12 benefícios do chá de pitanga e como preparar essa bebida

Escrito por
Em 04.04.22

Envato

As folhas da pitangueira possuem diversas propriedades benéficas para a saúde. Elas podem ser consumidas como tempero para saladas e molhos ou em chás. A seguir, a nutricionista Janaina Fagundes explica os benefícios do chá de pitanga. Confira!

Publicidade

Para que serve o chá de pitanga

O chá de pitanga é muito benéfico para a saúde. A nutricionista explica que “a pitanga possui uma diversidade de nutrientes, como vitamina A, vitaminas do complexo b, vitamina C, ferro, fósforo, cálcio e compostos fenólicos capazes de nutrir o organismo e proteger de diversas doenças”.

Como tomar o chá de pitanga

Com ação antioxidante, diurética e anti-inflamatória, o chá de pitanga é perfeito para ser tomado no período da manhã ou durante a tarde. Segundo a nutricionista, o recomendado é consumir “até 3 xícaras de 150 ml de chá por dia”. Continue a leitura para saber mais sobre os benefícios dessa bebida.

12 benefícios do chá de pitanga

Pixabay

Além de saboroso, o chá de pitanga faz muito bem para a saúde. A seguir, a nutricionista Janaina destacou 12 benefícios desse chá, confira:

  • Estimula produção de colágeno: a nutricionista destaca que “a vitamina C, presente em abundância na pitanga, está diretamente ligada à produção de colágeno no organismo”.
  • Auxilia no combate a acne: a pitanga é rica em vitamina A, assim, seu chá “ajuda no tratamento de inflamações na pele”, detalha a nutricionista.
  • Melhora a disposição: a pitanga é rica em vitaminas do complexo B. Segundo Janaina, essas vitaminas “são especialmente importantes para aumentar os níveis de energia, mantendo o metabolismo em pleno funcionamento”.
  • Possui ação antioxidante: a nutricionista explica que “o chá de pitanga proporciona a eliminação do excesso de radicais livres do organismo favorecendo a renovação celular”.
  • Trata artrite: devido às suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.
  • Combate a retenção hídrica e o inchaço: o chá possui ação diurética.
  • Ajuda a baixar a febre: também devido à ação diurética do chá.
  • Auxilia no tratamento da diarreia: a nutricionista explica que “a ação depurativa do chá de pitanga promove uma limpeza no organismo enquanto os polifenóis trabalham para equilibrar a flora intestinal e o bom funcionamento digestivo”.
  • Auxilia no bom funcionamento dos pulmões: “as propriedades presentes na pitanga demonstraram, em alguns estudos, a capacidade de atuar ativamente na redução da inflamação na membrana pulmonar, facilitando a respiração dos pacientes”, detalha a profissional.
  • Reforço imunológico: a presença da vitamina C e de outros antioxidantes no chá fazem bem para a imunidade.
  • Regula a pressão arterial: por causa do seu alto poder diurético.
  • Efeito hipoglicemiante: a nutricionista destaca que “as antocianinas, compostos fenólicos presentes na pitanga, são capazes de aumentar até 50% os níveis de insulina no organismo, reduzindo a taxa de açúcar no sangue”.

Embora seja um chá repleto de benefícios, nem tudo são flores. Continue lendo a matéria para entender melhor o assunto.

Contraindicações

A nutricionista Janaina Fagundes explica que “o chá de pitanga é contraindicado, em doses altas, para pessoas cardíacas devido à ação diurética. A falta de cautela na ingestão do chá pode gerar possíveis complicações para pacientes com esse quadro clínico”. Fora isso, é um chá natural sem efeitos colaterais.

Como fazer o chá de pitanga

Pixabay

A nutricionista também compartilhou uma receita de chá de pitanga, e deu uma dica: “para aumentar seus benefícios, coloque algumas unidades da fruta na preparação no chá”. Confira a receita:

Publicidade

  1. Ferva um litro de água e desligue.
  2. Acrescente duas colheres de sopa de folhas de pitangueira e 3 unidades de pitanga.
  3. Tampe e deixe a infusão agir por 10 minutos.
  4. Coe e beba.

Agora que você já está preparada para aproveitar os benefícios do chá de pitanga, confira também 5 benefícios do chá de laranja. Aproveite a variedade de vantagens presentes no consumo de chás.

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.