Chá de romã: por que consumir, como preparar e contraindicações

Escrito por
Em 19.02.20

iStock

A romã apresenta excelente atividade antioxidante, entre outras propriedades que beneficiam a saúde como um todo. O consumo do chá de romã, pode ser ainda mais vantajoso, por ser possível extrair de forma mais intensa os benefícios do fruto nessa forma de consumo. Saiba mais sobre indicações e preparo deste chá.

Continua após o anúncio

8 benefícios do chá de romã

Para usufruir dos benefícios da romã, pode-se consumir tanto a fruta fresca quanto o seu suco ou os chás feitos de suas sementes ou casca. Fazer o chá a partir da casca da romã, porém, é considerado interessante devido à maior concentração de antioxidantes presentes nesta parte do fruto.

Como vantagens do consumo do chá de romã, a nutricionista Anna Carolina Diniz (CRN 16100966) destaca:

  1. Poder antioxidante: a romã é muito rica em vitamina C e K, além de conter fitoquímicos responsáveis por torná-la uma fruta com alto poder antioxidante. Sua atividade antioxidante é similar ao chá verde e superior à da uva. Ela combate os radicais livres que são produzidos no organismo humano, melhorando o sistema imunológico como um todo.
  2. Ação anti-inflamatória: “A romã possui atividade anti-inflamatória, prevenindo a degradação de colágeno e da cartilagem articular, o que a torna excelente para quem tem artrite e gota”, destaca Anna Carolina. Pode contribuir ainda diminuindo dores de cabeça frequentes devido a essa propriedade.
  3. Aliado da saúde cardiovascular: a romã também é bastante conhecida pela sua atividade cardiometabólica. Anna Carolina explica: “O chá ajuda assim a controlar a pressão em pessoas hipertensas e reduz os níveis de colesterol total e LDL, ajudando a prevenir aterosclerose e ataques cardíacos”.
  4. Ação antidiabética: a romã é ainda conhecida por sua atividade antidiabética. “Estudos mostraram que o consumo dessa fruta ajuda a reduzir o impacto do açúcar após a primeira refeição do dia”, explica a nutricionista.
  5. Aliado da beleza: o chá de romã também pode ser considerado um aliado para os cuidados com beleza pois, pelo fato da romã ser muito rica em antioxidantes, melhora a aparência e elasticidade da pele, diminuindo as rugas. “Também tem efeitos protetores contra radiação UV-A e UV-B”, acrescenta Anna Carolina.
  6. Bom funcionamento intestinal: estudos mostram ainda que os polifenóis presentes na romã ajudam a equilibrar a microbiota intestinal, pois contribuem para o aumento de bactérias benéficas, evitando assim infecção intestinal. E a casca da romã – usada no preparo do chá – também pode ter ação antidiarreica, conforme destaca Anna Carolina.
  7. Boa saúde bucal: o chá de romã pode ainda ajudar na prevenção de cáries, aftas e gengivites devido à sua ação antibacteriana na boca.
  8. Combate a dores de garganta: a ação anti-inflamatória torna também o chá de romã um aliado para amenizar dores de garganta. Pode-se usar ainda o chá de romã para fazer gargarejos.

Vale destacar que, para usufruir desses benefícios, o chá deve ser tomado regularmente e associado a uma alimentação saudável.

Contraindicações

Apesar de benéfico, o chá de romã também tem suas contraindicações. “A presença de alcaloides contraindica o consumo da fruta na gestação e lactação, bem como em crianças pequenas”, destaca Anna Carolina.

“Também não é aconselhado o consumo em pacientes com antecedentes de cardiopatias, insuficiência renal e úlceras gastroduodenais”, acrescenta a nutricionista.

Receitas

Confira abaixo as principais maneiras de se preparar o chá de romã:

1. Chá de romã (feito com as sementes)

iStock

Ingredientes

Continua após o anúncio

  • Sementes de romã
  • 1 xícara de água fervente

Modo de preparo

  1. Com a romã ainda fechada, bater nela com a parte de trás de uma colher para ajudar a soltar as sementes;
  2. Abrir a romã e separar suas sementes;
  3. Triturar bem as sementes, preferencialmente com mixer ou processador;
  4. Armazenar em pote fechado em lugar seco e fresco.
  5. Quando for fazer o chá, colocar 1 colher (chá) das sementes trituradas em uma xícara;
  6. Acrescentar 1 xícara de água fervente sobre as sementes e tampar a xícara com um pires;
  7. Esperar cerca 15 minutos e, depois, consumir o chá.

2. Chá de casca de romã

iStock

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) da casca da romã
  • 500 ml de água

Modo de preparo

  1. Ferva a água já com as cascas de romã dentro;
  2. Quando começar a borbulhar, deixe por mais 5 minutos no fogo;
  3. Desligue o fogo e tampe, deixando por mais 5 minutos;
  4. Depois coe e sirva.

3. Chá de casca de romã e orégano

iStock

Ingredientes

Continua após o anúncio

  • 2 colheres (sopa) de casca de romã;
  • 1 colher (sopa) de orégano seco;
  • 300 ml de água.

Modo de preparo

  1. Coloque a casca da romã em uma panela junto com a água e leve ao fogo para ferver;
  2. Quando começar a borbulhar, deixe por mais 5 minutos fervendo;
  3. Desligue o fogo e transfira o chá para uma xícara já com o orégano;
  4. Tampe a xícara com um pires e deixe até esfriar;
  5. Depois coe e beba.

Anna Carolina informa que não é necessário beber mais de três xícaras do chá ao dia e comenta que o consumo do suco fresco da fruta também oferece bons resultados. Conheça também os benefícios do chá de alface.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Assuntos: Bem-Estar