Chá de gengibre: ajuda a emagrecer e oferece vários benefícios à saúde

A bebida tem ação anti-inflamatória e antioxidante, o que ajuda o organismo a trabalhar melhor

Escrito por Tais Romanelli
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Talvez você nunca tenha ouvido falar em mangarataia, mas certamente já provou algum prato ou bebida que continha gengibre – o nome mais popular do alimento.

Nativo da Ásia, o gengibre é uma raiz usada tanto na culinária quanto na medicina, pois, o que nem todo mundo sabe é que ele oferece inúmeros benefícios terapêuticos. Além disso, é muito popular entre quem segue uma alimentação equilibrada e quer perder peso.

De olho nas vantagens que o consumo dessa raiz pode proporcionar, o chá de gengibre tem ganhado cada vez mais destaque entre as pessoas que gostam de cuidar do seu corpo e da sua saúde.

Mas, afinal, será que o chá de gengibre ajuda mesmo quem deseja emagrecer? Quais benefícios oferece à saúde? Tire todas suas dúvidas abaixo!

Benefícios do chá de gengibre

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

As nutricionistas Ms. Clarisse Zanette e Ms. Keli Vicenzi, coordenadoras da Pós-Graduação em Fitoterapia na Prática Clínica da Faculdade Fátima/RS e pós-graduandas em Fitoterapia Funcional na VP/UNICSUL, ressaltam que os chás representam uma das formas de utilização de plantas medicinais de uso doméstico, e seus benefícios estão associados às propriedades contidas na planta utilizada. “Como, por exemplo, no caso do gengibre, que apresenta propriedades anti-inflamatórias, digestivas etc”, comentam.

Leia também: 10 truques simples para desintoxicar e perder peso de forma saudável

Lucyane Crosara, nutricionista funcional, especialista em Fitoterapia, terapeuta antroposófica e vibracional, destaca que o gengibre pode ser usado fresco ou seco. “Quando se faz a decocção (chá), consegue-se extrair mais componentes”, diz.

Abaixo você conhece então os principais benefícios do gengibre:

É termogênico: Clarisse e Keli explicam que o gengibre é um alimento termogênico, pois aumenta a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e facilitando o processo de emagrecimento.

Melhora a digestão: o chá de gengibre é visto como um bom “remédio caseiro” para enjoos porque, além de relaxar o sistema gastrointestinal, é um estimulante da digestão, ajudando a cessar e a prevenir os enjoos.“O gengibre é uma raiz ou rizoma excelente para melhorar enjoos, gases e digestão”, ressalta Lucyane.

Protege o coração: Lucyane destaca que o gengibre é considerado um protetor cardiovascular.

Leia também: Matchá: ajuda a emagrecer e possui mais qualidades que o chá verde

Protege contra gripes e resfriados: as nutricionistas Clarisse e Keli explicam que o gengibre é uma raiz que, quando utilizada como chá, auxilia no tratamento de gripes, resfriados e tosses. Isso porque fortalece o sistema imunológico combatendo os vírus que causam esses problemas.

É antioxidante: Lucyane destaca que o chá de gengibre possui propriedades antioxidantes (que evitam a formação de radicais livres que favorecem o envelhecimento celular).

Tem propriedades anti-inflamatórias: o gengibre apresenta uma substância chamada gingerol, que possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, protegendo o organismo de bactérias e fungos. É o gingerol ainda o responsável pelo sabor picante da raiz.

Tem ação anticancerígena: Lucyane ressalta ainda que o gengibre tem propriedades anticancerígenas, sendo assim um grande aliado da saúde.

Diminui a glicemia: Lucyane destaca que o gengibre tem ação hipoglicemiante (diminuindo a glicemia).

Chá de gengibre emagrece?

De acordo com Lucyane, o chá de gengibre pode, sim, ajudar quem deseja perder peso. “Isso porque aumenta o metabolismo, o que implica em uma queima mais eficiente de calorias”, diz.

