”, disse a profissional.

8. Aposte nos sex toys

iStock

Maria Cecilia indica o bullet para massagear a superfície do ânus e fazer pequenos movimentos de entra e sai. Há também o plug anal. “Ele tem um formato meio de pêra, que cria a ideia de que começa fininho e vai alargando”, disse a terapeuta. Vibradores também são boas apostas.

Quer saber mais sobre o sexo anal? Leia os mitos e as verdades relacionados a essa prática pra acabar de vez com as dúvidas que rondam você!

Publicidade

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Orgasmo