Beijo grego: todos os segredos para uma prática saudável e prazerosa

Escrito por
Em 20.02.20

iStock

O que é beijo grego? Como e porquê realizar a prática? Como lidar com os tabus acerca dela? No intuito de responder essas e outras questões, convidamos a sexóloga e psicóloga Keila Oliveira para esclarecê-las e dar dicas para o melhor beijo grego. Quer sair da rotina e melhorar a vida sexual? Então confira o que separamos para você!

O que é o beijo grego

O beijo grego é uma preliminar que consiste na prática de lamber e beijar o ânus ou a região anal do parceiro. Como o próprio nome diz, sua origem foi na Grécia, onde, graças ao contexto social e cultural do período clássico, apenas o sexo entre homens era aceito nas orgias, como afirma Keila. A prática é realizada até os dias de hoje não só por casais homossexuais, mas se tornou cada vez mais comum.

Como fazer o beijo grego

iStock

Como realizar o beijo grego, então? Confira abaixo as dicas para uma prática saudável e cheia de prazer.

Primeiros passos

O que você precisa para praticar o beijo grego é de vontade e um parceiro com o mesmo desejo! Um ponto imprescindível é a comunicação: converse com seu parceiro acerca da vontade de realizar a prática para evitar constrangimentos e para que ambos tomem as devidas precauções quanto à higiene.

A sexóloga Keila Oliveira ressalta a importância de a relação ser consensual e prazerosa para todos os envolvidos. Afinal, nada como uma boa conversa para aumentar a intimidade e o prazer do casal.

Higienização

É necessário voltar a atenção para alguns cuidados, pois a região anal de quem receberá o beijo deve estar bem higienizada. Keila sugere bastante água e sabão na limpeza, para que não fiquem resquícios de fezes na região.

No que diz respeito à depilação, fica a critério de cada um. Sinta-se livre para manter os pelos da forma que preferir, o importante é estar confortável. Contudo, a sexóloga ressalta que, na presença de pelos, a limpeza deve ser ainda mais cuidadosa para eliminar as sujeiras que podem ficar nos pelinhos. Mas não se preocupe, não é nada que a higienização não resolva.

Quando devo fazer e quando não?

Segundo Keila, o beijo grego pode ser feito sempre que o casal sentir vontade. Pode ser uma preliminar do sexo anal ou não, ou seja: não existe uma regra para quando deve ser feito, apenas respeite sua vontade. Porém, ela aponta algumas contraindicações. A prática não deve ser realizada quando existe alguma lesão ou cárie na boca, para evitar a contração de infecções sexualmente transmissíveis (IST’s).

Quanto aos casais que não têm relação estável ou que possuem problemas de saúde, a prática também é contraindicada, já que as IST’s, hepatites e HPV podem ser mais facilmente transmitidas nesses casos também. Ainda, existe contraindicação para quem estiver com problemas gastrointestinais.

Se nenhum desses é o seu caso, deixe o desejo aflorar e permita-se sentir sem medo!

Dicas para a realização perfeita do beijo grego

A sexóloga ainda nos deu dicas quanto às melhores posições para a prática. Uma delas é a famosa posição 69, onde ambos podem trocar carícias com a língua. Outras posições bastante eficientes são com um dos parceiros de quatro ou de pernas para cima. O que importa é ambos se sentirem confortáveis! Vale apostar na criatividade do casal para encontrar a melhor posição e local.

Que tal na banheira? Ou você prefere a cama? Uma dica para quem sente receio ou nojo da prática é tentar fazer no banho. Outra dica apresentada por Keila é quanto à camisinha de língua. Inusitado, né? Mas é isso mesmo, ela é uma opção na prevenção de doenças, mas vale lembrar que essas camisinhas não protegem outras regiões da boca e lábios. Você pode apostar também em géis próprios para a prática do beijo grego, pois alguns são estimulantes e possuem sabor de frutas.