Além disso, destaca a nutricionista funcional, sua ação anti-inflamatória e antioxidante ajuda o organismo a trabalhar melhor, “o que diminui a resistência a perder peso (causada principalmente por inflamações crônicas)”.

“Como facilita a digestão, facilita também a absorção de nutrientes. E a deficiência de alguns nutrientes também causam aumento de peso. Garantindo a absorção, garante-se uma eficiente quebra de gordura”, acrescenta Lucyane.

Como preparar e consumir o chá de gengibre

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

O gengibre pode ser encontrado em pó ou como raiz (seu formato natural). Lucyane sugere fazer o chá de gengibre com a raiz. Confira o passo-a-passo, que é muito simples:

  1. Coloque 1 colher (chá) da raiz ralada para ferver com 150ml de água;
  2. Quando ferver desligue o fogo e abafe por 5 minutos;
  3. Coe o chá e sirva mais morno.

“Recomendo tomar 2 vezes ao dia, geralmente 30 minutos antes do almoço e do jantar”, diz Lucyane.

A nutricionista funcional destaca que o ideal é não adoçar. Outra opção, de acordo com ela, é utilizar o pó de gengibre para fazer o chá. Neste caso, utiliza-se uma colher (de café) do pó para a mesma quantidade de água.

“Já vi chás de gengibre industrializados, mas estes vêm adoçados (com açúcar ou adoçante) e, nesse caso, muito do efeito terapêutico é perdido. Sem contar que devemos evitar adoçantes e conservantes”, acrescenta a nutricionista funcional.

As nutricionistas Clarisse Zanette e Keli ressaltam que o consumo do chá de gengibre não deve exceder 300ml por dia. “E ele não deve ser consumido de forma contínua por mais de 30 dias”, destacam.

Contraindicações do chá de gengibre

Lucyane destaca que deve evitar o excesso do chá de gengibre quem:

  • Tem cálculo biliar;
  • Tem irritação gástrica;
  • Tem pressão alta;
  • Usa anticoagulantes ou coagulantes sanguíneos.

“Isso porque o gengibre pode interferir em todos estes processo”, diz.

Receitas com o chá de gengibre

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Lucyane comenta que algumas pessoas acham o gosto do chá de gengibre forte. “Neste caso, é interessante acrescentar gotas de limão ou mesmo acrescentar na fervura 1 pedaço de abacaxi – fica bem gostoso e multiplica seu efeito digestório”, diz.

“Pode-se ainda usar o chá em preparações como cozinhar o arroz ou refogar peixe e camarão. Dá um gosto exótico à refeição e adiciona todos os benefícios do gengibre”, acrescenta a nutricionista funcional.

Clarisse e Keli destacam que muitas receitas podem usar como base o chá de gengibre. “Como, por exemplo, o suco verde. Em vez de utilizar como base a água, utiliza-se o chá”, explicam. Anote a receita passada pelas nutricionistas:

Suco verde com chá de gengibre

  • 200ml de chá de gengibre
  • 1 folha de couve
  • 1 folha de hortelã
  • ½ maçã
  • 2 fatias de abacaxi

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador. Depois coe e beba gelado.

“Outras receitas que podemos utilizar o chá de gengibre como base são os bolos. No lugar da xícara de leite utilizamos o chá de gengibre, respeitando a mesma quantidade”, acrescentam Keli e Clarisse. Confira uma receita abaixo:

Bolo com amaranto

  • 3 ovos
  • 1 xícara açúcar demerara ou frutose
  • 4 colheres (sopa) de óleo
  • ½ xícara de chá de gengibre
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • 1 xícara de fécula de mandioca
  • 1 xícara de farinha arroz integral
  • 2 colheres de sopa de amaranto em grão
  • 2 colheres de sopa farinha de banana verde

Modo de preparo: Bate as gemas com o açúcar e o óleo até ficar cremoso. Junte o leite de coco, a farinha de banana e misture bem. Acrescente o chá e coloque a farinha de arroz, a fécula de mandioca e o amaranto. Por último, adicione o fermento que deve ser uma colher de sopa bem cheia. Bata as claras em neve e adicione suavemente a massa. Despeje em forma untada com óleo e leve ao forno pré-aquecido por 10 minutos a 200 °C.

