10 benefícios da ameixa e os principais tipos dessa fruta maravilhosa

Escrito por
Em 11.08.20

iStock

A ameixa é uma fruta que possui muitas variações e cujo consumo é muito indicado, devido às propriedades que trazem vantagens para a nossa saúde. Se você quer saber tudo sobre essa fruta, continue com a matéria. Veja os benefícios da ameixa e saiba como e quanto consumir!

Continua após o anúncio

Índice do conteúdo:

10 benefícios da ameixa para sua saúde e uma dieta balanceada

Conversamos com a nutricionista Ana Paula Deichmann (CRN 10-6974), que apontou as quatro principais variações da ameixa: amarela, preta, verde e vermelha. A primeira é conhecida como nêspera, e dela podem ser consumidas a polpa e a casca; a ameixa preta é rica em antioxidantes e vitaminas, a verde é muito usada na confeitaria e a vermelha tem ação anti-inflamatória. Veja os principais benefícios delas a seguir:

Dicas de Mulher

  1. Elevado valor nutricional: a fruta in natura é rica em água e possui baixa caloria. Segundo a nutricionista, 100g de ameixa contêm apenas 46kcal. Além disso, é fonte de fibras, vitaminas A, C e K, potássio, cobre e manganês.
  2. Auxilia na saciedade: de acordo com Ana Paula, a ameixa contém poucas calorias e é rica em fibras, sendo um excelente lanche ou sobremesa para quem quer perder uns quilinhos indesejados, por retardar o esvaziamento gástrico. Você pode escolher entre a amarela, preta, verde ou vermelha.
  3. Melhora o funcionamento do intestino: principalmente a ameixa seca, por ser rica em fibras alimentares, isatina e sorbitol, que são laxantes naturais. Anote a dica da nutricionista: deixe a ameixa seca em um copo com água por oito horas; assim, melhora a digestibilidade e a fruta fica macia ao mastigar.
  4. Ajuda a fortalecer os ossos: por conter flavonóides, como a rutina e o ácido cafeico, além da vitamina K. Esses componentes auxiliam na inibição da degradação óssea.
  5. Melhora a imunidade: devido à presença de vitamina C, como na ameixa amarela. A vitamina C auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, evitando inflamação e infecção.
  6. Alivia a ansiedade: isso porque as ameixas possuem efeitos ansiolíticos naturais.
  7. Reduz o risco de câncer: preferencialmente a ameixa preta, que contém antocianinas e antioxidantes. Essas substâncias ajudam a eliminar os radicais livres que danificam as células e causam diversas patologias.
  8. Auxilia na redução da glicemia: Ana Paula aponta que é ideal para diabéticos, pois, com baixo índice glicêmico, a ameixa tem o poder de ser anti-hiperglicêmica, em especial os extratos.
  9. Auxilia na coagulação sanguínea: por ser rica em vitamina K, auxilia na coagulação sanguínea e melhora a saúde óssea.
  10. Mantém a pele saudável: os antioxidantes e a vitamina C ajudam a manter a pele radiante, de modo que os extratos da ameixa são usados em diversos cosméticos destinados à pele.

Os benefícios da ameixa são ótimos para a saúde e a fruta pode ser encontrada facilmente de diversos modos: seca, fresca ou incorporada em receitas, como geleias, bolos e sucos. Mas qual a melhor forma de consumi-la? Acompanhe a seguir!

Como consumir

De acordo com a nutricionista, a melhor forma de consumir a ameixa é in natura, e há uma quantidade para cada tipo. Recomenda-se de uma a duas unidades de ameixa verde, vermelha ou preta por dia. Quanto à ameixa amarela, recomenda-se uma média de dez unidades e, a ameixa seca, de três a quatro unidades.

Pode fazer mal?

Em nossa entrevista, Ana Paula apontou que a fruta contém oxalato, que, se consumido em excesso, auxilia na formação de cristais na urina, causando as pedras nos rins e vesículas. Por isso, o consumo deve ser moderado.

Se consumida moderadamente e dentro de uma alimentação que preze pela variação de frutas, legumes e verduras, a ameixa pode contribuir para a sua saúde. Para conhecer mais sobre outra fruta incrível para incluir no seu dia a dia, veja a nossa matéria sobre a tâmara.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.