O importante no sexo é o prazer mútuo. Por isso, descubra como prefere o beijo e tenha sensações deliciosas com seu parceiro ou parceira!

Tabus e preconceitos

Muitos homens evitam o contato anal por conta da orientação sexual, mas a ideia de que apenas homossexuais sentem prazer no local é um mito. Todos, sejam homens ou mulheres, podem sentir prazer na região. Ainda, alguns preconceitos se dão por nojo da região anal. Contudo, se tomados os devidos cuidados com a higiene, a prática é muito bem-vinda e não oferece riscos.

Como afirma Keila, o beijo grego é uma prática saudável e que deve ser experimentada livre de tabus e preconceitos. Converse abertamente com o parceiro e esclareça suas dúvidas, assim ficará muito mais fácil se entregar sem amarras.

Por que fazer beijo grego?

iStock

Mas por que fazer o beijo grego? Conheça os benefícios e motivos listados pela psicóloga e sexóloga Keila Oliveira para não se privar dessa prática sexual:

  • Saia da rotina: o beijo grego é uma ótima opção para variar o repertório sexual do casal e evitar a famosa rotina;
  • Aumente a intimidade: quanto mais os parceiros conhecerem seus gostos e provarem novas alternativas, mais intimidade terão e a relação será ainda melhor. Na cama e fora dela também!
  • Enriqueça as preliminares: o beijo grego ajuda na excitação, lubrificação e te proporciona um sexo ainda mais gostoso;
  • Sinta muito: o ânus é uma região rica em terminações nervosas (ou seja, bastante sensível) e pode proporcionar muito prazer, especialmente nos homens devido à próstata;
  • Potencialize os benefícios do sexo: o sexo em si já traz inúmeros benefícios para a saúde e vida pessoal, então por que não enriquecê-los com a prática do beijo grego?

Viu só como esse beijo pode te proporcionar prazer e benefícios incríveis? Vale a pena colocá-lo em prática!

Cuidados

Toda prática sexual requer cuidados e prevenções, e com o beijo grego não é diferente. Conheça quais cuidados apontados por Keila devem ser tomados e aproveite sem riscos.

  • Higiene sempre: por se tratar de uma prática na região anal, o beijo deve ser feito com o local higienizado e livre de bactérias. No caso da presença de hemorroidas, o cuidado com a limpeza deve ser redobrado;
  • Prevenção de doenças: o beijo grego também pode transmitir infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), por isso não o pratique se houver alguma ferida na boca;
  • Beijo grego e sexo oral: cada lugar tem suas bactérias e não é interessante misturá-las, pois infecções podem ser transmitidas. Por isso, se o beijo grego for feito junto com o sexo oral, é importante ter o cuidado de não levar bactérias de um local para o outro. Para evitar que isso aconteça, não abra mão da camisinha (feminina ou masculina).

Todos os cuidados tomados? Então o que você está esperando para chamar seu parceiro(a) para essa novidade deliciosa?

Vídeos que te deixarão craque na prática do beijo grego

Os vídeos abaixo trazem dicas e informações para você aprender ainda mais sobre o beijo grego e como ele pode ser feito. Confira!

Esclarecendo as dúvidas

Nesse vídeo você encontra a explicação do que é beijo grego e algumas dicas para realizá-lo da melhor forma, além da indicação de produtos para a prática ser ainda melhor.

Tudo sobre como fazer o melhor beijo grego

O vídeo traz o passo o passo para fazer um beijo grego delicioso e aborda os tabus acerca dele e como superá-los.

Dicas de beijo grego

Conheça produtos que podem te ajudar a praticá-lo e as melhores formas de estimular seu parceiro ou parceira.

O beijo grego tem tudo para te proporcionar muito prazer, por isso conheça tudo sobre ele e os melhores produtos para se jogar sem medo.

Agora que você sabe tudo sobre o beijo grego está pronta para fazer essa prática e aumentar a qualidade das suas relações sexuais. Quer saber mais sobre o prazer que a região anal pode oferecer? Então leia sobre o sexo anal.