Opções de chá de gengibre que você pode encontrar

No mercado é possível encontrar algumas opções de chás de gengibre (e outros sabores), especialmente em sachês. Eles podem ser uma ideia para um dia mais corrido em que você não terá tempo de preparar o chá em casa ou para levar ao trabalho, em alguma viagem etc. Mas lembre-se que o ideal é fazer o chá com a própria raiz ou com o pó de gengibre.

Confira na galeria abaixo opções de chás feitos com gengibre:

Chá de Gengibre, Cravo e Canela por R$3,60 na <a href="http://www.natue.com.br/cha-gengibre-cravo-e-canela-10-saches-cha-mais-12611.html?gclid=CJrSro-m1cQCFYs2gQodOagApg" target="blank_">Natue</a>
Chá Verde Orgânico, Limão e Gengibre por R$19,50 na <a href="http://www.natue.com.br/cha-verde-organico-limao-e-gengibre-30g-tribal-brasil-10111.html?gclid=CLzG8NKm1cQCFcxj7AodiEwASA" target="blank_">Natue</a>
Chá Twinings of London Limão e Gengibre por R$8,90 na <a href="http://www.lojasensis.com.br/Produto/cha-twinings-of-london-limao-e-gengibre-ingles-importado_27_52.aspx?gclid=CIvzkcyo1cQCFUUQ7AoduXMASA#.VRwA2fzF8ms" target="blank_">Loja Sensis</a>
Chá de Erva Mate, Limão e Gengibre  por R$9,90 na <a href="http://www.belavidanatural.com.br/cha-erva-mate-limao-gengibre-organico-tribal-brasil" target="blank_">Bela Vida Natural</a>
Chá Preto, Gengibre e Canela por R$2,40 na <a href="http://www.natue.com.br/cha-preto-gengibre-e-canela-10-saches-cha-mais-12631.html?gclid=CJnWwpGr1cQCFdgIgQoddDQAOA" target="blank_">Natue</a>
Chá Verde, Abacaxi, Hortelã, Hibisco e Gengibre por R$3,00 na <a href="http://www.natue.com.br/cha-verde-abacaxi-hortela-hibisco-e-gengibre-10-saches-nu3-naturals-69761.html?gclid=CJ-AiJSr1cQCFYQvgQodcRcA3A" target="blank_">Natue</a>
Chá Maçã, Cravo, Canela e Gengibre por R$4,90 na <a href="http://www.natue.com.br/cha-maca-cravo-canela-e-gengibre-10-saches-nu3-naturals-69751.html?gclid=CPrcv7ms1cQCFVY8gQodmngAZA" target="blank_">Natue</a>
Chá Abacaxi, hortelã, chá verde e gengibre por R$3,90 na <a href="http://www.wgprodutosnaturais.com.br/cha-abacaxi-hortela-cha-verde-e-gengibre-10-saches-pr-484-344796.htm" target="blank_">WG Produtos Naturais</a>
Chá Verde sabor Laranja com Gengibre Fepor R$4,59 no <a href="http://www.paodeacucar.com.br/produto/37299/cha-verde-sabor-laranja-com-gengibre-feel-good-1-litro" target="blank_">Pão de Açúcar</a>

Agora você já conhece os benefícios que o chá de gengibre pode oferecer à sua saúde, mas lembre-se: seu consumo não deve ser excessivo. Por isso, o melhor caminho é sempre contar com as orientações de um nutricionista para incluí-lo na dieta!

Assuntos: Alimentação

Dicas pela Web